curso de vendas
Estratégias de Marketing Digital

Estratégias de Marketing Digital

Blog   ·  Criado em 22/11/2019   ·   Atualizado em 03/08/2021   · ​ 78 minutos

Estratégias de Marketing Digital

Está em busca de alternativas para divulgar o seu negócio na internet? Então você encontrou o post certo! Aqui vamos mostrar as principais estratégias de marketing digital para o seu sucesso em vendas!

Acho que você já percebeu que, diante de todo o cenário que estamos vivendo, as pessoas passaram a ter novos hábitos de consumo. E é nessa hora que a internet mostra a sua força e oferece soluções para essa nova realidade.

Prova disso é que segundo o portal e-commerce Brasil as compras pela internet registraram um crescimento de 57,4%, no primeiro trimestre de 2021. Isso fez com que o faturamento das vendas online vem crescendo ano a ano no Brasil e mundo.

Até as formas de diversão estão sendo substituídas por versões online, shows viraram lives, cinema virou Netflix, restaurante agora tem muito delivery. Isso mostra que as pessoas já aderiram ao mundo digital, adaptar o seu negócio a um formato online não é mais uma ótima opção, e sim uma obrigatoriedade.

Por isso, as empresas estão buscando alternativas para se adaptar a essa nova tendência digital. Como o marketing está sempre antenado a novas oportunidades e tendências, nada melhor do que adotar as melhores estratégias do marketing digital para fazer sua empresa decolar.

Marketing digital estratégias para o sucesso em vendas do seu negócio. São dicas práticas que podem ser aplicadas em diversos nichos de negócio. Vamos lá?

estratégias de marketing digital

Mas antes, veja o que você vai encontrar aqui:

O que é marketing digital?

Primeiro precisamos entender o que é marketing. O marketing é toda a forma, método ou estratégia utilizada para atrair a atenção para sua empresa, serviço ou produto, e através dessa atenção gerar mais clientes.

Isso é possível através de um estudo que você faz de uma necessidade, de uma problema que um público tem. A partir das informações coletadas, desenvolve uma forma de comunicação efetiva para vender para um público específico.

Entendido o que é marketing, agora vamos saber o que é marketing digital. O marketing digital é a junção de todas essas estratégias de marketing, porém utilizando tecnologia, softwares e a internet para vender no digital.

Quer saber sobre o que é marketing digital? Então, assista este vídeo:

Qual a diferença entre marketing digital x marketing tradicional

O marketing digital é um conjunto de estratégias realizadas de maneira online a fim de conquistar novos clientes e fortalecer sua marca. A maior diferença em relação ao marketing tradicional é que toda a campanha é realizada por meio de canais digitais ou canais online, como a internet e a telefonia móvel.

Como tudo acontece online, é possível levantar dados e analisá-los para medir a efetividade de cada ação em relação ao seu objetivo final. Assim, você evita dar passos em falso com a sua estratégia.

Apostar no marketing online também torna possível interagir com o público e gerar engajamento. Fora que se bem conduzida as estratégias de marketing digital, o seu custo é mais acessível do que o marketing offline, permitindo que até as pequenas empresas utilizem as mesmas estratégias que os seus concorrentes de maior porte.

Por que o marketing digital é a melhor alternativa para o momento?

Simples! Por que a internet se transformou na forma mais segura de interação entre pessoas, empresas, para circular informações e consumir, durante este período de pandemia. Assim, toda empresa que quer ser competitiva e aumentar as suas vendas, precisa estar presente na internet.

Entre os vários tipos de marketing, o nosso queridinho sempre foi o marketing digital. Se você digitar o termo no Google Trends, vai perceber um volume alto e um aumento constante nas buscas relacionadas dos últimos anos para cá, tanto no Brasil, quanto no mundo.

E o motivo de tanta procura? Sem sombra de dúvidas é o fato dele ser realmente eficaz em melhorar a performance de qualquer negócio! Agora, imagina no momento que estamos vivendo, o marketing digital ganhou muito mais força! Mas lembre-se: isso não significa que os canais de marketing offline devem ser ignorados.

Principalmente se você tem um negócio local. Mas deve apostar nas melhores estratégias de marketing para atrair mais clientes, como as estratégias de marketing digital. E aí, quer aproveitar todos os benefícios do marketing digital para alavancar suas vendas e ter mais presença digital? Então vamos lá!

Quais são os pilares do marketing digital para um bom plano de marketing digital?

Saiba mais sobre os pilares do marketing digital em:

Criar uma estratégia de marketing digital bem-sucedida é como construir um edifício: antes de qualquer coisa, você precisa firmar a fundação, que neste caso, trata-se de um planejamento detalhado. 

Pensando nisso, listamos os 7 pilares do marketing digital essenciais para construir um plano de marketing digital focado em performance, que funciona para qualquer tipo de negócio. Confira:

1. Objetivo

O primeiro passo do plano de marketing digital é definir uma meta, ou seja, o que você deseja alcançar com os seus esforços. Afinal, este será o norte para todas as tomadas de decisões. Alguns exemplos dos objetivos do marketing digital mais comuns são:

  • Gerar leads ou oportunidades de venda;
  • Receber mais ligações para que os vendedores fechem negócio;
  • Trazer um maior número de visitas humanas para o seu negócio;
  • Aumentar o alcance da marca;
  • Tornar-se uma autoridade e referência no produto ou serviço que você oferece;
  • Educar o mercado (caso você oferte um produto que é novidade, por exemplo).

Veja outros tipos de objetivos de marketing digital aplicados na construção de diferentes tipos de sites:

Quando for definir os seus objetivos de marketing digital, pense nas características que um objetivo deve ter:

  • específico: você deve ser específico para saber exatamente quais estratégias de marketing deve adotar;
  • mensurável: ao definir um objetivo tenha uma meta, pois dessa forma você saberá se atingiu ou não o seu objetivo;
  • atingível: ter grandes ambições é bom, mas sempre mantenha os pés no chão e defina objetivos que você e sua equipe sejam capazes de alcançar;
  • realista: para alcançar os seus objetivos você precisa ter certeza de que isso seja possível, por exemplo, se tem as ferramentas e os conhecimentos necessários;
  • temporal: é importante estabelecer um prazo para que você e sua equipe realmente consigam atingir seus objetivos, por isso, defina datas para que as coisas aconteçam.

2. Persona

Com o objetivo definido, é importante conhecer os seus consumidores de forma aprofundada. Não importa se você utiliza o conceito de público-alvo ou de buyer persona, mas descubra tudo o que puder sobre o seu cliente em potencial.  

Para coletar esses dados, existem duas opções. A primeira é um levantamento direto com leads ou consumidores. Uma opção é enviar formulários por e-mail para pessoas que já compraram o seu produto ou serviço. 

Você pode ainda criar barreiras de consumo no seu blog ou site, isto é, para acessar um conteúdo rico como um e-book ou um post do tipo guia, o leitor precisa primeiro preencher um formulário. Com isso, você captura informações sobre o seu público.

O levantamento de informações também pode ser indireto, isto é, sem fazer perguntas para o seu público. Se a sua empresa tem perfis nas redes sociais, é possível conseguir, na própria plataforma, dados básicos de seus seguidores.

Em uma agência de marketing digital, utiliza-se três ferramentas muito importantes para conhecer o consumidor:

  • Toda vez que fechamos uma venda, lançamos perguntas para o cliente por meio do Google Forms;
  • Para elencar todas as informações recolhidas com os clientes, montamos um mapa de empatia;
  • Com os dados elencados, realizamos um word mapping, com palavras-chaves boas e ruins, ou seja, termos que sejam realmente importantes e que possamos trabalhar no conteúdo. Podemos utilizar o planejador de palavras chaves do Google para nos ajudar nisso.

Sabendo bem quem é o seu cliente, quais as dúvidas e os interesses que ele tem, você economiza tempo. Pois cria conteúdos melhores e mais focados, que realmente importam para o seu público. Além disso, esse conhecimento possibilita escolher canais mais eficientes para veicular a sua informação.

Quer saber mais sobre essa estratégia de word mapping e como ela funciona? Então, confira este vídeo:

3. Diferencial

Este é o momento de pensar naquilo que te diferencia do seu concorrente, nas particularidades do seu produto ou do serviço que você vende. Ter essas características bem definidas é essencial ao planejar as estratégias do marketing digital.

Mas cuidado! Quando se fala em diferencial, muitos acreditam que isso se resume apenas a um bom atendimento ou, ainda, a qualidade dos produtos/ serviços. Isso é o básico que todo negócio que quer ser bem sucedido deve oferecer. Ou seja, é o mínimo que se espera de uma empresa.

Você precisa encontrar a diferenciação perfeita para realmente se diferenciar da concorrência e demonstrar isso em toda a sua comunicação. Mas como encontrar o seu diferencial? Primeiro, estudo o mercado no qual está inserido. Assim, você descobrirá quais são e como o concorrente se posiciona.

Depois disso, identifique o que o cliente vê como vantagem dentro do seu segmento. Então, se adeque a isso e encontre uma maneira de comunicar melhor esses diferenciais. E o que pode ser o seu diferencial? Veja algumas sugestões que podem servir de base para sua pesquisa:

  • diferenciação no preço;
  • diferenciação no valor agregado;
  • diferenciação na identidade visual;
  • diferenciação na localização;
  • diferenciação na variedade.

4. Investimento

Para não correr o risco de gastar demais – nem de menos! –, é necessário decidir previamente um orçamento para o marketing digital. Estabeleça um valor que faça sentido para o seu negócio e defina por quanto tempo ele será investido.

Empresas de grande porte reservam uma quantia considerável dos seus ganhos para esse fim: a Coca Cola, por exemplo, utiliza 70% de seu faturamento mundial em marketing, o que garantiu à marca autoridade no concorrido mercado de bebidas. 

Claro que seu investimento inicial não precisa ser tão alto, mas é importante entender que, se você tiver um bom produto com o diferencial certo e reservar um valor justo para a sua campanha, então certamente terá mais performance nas suas vendas.

O que sempre aconselhamos é: invista, e a medida que o faturamento estiver bom, invista mais. Como no marketing digital tudo é mensurável, fica fácil analisar os resultados para saber o momento certo de investir mais!

5. Canal de tráfego

Melhor canal de tráfego para as Estratégias de Marketing Digital

Um erro bastante comum de quem está iniciando no marketing digital é tentar produzir conteúdo para todos os canais de uma só vez: Google, website, blog, Facebook, Instagram, LinkedIn, YouTube, e-mail, entre outras dezenas de canais de tráfego.

Porém, o ideal é definir um canal de tráfego principal (onde o seu público está), dominar a forma de produzir para ele e garantir o seu alcance ali. Feito isso, você pode partir, aos poucos, para outros locais que sejam relevantes para o seu público, com isso você vai escalando seu negócio gradativamente.

Caso esteja sem saber por onde começar, segue informações focadas nos públicos que esses canais são mais direcionados:

Google

Principal fonte de busca da internet, abrange público de todas as idades e perfis, com todos os focos de interesse. Mais de 100 bilhões de buscas são feitas no Google todos os meses. Em um ano o Google recebe, em média, mais de 2 trilhões de buscas em todo o mundo.

Quer saber mais como aparecer no Google?

Website

Atrai um público mais específico que já se interessou pelo seu produto, pois normalmente chegam ao seu website por alguma indicação ou por buscas feitas pelo Google. Mas como? Descubra aqui como criar um site hoje mesmo!

Blog

Normalmente atrai pessoas que já circulavam pelo seu site e sentiram a necessidade de se aprofundar no seu conteúdo. Esse público frequentemente, busca deixar o seu e-mail para receber conteúdos e já pode ser considerado um lead, ou seja, um cliente potencial.

Se você é um advogado que tal aprender criar um blog juridico.

Facebook

É uma das redes sociais mais utilizadas no mundo e possui um formato mais aberto para qualquer tipo de postagem como, textos, fotos, vídeos, links de conteúdos, transmissões ao vivo, entre outros. 

Atualmente, devido a sua popularização misturando públicos como amigos do trabalho e familiares, muitos jovens migraram da ferramenta para outras. Desta forma, as postagens no Facebook ficaram mais formais e tem maior alcance para um público mais maduro.

YouTube

É considerada a maior plataforma de vídeos do mundo. Produzir vídeos acaba envolvendo uma ação um pouco mais complexa, mas após o Google, o YouTube é a rede social onde as buscas mais se concentram visando ter um conhecimento mais prático sobre algum produto. 

Por oferecer mais informações sensoriais, como o áudio e o vídeo, esse canal de divulgação ganha cada vez mais adeptos ocupando muitas vezes até o espaço da televisão.

Quer saber quanto custa anunciar no YouTube?

Instagram

Está entre as redes sociais mais queridinhas atualmente, ela completou 11 anos em 2021, já possui mais de 105 milhões de usuários ativos só no Brasil, isso porque acabou ele vem recebendo o público que migrou do Facebook.

Veja quanto custa anunciar no Instagram.

LinkedIn

É uma rede social voltada para objetivos profissionais. Seu público tem um perfil mais qualificado, interessado em receber conteúdos inteligentes que possam ajudar a alavancar a sua carreira ou divulgar sua empresa. 

O principal objetivo dessa rede é conectar profissionais atraídos pelos mesmos interesses, fazer bons contatos e ainda possui uma ferramenta de cadastro de currículos que ajuda a linkar vagas a bons profissionais.

Dica de ouro: comece pelo Google, pois lá as chances de sua empresa ser encontrada por clientes que desejam realmente comprar é bem maior.

6. Copywriting

Copywriting

Depois de ter bem claro todos esses elementos estratégicos, você deve começar a pensar na forma de atingir as pessoas, para que elas se convertam em seus clientes. Ou seja, para que comprem o seu produto ou serviço.

Portanto, não adianta nada você investir centenas ou milhares de reais em tráfego, ser um verdadeiro expert no seu negócio, estar com tudo pronto para vender, mas não saber ser comunicativo e persuasivo para que o seu público-alvo de fato compre de você. 

É aqui que entra o COPYWRITING do seu negócio! Veja alguns exemplos de copywriting.

O que é copywriting?

O Copywriting nada mais é do que criar uma comunicação que tenha um objetivo: fazer o receptor tomar uma ação. No seu caso, a ação final de uma copy pode ser, por exemplo, fazer uma pessoa comprar, fazer uma pessoa se inscrever no seu site ou fazer uma pessoa entrar em contato.

E, para isso, você pode elaborar um vídeo que convença o seu público-alvo de que você é alguém confiante e carismático

Ou, então, você pode escrever um e-mail fazendo um convite ao seu futuro cliente, de modo que ele fique curioso o bastante para continuar acessando os seus conhecimentos.

Ou, ainda, escrever um texto para a página de vendas do seu site. 

Como fazer uma excelente copywriting?

Geralmente, os principais aspectos que uma excelente copy precisa passar, são:

Uma ideia central – tenha bem claro qual é o fator central do seu negócio, e invista suas energias nessa única ideia. Isso tende a ser muito mais efetivo do que falar sobre diversos aspectos do seu produto, sem dar ênfase em nenhum deles.

Autoridade – na copy, você precisa sempre passar a sensação de autoridade para o seu leitor/a. O lead, futuro cliente, deve sentir-se seguro e que está no lugar certo.

Dor e Solução – aqui vem a parte emotiva. Ao conhecer o seu público-alvo, você sabe muito bem quais problemas pessoais que tal público enfrenta. Por exemplo, se você vai vender um curso de violão, explore como o seu futuro cliente já tentou milhares de vezes aprender a tocar e sempre achou desmotivante e difícil. Mas em seguida, mostre que seu produto é a solução a essa dor. Você pode prometer que em uma semana, ele vai sair tocando uma música inteira.

Depois que você fez toda a parte de copywriting, em harmonia com as suas estratégias de marketing digital, o seu produto está pronto para ser testado e sair rodando pelo mundo afora! 

Onde aplicar o copywriting?

Veja onde o copywriting pode ser aplicado:

6.1 Headlines impactantes nas estratégias de marketing

Uma headline chama a atenção de um leitor para um conteúdo específico, seja o conteúdo de um blog, um vídeo, um email marketing, anúncios e muito mais. Pois a headline é criada para ser a primeira coisa que um potencial cliente lê.

Geralmente a headline é criada por um redator ou o departamento criativo da empresa. Usar artifícios como negrito, tamanhos diferentes de fontes e outras cores são importantes para destacar ainda mais a headline. 

Para criar uma headline criativa e usar nos diferentes tipos de marketing digital, você precisa dominar aquilo que está vendendo, independente se for um produto, um serviço ou até mesmo uma ideia. Quando dizemos dominar aquilo que você está vendendo, é conhecer a fundo mesmo.

Use o produto, experimente o serviço, saiba como foi criado, para que serve. Saiba cada detalhe daquilo que você está vendendo e as pessoas que vão comprar aquilo. Coloque todas as ideias em um papel e depois comece a eliminar as ideias óbvias demais, que lembram outras headlines e aquelas que não criam vínculo nenhum.

Depois reescreva as melhores e vai editando (e excluindo) até chegar na melhor. Isso vai deixar suas estratégias de marketing mais atrativas e você pode conseguir aumentar as chances de vendas.

Saiba mais sobre como usar uma headline no sucesso em vendas do seu negócio:

Headline no sucesso em vendas

6.2 Storytelling

Contar uma boa história pode ser uma das melhores estratégias de marketing digital para você ter sucesso em vendas. Pois a habilidade da Storytelling é uma das mais eficientes na hora de criar valor para vendas do seu negócio. Mas como assim?

As histórias podem levar os consumidores numa jornada mágica, fazendo com que eles se identifiquem com o personagem principal, que enfrenta os mesmos desafios que ele. Dessa forma, é mais fácil prender a atenção dos leitores. E, então, mostrar uma solução.

E que sem essa solução, os consumidores podem mudar sua situação, assim como o personagem da história. Como resultado final, os consumidores estão muito mais propensos a aceitar o seu produto/ serviço, que é a solução salvadora citada na história.

Storytelling exemplos: como fazer uma storytelling para negócios e aprenda os cinco elementos fundamentais para uma storytelling de sucesso.

Ahm, mas antes de começar a fazer uma storytelling cuidado para não cometer estes erros:

  • criar personagens superficiais;
  • apresentar a mensagem de forma direta;
  • romantizar as histórias.

Descubra como é possível vender mais com storytelling. Assista ao vídeo:

É Possível Vender Mais Com Storytelling?

7. Testes

A grande vantagem de fazer marketing digital é poder monitorar todos os seus índices, permitindo que você teste diferentes tipos de anúncios, palavras-chave, segmentação de públicos, formatos de landing page e muito mais. 

Por meio do uso das métricas, você consegue conferir qual opção teve boa performance e, com base nisso, fazer adequações nas suas estratégias de marketing digital e até no seu orçamento. Veja alguns dos testes mais importantes no marketing digital:

Testes A/B do Facebook Ads

O Facebook Ads é uma ferramenta de mídia paga que oferece uma boa variedade de formatos de anúncios que são veiculados tanto no Facebook quanto no Instagram. Essa ferramenta oferece uma opção de testes para comparar diferentes tipos de anúncios.

Para descobrir qual tem melhor desempenho para, assim, criar campanhas mais estratégicas. Você pode comparar apenas uma variável por vez, que pode ser posicionamento, públicos-alvo, otimizações de veiculação, criativo e conjunto de produtos. 

Testes A/B do Google Optimize

O Google Optimize é uma ferramenta de otimização de sites que permite fazer testes em vários elementos que compõem uma página da web visando aumentar as taxas de conversão num site. Ela oferece até 16 tipos de combinações do teste, na versão gratuita.

Como o Google Optimize é da empresa Google, ele pode ser integrado com outras ferramentas, como o Google Analytics. Dessa forma, é possível fazer análises mais detalhadas. Quer saber mais sobre o assunto? Confira nosso artigo sobre Google Optimize

Quais são as estratégias de marketing digital para o sucesso em vendas?

Continuando a nossa analogia com a construção de um edifício, agora que você tem os pilares do marketing digital bem definidos, pode começar a construir os andares do marketing digital, que são as suas estratégias. 

A internet e o meio digital como um todo estão em constante desenvolvimento e, a cada dia, oferecem novos métodos para você alcançar o seu objetivo final. Mas, diante de tanta variedade, como você pode escolher as opções certas para o seu negócio?

Bem, o mais importante é criar condições para construir uma estratégia, consolidá-la, e, então, partir para outra e assim por diante, até chegar ao seu objetivo final. 

A seguir, vamos enumerar algumas das opções de estratégias de marketing digital mais eficientes disponíveis, suas características e dicas que vão te ajudar a definir quais delas se encaixam melhor na sua empresa. Confira!

Website

Muitas pessoas pensam que não é necessário criar um website, porque acreditam que as redes sociais já suprem as necessidades de sua marca. Porém, sem ele, será impossível obter alta performance. Na construção do nosso edifício de marketing digital, o website precisa ser o andar térreo.

Veja como a criação de sites pode ajudar o seu negócio.

Ele permite que você tenha total controle e customize a página de acordo com o que suas estratégias precisam, possibilita criar sua própria audiência e suporta qualquer formato de conteúdo, vantagens não oferecidas pelas mídias sociais. O website é um ativo valioso para o seu negócio e existem vários tipos de sites para você escolher. Saiba mais!

Website institucional

Trata-se de uma página virtual com o objetivo de divulgar e fortalecer a imagem da sua empresa, assim como os produtos ou serviços que ela oferece ao público. É aqui que você vai manter um canal de relacionamento com todos os seus clientes, inclusive aqueles que não possuem redes sociais.

No site institucional, é imprescindível manter as informações da sua empresa atualizadas, principalmente os dados para contato. Além de trazer conteúdo de qualidade relevante, formatado de maneira simples, e apostar na otimização para mecanismos usados em dispositivos móveis.

Blog

O blog corporativo é o local onde você pode publicar posts relacionados à sua empresa. Alguns exemplos são conteúdos sobre lançamentos de seus produtos, tira-dúvidas para o seu consumidor, atualizações da rotina da sua empresa, entre outros. 

É um bom canal, pois permite que seu cliente interaja por meio dos comentários. Além disso, o conteúdo que você criar pode ser compartilhado em outros lugares, como nas redes sociais. Assim, você, além de alimentar as redes sociais com a divulgação de posts, também leva mais tráfego para o seu site.

Aprenda tudo sobre a criação de blog.

Loja virtual

Também chamada de e-commerce, é a estante online para o seu produto. Mas por que ter uma loja virtual? Traz mais profissionalismo para o seu negócio, funciona 24 horas por dia, traz mais praticidade no processamento de pedidos, os produtos tem mais visibilidade.

Por isso, o comércio eletrônico está em constante crescimento. Então, se fizer sentido para a sua marca, ter uma loja virtual pode ser um bom negócio. Para criá-la, é necessário estar atento a elementos, saiba mais sobre a criação de ecommerce.

Landing page

A página de aterrissagem ou de conversão é um espaço customizado com elementos para converter um visitante em lead, ou seja, em uma oportunidade de negócio. Se você tiver uma loja virtual com muitos produtos, por exemplo, pode escolher alguns que quer destacar e trazê-los em uma landing page, para buscar maior performance. 

Mas qual a diferença entre landing page e site? Como vimos, uma landing tem como objetivo a conversão. No caso de uma loja virtual isso poderia ser as vendas. Já o site oferece muitos tipos de conteúdo, inclusive uma página apresentando os produtos/serviços.

Conheça as estratégias para criação de landing page.

Hotsite

Este tipo de página tem uso promocional e costuma ser utilizado para lançar a campanha de um produto ou serviço. O hotsite tem duração específica, por isso seu uso é pontual. Um exemplo disso, são as campanhas de black friday, natal e outras datas comerciais.

E, como criar um hotsite de alta performance? Tenha um único objetivo, ou seja, não tente vender um curso ou estimular o leitor a baixar um ebook no mesmo hotsite. Defina uma data específica para divulgá-lo e aposte na criatividade e na identidade visual, pois um hotsite tem um grande apelo visual.

Entenda mais sobre o hotsite.

One Page

Como o próprio nome diz, trata-se de um website contendo uma única página. Devido ao seu formato compacto, é mais fácil de ser criado e permite levar uma informação mais direta ao visitante. Por conta disso, sua velocidade de carregamento é mais rápida.

O Google valoriza isso em uma página da web. No entanto, o one page pode limitar as informações sobre a empresa e seus produtos/serviços. Também não permite utilizar estratégias de SEO mais robustas, como link building, e a página for muito longa pode interferir na experiência de navegação de forma negativa.

SEO Marketing

Estratégias de Marketing Digital utilizando SEO

Search Engine Optimization (SEO) é uma série de técnicas de marketing digital utilizadas para que seu conteúdo de qualidade ranqueie bem nos motores de busca. Existem duas formas de fazer SEO Marketing, de forma que os robôs do Google e do Bing, por exemplo, vejam o seu website como relevante para o usuário.

E o SEO divide-se em duas partes. São elas:

  • SEO on page: diz respeito a tudo que fica nas suas páginas. Algumas boas práticas são o uso de palavras chave para marketing digital – além de sua inclusão na title tag e header tag, na meta description, nos alt tags das imagens –, a utilização de links internos entre os posts do seu website e a produção de um conteúdo relevante e atualizado;
  • SEO off page: é o que não está na sua página, mas nem por isso você deve deixar o foco na palavra-chave, pode ser os posts em redes sociais e o número de recomendações. Isto é, a quantidade de vezes que outros websites recomendaram seus conteúdos. Aqui, é necessário desenvolver o link building, por meio do guest posting ou do co-marketing.

Dentre as estratégias de marketing digital, o SEO marketing é uma estratégia que é construída ao longo do tempo. Por isso, uma boa dica é investir em conteúdo evergreen para o seu website, ou seja, posts que não têm um prazo de validade e vão trazer tráfego por tempo indeterminado.

Entenda tudo sobre as estratégias de SEO Marketing testadas na prática em nossa agência de marketing digital. Se precisar, busque uma consultoria de marketing para te ajudar a fazer marketing SEO, eles ajudarão você encontrar seus potenciais clientes. 

Acompanhe no próximo item uma estratégia de marketing que funciona muito bem em paralelo com as estratégias de SEO, o marketing de conteúdo, se você quiser acompanhe o Guia Completo das técnicas de SEO.

Marketing de conteúdo

Esta é outra das estratégias de marketing digital que traz performance a longo prazo e também tem foco na palavra-chave. É muito importante de ser trabalhada, uma vez que gera autoridade para sua marca, educa o público tirando dúvidas, trazendo novidades. 

Com isso, seu negócio gera oportunidades de conversão de leads, transformando visitantes do seu website em clientes. O marketing de conteúdo tem como base criar material relevante com o objetivo de atrair, educar e engajar o seu público. Aqui estão incluídos blog posts, vídeos, e-mails e infográficos.

Também os webnários e podcasts. Você pode variar entre esses vários formatos, contanto que entregue conteúdo de valor e tire as dúvidas de seus consumidores. Veja só 7 pontos que você precisa estar atento quanto trabalha com uma estratégia marketing de conteúdo:

  1. produzir conteúdo de qualidade: são conteúdos focados nas necessidades informações do seu público-alvo;
  2. automação de marketing: são ferramentas que automatizam processos e ações, como o envio de e-mails automáticos, para aumentar a eficiência das estratégias de marketing digital;
  3. o funil de vendas: com essa estratégia você criar conteúdos com base na jornada de compra do consumidor;
  4. a jornada de compra: detalha todo o caminho que o consumidor percorre quando tem contato com uma empresa. Isso desde que a conhece até o momento em que concretiza uma compra;
  5. a taxa de conversão: é uma das principais métricas de marketing digital que apontam o desempenho das suas estratégias de marketing digital;
  6. atualizações no motor de otimização de busca: para ter chances de ranquear no Google, é essencial acompanhar as mudanças no algoritmo do Google. Pois só assim saberá o que fazer para ter um bom posicionamento;
  7. fique de olho no Google Analytics: essa ferramenta do Google mostra métricas relacionadas ao desempenho numa página da web para criar estratégias de marketing digital mais eficientes.

Co-marketing

Muito utilizado no marketing de conteúdo, o co-marketing é uma estratégia de marketing digital onde duas ou mais empresas se juntam para realizar uma ação de marketing para clientes em potencial. O conteúdo pode ser um e-book, um artigo, um infográfico e, até mesmo, uma campanha publicitária.

Podem ser informações sobre seus produtos e serviços, ou, até mesmo, sobre a empresa. Para ter uma ideia, muitas vezes isso poderá reduzir custos e potencializar as vendas. Não se esqueça do SEO de otimização de mecanismo de pesquisa, isso trará melhores benefícios para a ação do co-marketing.

Claro que sua estratégia de marketing como um todo precisa contar com o marketing de conteúdo. Entenda mais sobre marketing de conteúdo.

Inbound marketing

entenda mais sobre Inbound Marketing

Também conhecido como marketing de atração ou de educação, ele é uma forma de pensar o marketing digital. Seu objetivo é fazer com que os visitantes do seu website ou o seu público entendam melhor sobre seus produtos e serviços. Dessa maneira, transformar essa educação em novos negócios.

De uma forma prática, o inbound marketing permite que você automatize a conversão de oportunidades em negócios. Quando um usuário visita sua página, por exemplo, mas não vira um cliente, você pode nutrir automaticamente essa pessoa com informações relevantes que possam, enfim, resultar em uma venda. 

Sendo assim, é possível utilizar ferramentas de automação e fluxo de nutrição dos conteúdos como blog, e-mail, infográficos, e-books, vídeos e outros. Além disso, por meio de plataformas, você consegue mensurar o comportamento desses usuários, permitindo consolidar o momento da compra em que eles estão.

Você também poderá utilizar essa estratégia para clientes e fazer o que chamamos de Upselling. Cada vez mais o Inbound Marketing é utilizado, e ele faz uma dupla muito boa com o marketing de conteúdo. Então, lembre de cuidar da automação de marketing, do funil de vendas, da jornada de compra e das taxas de conversão.

Bem como utilizar um sistema de CRM para gerenciar seus leads - (entenda CRM significado). Quer saber mais sobre Inbound Marketing?

Redes sociais

Estratégias de Marketing Digital utilizando Redes Sociais

As redes sociais servem como um canal direto para estar próximo de seus clientes, oferecendo a oportunidade para analisar suas preferências e comportamentos, responder dúvidas, compartilhar informações e conteúdos interessantes.

Os usuários das redes sociais não estão diretamente ligados ao desejo de compra. Porém, esta é uma das estratégias de marketing digital mais importantes. Elas servem, principalmente, como um catálogo do seu negócio. 

Por isso, se você oferecer conteúdos inteligentes que tenham links para a sua página, podem aumentar o tráfego do seu site atraindo novos clientes. E, se você tiver os seus pilares do marketing digital bem fundamentados e fizer um bom planejamento, ela vai gerar mais bons resultados para você.

O primeiro passo é encontrar as mídias corretas para o seu consumidor. Ou seja, é necessário focar nos locais onde sua audiência realmente se apresenta para não perder tempo. A regra geral é que 80% do seu público vai estar em 20% das redes sociais.

Em seguida, definir objetivos e metas que quer atingir com essa campanha. Aí, você pode começar a compartilhar conteúdo relevante e com linguagem adequada à persona. Por fim, ter sempre foco e bom conteúdo, pois as postagens exigem frequência e criatividade.

O ideal de frequência é pelo menos 3 vezes por semana. Então, capriche na produção de conteúdo! Veja algumas dicas:

Conteúdo viral

Desenvolva conteúdos que despertem sentimentos e reações nas pessoas. Podem ser frases motivacionais, vídeos sobre temáticas que envolvam o seu segmento e tragam alguma lição interessante, enfim quanto mais o seu conteúdo gerar emoções, mais facilmente será compartilhado. 

A intenção é que ele cause repercussão na internet e a cada compartilhamento divulgue a sua marca. Assim, você não precisa investir muito dinheiro com divulgação. Sem contar que isso é muito bom para o seu marketing externo.

Crie parcerias com pessoas influentes no seu segmento

Os chamados influenciadores possuem milhões de seguidores e podem ampliar a visibilidade do seu produto. Pois são considerados pessoas confiáveis e com poder de influenciar na decisão de compra daquele nicho. A isso damos o nome de marketing de influência. 

Por onde começar com o marketing de influência? Veja quais são as personalidades que tem grande autoridade no seu ramo de atuação e veja o quanto ela é relevante e, principalmente, se a sua postura condiz com o seu negócio. 

Aprenda tudo sobre redes sociais.

Links patrocinados

Se você, como cliente, está procurando um serviço, um produto para comprar ou um curso para fazer, recorre aos mecanismos de busca, certo? Geralmente clica nos primeiros resultados, não é? Os seus consumidores fazem o mesmo. 

Por isso que os links patrocinados são importantes nas estratégias de marketing digital. Mas, afinal, o que são links patrocinados? Eles nada mais são do que um formato de publicidade paga veiculada digitalmente e aparecem justamente nas primeiras posições, quando as pesquisas são realizadas no Google.

Os links patrocinados diferente do marketing de conteúdo o resultado é imediato. Pois leva muito tempo para alcançar as primeiras posições no Google organicamente. Mas esse não é o único canal que você pode apostar em links patrocinados.

Também há as mídias pagas que são os links patrocinados nas redes sociais. A principal mídia paga é o Gerenciador de Anúncios do Facebook, que permite anunciar tanto no Facebook quanto no Instagram. Saiba mais:

Google Ads 

Como o Google é o motor de busca mais utilizado pelos internautas, é importante apostar no Google Ads, que permite a exposição da sua propaganda nos resultados das pesquisas dos usuários. Sem dúvida utilizar o Google Ads é uma das estratégias de marketing digital que precisam estar no seu radar. Saiba mais como funciona o Google Ads.

Aprenda como anunciar no Google.

Facebook Ads

Já as estratégias de marketing no Facebook são mais voltadas para aqueles produtos ou serviços que você precisa gerar o desejo de compra. Não se engane quem pensa que o Facebook Marketing é apenas uma rede social e é utilizada só para estratégias de marketing de branding. É possível sim utilizar a plataforma no Facebook para agregar novos negócios para sua empresa.

Instagram Ads

Assim como o Facebook Ads, o Instagram Ads faz uso da plataforma do Facebook, o Gerenciador de Anúncios, e vem sendo amplamente utilizada nas estratégias de marketing, principalmente com um apelo grande em criativos de imagens e vídeos de tirar o fôlego.

Quer ajuda para montar estratégias de marketing: Google Marketing, Facebook Marketing ou Instagram Marketing utilizando os links patrocinados? Então fique a vontade para falar com um especialista da nossa agência de marketing digital.

Conheça mais sobre os links patrocinados.

Remarketing

Este processo faz parte da estratégia de links patrocinados e permite que sua marca apareça várias vezes para uma pessoa que visitou o seu website, mas não fechou negócio, ou já viu um anúncio, mas ainda não concretizou uma compra. 

Com um remarketing bem estruturado, você diminui o seu custo de conversão, porque direciona sua campanha para um público menor, que já te conhece. Para isso, é fundamental fazer testes e escolher os formatos, os canais e as frequências em que cada ação do remarketing será realizada. 

Aprenda como fazer remarketing no Google Ads.

E-mail marketing

Há quem pense que o e-mail está em desuso. Entretanto, esta é uma das estratégias de marketing digital que ainda gera muito resultados digitais. Por que é um meio de comunicação baseado em permissão, já que a pessoa demonstra interesse ao passar o endereço eletrônico.

Também por tratar-se de uma comunicação direta e direcionada, permitindo o envio de conteúdo bem específico. Isso ajuda - e muito - a aumentar as taxas de conversões. Também pode ser considerado parte do marketing de conteúdo.

Os e-mails podem ser de 4 tipos.

  • Informações: como notícias em primeira mão, newsletters e anúncios de eventos;
  • Nutrição: são disparos programados para nutrir e engajar leads;
  • Educacionais: tratam-se de artigos relevantes, materiais selecionados por você, com foco em solucionar problemas e tirar dúvidas;
  • Transação: pode ser de venda efetuada, de cupom de desconto, de lançamento de produto, etc.

A regra mais importante do e-mail marketing é essa: nunca compre listas prontas! Caso contrário, a pessoa que receber o conteúdo vai considerar sua empresa inconveniente e pode te marcar como spam, prejudicando sua performance.

Uma ótima opção é testar a frequência e os conteúdos compartilhados. Assim você entenderá o que é melhor para o seu público, o que gera mais performance para o seu negócio. Quer saber mais sobre essa poderosa ferramenta de marketing digital?

Veja alguns exemplos de email marketing neste post!

Gestão de relacionamento de leads 

Quando você tem um número pequeno de leads, consegue gerenciá-las por meio de planilhas. Porém, depois de aplicar as estratégias de marketing digital e aumentar suas oportunidades de negócio, vai sentir a necessidade de uma ferramenta específica para isso.

Estamos falando do Customer Relationship Management (CRM), uma ferramenta para gerenciar seu relacionamento com o cliente. Existem plataformas que ajudam na gestão de leads dentro do funil de marketing, da sua equipe de vendedores e até dos fluxos do processo de vendas.

Mas, como funciona um CRM? Existem basicamente 4 tipos de CRM e cada um deles tem uma função importante no gerenciamento do relacionamento com o cliente. São eles: CRM Operacional, CRM Analítico, CRM Colaborativo e CRM Estratégico.

Basicamente eles coletam informações sobre o histórico de contato dos clientes com a empresa, o histórico de vendas, o desempenho dos vendedores para saber como criar campanhas de marketing mais efetivas, melhorar os processos internos e fazer previsões de vendas.

E, assim, diminuir o tempo de conversão, criar relacionamentos mais duradouros e, então, gerar mais vendas de forma contínua. Ou seja, não há dúvidas de que essa é uma excelente estratégia de marketing digital para adotar na sua empresa hoje mesmo!

Busque pelo melhor sistema CRM para ajudar nas suas estratégias.

Aplicativos de mensagem instantânea 

Os aplicativos de mensagens instantâneas têm um número gigantesco de usuários, que não param de crescer a cada dia. Isso significa que as ferramentas de chat dentro dos websites estão perdendo força. Por isso, é uma ótima ideia incluir na sua página um link direto para o seu WhatsApp.

Prova disso, é que o WhatsApp criou uma versão exclusiva para os negócios, o WhatsApp Business. Pensando nisso, foi desenvolvido um marketing específico para esse aplicativo de mensagens instantâneas: o WhatsApp Marketing.

WhatsApp Marketing

Fazer WhatsApp Marketing com moderação e estratégias tem trazido performance a muitos negócios modernos. Como funciona? Basicamente você aproveita todos os leads já cadastrados para fazer suas estratégias de marketing digital utilizando a ferramenta do WhatsApp.

Ou, coloca seu contato no seu site e nas redes sociais. Dentro desse canal de comunicação pode classificar os leads, colocando tags. Assim, você consegue saber quais pessoas são clientes e quais ainda estão em fase de negociação e muito mais!

Ainda pode criar grupos segmentados para oferecer ofertas exclusivas. Além de disponibilizar um catálogo de produtos. Para potencializar essa estratégia de marketing, você pode implementar um WhatsApp Marketing para seus fluxos de nutrição e inbound marketing também.

As duas grandes vantagens do WhatsApp Marketing é o custo do lead ser praticamente zero, e a utilização de uma ferramenta que está o tempo todo nas mãos dos seus leads, pense nisso!

Saiba mais sobre aplicativo de mensagem.

Vídeo marketing

Não é novidade que os vídeos estão dominando o mundo online. Basta conferir as redes sociais que você logo perceberá que as empresas estão investindo cada vez mais nessa estratégia. Ao que parece, os vídeos são a grande aposta do Instagram, a rede social do momento.

Pois, segundo o CEO do Instagram, Adam Mosseri, a plataforma vai priorizar cada vez a entrega de vídeos para competir com grandes concorrentes, como o Tik Tok e o YouTube. Por isso, as empresas devem investir mais nessa estratégia e focar em conteúdos que geram muito engajamento.

Com o tempo, isso se tornará um desafio cada vez maior. Por isso, comece agora mesmo a usar vídeos em seus canais de comunicação. Para não errar, procure entender mais sobre vídeo marketing. Essa é uma estratégia que inclui criação de vídeos para campanhas promocionais.

Também há vídeos para campanhas institucionais, vídeos educativos e vídeos de entretenimento. Além de outros tipos de conteúdos, como dicas rápidas, tutoriais, bastidores, cursos, cobertura de eventos, entrevistas e demonstração de produtos. Mas não se esqueça de alinhar o conteúdo com o inbound marketing. 

Então, que tal começar a usar essa estratégia de marketing? Comece aprendendo a como criar o melhor script para vídeo de vendas!

Mobile marketing

Sem dúvidas, o mobile marketing é uma das estratégias de marketing digital que você não deve ignorar. Isso porque o uso de dispositivos móveis, como smartphones e tablets, tem crescido muito nos últimos anos. Ou seja, mais pessoas tem tido acesso a esse tipo de tecnologia.

O fácil acesso a esse tipo de tecnologia aliado ao avanço da internet mudou o comportamento do consumidor que passou a utilizar essas duas ferramentas para se informar, interagir e comprar. Hoje, mais do que nunca, é preciso investir no mobile.

Mas como o mobile melhora a performance do seu negócio na internet? Com ele, é possível ter uma comunicação mais direta, personalizada e simultânea com o potencial cliente. Um exemplo disso são as mensagens direcionadas para os aplicativos de mensagens instantâneas. 

Outra forma de comunicação direta, que faz parte do mobile marketing, é o sms marketing, que conheceremos a seguir. Também adotar estratégias de geomarketing mais eficientes. Como assim? Se você tem um negócio local pode criar um perfil no Google Meu Negócio.

Quando uma pessoa faz uma procura no Google por um produto/serviço que você ofereça e está com o GPS ativado no smartphone, o Google tende a priorizar os negócios perto da pessoa que está fazendo a busca. Outra estratégia de marketing do mobile marketing são os aplicativos.

Você pode criar uma aplicativo exclusivo para o seu negócio para oferecer seus produtos e enviar notificações quando houver promoções. Também pode criar jogos para gerar engajamento com a sua marca. Ainda apostar em anúncios apenas para mobile.

SMS marketing

O SMS marketing também é uma estratégia de marketing pessoal e direta. Mas será que essa estratégia realmente vale a pena? Depende. Do que? Do seu tipo de negócio. Se você trabalha, por exemplo, com agendamento de horários, certamente essa estratégia vale a pena.

Isso porque nem todo mundo está conectado com o tempo. Mas todos podem receber um sms. Assim, se você precisa enviar um lembrete para seu cliente sobre seu compromisso agendado, fica mais fácil. Dessa forma, você diminui as taxas de não comparecimento. 

Não é só isso. Também é possível enviar alertas, mensagens de cobrança, lembretes de eventos, status de pedidos. Além de divulgar promoções, ofertas, cupons e, ainda, fazer uma pesquisa de satisfação com os seus clientes. Você não precisa enviar cada mensagem manualmente. 

Pois já existem no mercado sistemas ERP que automatizam o envio de SMSs. Agora que você sabe a importância do SMS marketing, confira algumas dicas de como enviar mensagens da maneira certa: 

  • tenha atenção à ortografia;
  • mande mensagens apenas no horário comercial;
  • vá direto ao ponto na mensagem;
  • pense no objetivo da sua mensagem;
  • nunca faça spam;
  • personalize a sua comunicação.

Gostou dessas estratégias de marketing digital? Já utilizou alguma delas? Use os comentários e fale quais Estrategias de Marketing você utiliza.

Como aplicar as estratégias de marketing digital em nichos de marketing digital?

Todo negócio pode encontrar a sua própria voz dentro da internet e vender usando marketing digital. Porém, alguns segmentos precisam seguir regras, mas nada que não possa ser trabalhado para que também consiga alcançar grandes performances e atrair novos clientes.

Por isso, vamos abordar a aplicação das estratégias de marketing digital dentro de alguns nichos específicos. Vamos lá!

Marketing digital para advogados

A OAB, Ordem dos Advogados proíbe qualquer profissional ou escritório de advocacia de usar marketing e publicidade para promover seus serviços. Por isso, esse nicho, por muito tempo, acabou sendo prejudicado. Ou seja, isso fazia com que eles perdessem boas oportunidades pela falta de visibilidade.

Então A, sua única alternativa era focar nas estratégias de marketing digital, como o marketing boca a boca, a boa e velha indicação e networking. Agora tudo mudou. Com o marketing digital esses profissionais ganharam uma chance de aumentar sua carteira de clientes sem ferir nenhum regulamento.

Como? Usando as estratégias de marketing digital corretas. A ideia central é oferecer conhecimento, conteúdo, ser informativo. Com isso educar os consumidores. Ao invés de vender diretamente um serviço de aconselhamento ou perguntar se o cliente precisa de um advogado.

Basicamente os profissionais vendem conhecimento, mostram autoridade e como consequência, conquistam seu público e, indiretamente, faz com que eles queiram entrar em contato para saber mais.

Por isso existe o que chamamos no mercado de Marketing Jurídico, por ter suas limitações, existem estratégias de marketing específicas que podem ser usadas no marketing digital para gerar leads qualificados.

Aprenda ainda como criar um site jurídico.

Marketing digital para imobiliárias

Existem muitos corretores e imobiliárias espalhados pelo Brasil. Por isso, a estratégia certa de marketing digital é que vai separar os bem-sucedidos, dos que ainda estão quebrando a cabeça para descobrir formas diferentes de conquistar novos clientes.

E não é difícil perceber como o mercado imobiliário tem se voltado muito para o mundo digital. Você consegue visitar um apartamento completo, sem precisar sair da frente do computador. Para isso, a realidade virtual tem sido uma grande aliada das imobiliárias.

Se você nunca pensou em usar a realidade virtual, ou nunca ouviu falar sobre isso, saiba que ela é capaz de criar cenários digitais que passam a sensação de que são reais. Essa estratégia é incrível quando o seu objetivo é pensar na experiência do usuário.

Junto a essa estratégia, você pode investir em SEO (otimização de conteúdo para a busca orgânica) e CRO (otimização de conversão) em seus sites e landing pages dos imóveis para gerar tráfego orgânico e gerar novos clientes.

Não esqueça das ferramentas de anúncio pago como Google Ads, Facebook Ads e Instagram Ads para criar campanhas publicitárias e gerar o interesse em potenciais clientes. Todas essas ferramentas contam com uma inteligência artificial inclusive para os mecanismos de busca.

Se aprofunde no marketing digital para imobiliarias.

Marketing digital para dentistas

O marketing digital também funciona para os dentistas. Existem várias estratégias que podem ser aplicadas nesse tipo de negócio. Mas tome cuidado. Por envolver a saúde dos pacientes, não é permitido adotar estratégias de marketing digital agressivas.

Nesse ramo, o ideal é apostar em estratégias que gerem autoridade e credibilidade para o profissional. Por isso, é importante conhecer a jornada de compra do cliente e o marketing de conteúdo. Além disso, tenha uma página no Google Meu Negócio e incentive a avaliação de clientes no seu site.

Também compartilhe depoimentos dos seus pacientes nas redes sociais e crie um site profissional. Mas nunca se esqueça das regras legais para esse tipo de negócio. Tais como:

  • apresentar o nome do dentista e o seu número de inscrição no CFO;
  • divulgar preços ou formas de pagamentos somente quando o potencial paciente perguntar;
  • nunca faça promoções de tratamentos ou produtos gratuitos na internet;
  • nunca apresente procedimentos sem comprovação científica. 

Outros canais que você pode utilizar nas estratégias de marketing para consultórios odontológicos são site e blog. E você deve investir em SEO para conquistar um bom posicionamento no Google, como já vimos. Você também pode usar as redes sociais para reforçar sua autoridade.

Marketing digital para empreendedores

Será que marketing digital para empresas é diferente de marketing digital para empreendedores? Não. O que muda é a capacidade de investimento. Mas como assim? Geralmente as empresas tem mais dinheiro para investir em muitas estratégias de marketing.

Enquanto que o empreender, principalmente quando está começando, não tem muita verba. Quando isso acontece, existem estratégias que são mais indicadas para ele, como o marketing de afiliados, por exemplo. Sem contar que nem sempre ele pode ter um site profissional.

Ou acesso a ferramentas de marketing mais robustas. Por isso, precisa encontrar as estratégias de marketing mais adequadas para a sua realidade. Assim, existem estratégias de marketing digital específicas para empreendedores. Tais como:

  • perfis nas redes sociais;
  • e-mail marketing; 
  • WhatsApp marketing;
  • links patrocinados.

À medida que o negócio vai crescendo, o empreendedor pode ir apostando em estratégias de marketing mais robustas, como ter um site profissional, fazer mobile marketing e fazer a gestão do relacionamento com o cliente através de ferramentas de CRM. 

Então, não importa o tamanho do seu negócio. Saiba que sempre haverá uma estratégia de marketing adequada para você.

Saiba tudo sobre empreendedorismo.

Marketing digital para restaurantes

Nossa última dica de como aplicar as estratégias de marketing digital em um nicho específico é o marketing digital para restaurantes. Com a pandemia causada pelo coronavírus, não há dúvidas de que fazer marketing para esse tipo de negócio foi um grande desafio.

E quais são as melhores estratégias de marketing para divulgar um restaurante na internet? O primeiro passo obrigatório é ter uma página no Google Meu Negócio e um site. Nele, você deve informar cardápios, preços, formas de pagamento e ter botões de reserva.

Além de dados para contato atualizados e links das redes sociais. Ah, não se esqueça que o seu site deve ser adaptado para dispositivos móveis e você deve utilizar as estratégias de SEO para conquistar as primeiras posições no Google.

Outra estratégia de marketing que não pode ser deixada de lado são as redes sociais, principalmente o Instagram e o YouTube. Isso porque são canais de comunicação focados no visual e como seu produto tem esse tipo de apelo, você precisa apostar neles.

Outro canal de divulgação que você pode utilizar, além das redes sociais, são os sites de avaliação, como o TripAdvisor. Muitas pessoas buscam referências nesses tipos de sites antes de entrar em contato com a empresa. Então, não deixe de pedir para seus clientes deixarem suas avaliações por lá.

Por fim, desenvolva seu próprio aplicativo para que os clientes possam fazer pedidos através para que você não precise abrir mão de parte dos seus ganhos. Caso isso não seja possível, insira o seu negócio em aplicativos de comida disponíveis na sua região. 

Pronto para melhorar as suas vendas com as estratégias de marketing digital?

O segredo para colocar em prática as estratégias de marketing digital com sucesso, gerando performance para a sua empresa, é colocar-se no lugar do seu consumidor. Em vez de parecer um vendedor insistente, tenha como prioridade resolver os problemas do seu público, fornecendo conteúdo relevante e de qualidade. 

Dessa maneira, com o tempo, sua empresa será vista com familiaridade pelo público, e isso irá auxiliar a decisão de compra. Também tenha sempre em mente a analogia do edifício: primeiro, construa a fundação e defina os seus pilares do marketing digital. 

Depois, aos poucos, vá acrescentando os seus andares, dominando cada estratégia e consolidando a imagem da sua marca. Agora que você já sabe tudo sobre estratégias de marketing digital, pronto para montar seu plano de marketing com elas?

Gostou do nosso conteúdo sobre estratégias do marketing digital e as estrategias de marketing? Se você precisar tirar dúvidas fale agora mesmo com um especialista.

Se gostou desse artigo nos acompanhe nas redes sociais e confira muitos outros conteúdos exclusivos. Estamos no Instagram ou no YouTube!

 

e aí, GOSTOU? COMPARTILHE!

vamos CONVERSAR?

Você tem uma ideia que precisa tirar do papel?