Marketing de Performance

Marketing de Performance

Blog   ·  Criado em 17/10/2019   ·   Atualizado em 19/04/2021   · ​ 28 minutos

Marketing de Performance

Qual é a primeira coisa que te vem em mente quando falamos a palavra “performance”? Ao olhar o significado desse termo em um dicionário, podemos encontrar a seguinte descrição: “ato ou processo de realizar algo; atuação, desempenho”. Agora trazendo para o mundo do marketing, o que significa marketing de performance?

Conquistar grandes performances passou a ser o objetivo de qualquer pessoa, mas com o termo “performance” passou a assombrar muitas empresas e em alguns lugares até proibiram que ela fosse citada nas reuniões.

Hoje encontramos muitas pessoas e negócios competentes, mas que não conquistam grandes performances. Isso não é diferente no mundo do marketing, uma área que precisa de um bom desempenho para ter sucesso nas vendas.

Entre muitos significados da palavra performance, aquela que podemos destacar é “fazer com que as pessoas façam algo que queremos, de uma forma que contribua para os objetivos do negócio.”

Em resumo, é isso que performance significa. Ficou curioso como isso se aplica ao mundo de uma Agência de Marketing? Continue a leitura para entender enfim o que significa marketing de performance e porque você precisa investir nessa estratégia para que o seu negócio conquiste grandes performances, mais precisamente, conquiste grandes performances no mundo digital.

O que é marketing de performance?

Entenda o que é marketing de performance?

Quando paramos para analisar a etimologia da palavra performance, descobrimos que esse termo é de origem inglesa e, se a traduzirmos literalmente, ele significa “desempenho”.

O marketing de performance, ou marketing de desempenho, é uma combinação de estratégias de marketing e publicidade online pagas que, juntas, possuem o único objetivo de gerar vendas para um negócio.

Esse é um dos tipos de marketing bem específico e engloba aquelas ferramentas de publicidade em que os anunciantes pagam por ações específicas que podem ser leads gerados, uma venda, um clique ou qualquer outra ação escolhida durante a execução da campanha de anúncios.

Você basicamente cria uma campanha de marketing digital e veicula um grupo de anúncios. Ao invés de ser cobrado por cada visualização feita, você será cobrado por desempenho, assim que uma ação for concluída.

O mercado de anúncios pagos é uma das maiores fontes de vendas para todos os tipos de negócios, de todos os tipos de segmentos. A melhor parte é que essas ferramentas podem ser manipuladas por qualquer pessoa e são normalmente usadas por empresas de marketing digital, profissionais do marketing e até mesmo por empresários.

A diferença está na experiência e conhecimento de mercado e outras skills de marketing que influenciam a maneira como o público reage aos anúncios veiculados.

Existem vários tipos de canais de marketing pago. Confira a seguir os mais populares entre as empresas dentro do marketing digital.

Canais do marketing de performance

Existem muitos canais que podem ser usados pela estratégia do marketing de performance, os mais populares são:

Publicidade nativa

A publicidade nativa, termo traduzido do inglês Native Advertisin (ou Native Ads), é um termo dado a publicação de conteúdos pagos em um determinado canal, que combina perfeitamente com o contexto em que é inserido, ou seja, segue a mesma estética e formato de mídia em que eles aparecem.

Essa estratégia é bastante aplicada nos feeds das redes sociais ou como conteúdos recomendados em sites de notícia.

Quantas vezes depois de ler alguma notícia em um portal muito conhecido você encontra recomendações de conteúdos semelhantes que podem te interessar?

Muitos dessas “recomendações” são conteúdos publicitários camuflados, que anunciam sem chamar muito a atenção do seu público. Ou seja, sem “dar muita bandeira” de que são anúncios pagos.

Apenas para não esquecer, os três tipos de conteúdo de publicidade nativa são:

  • Anúncios “in-feed”. Aqueles que aparecem nos feeds das redes como Facebook, Instagram ou Twitter.
  • Links patrocinados e em resultados de busca (Google Ads). Links de anúncios que aparecem na parte superior dos resultados de busca do Google ou em sites parceiros.
  • Recomendações de conteúdo. Os artigos recomendados que aparecem logo abaixo do artigo que você acabou de ler. Essas recomendações são feitas por plataformas com nomes diferentes do portal de notícia que você está lendo. Exemplo: Taboola e Outbrain.

Aprenda como criar um portal de noticias.

Conteúdo patrocinado

O conteúdo patrocinado é considerado uma grande estratégia de marketing de performance, o que significa que ao criar um conteúdo, você pode sim aumentar significativamente as vendas do seu negócio.

O conteúdo patrocinado é muito usado entre influenciadores (os famosos influencers digitais) e sites focados em vender conteúdo.

Segundo o especialista Chad Pollit, “os artigos patrocinados abriram a porta para que as marcas se tornassem parte das conversas naturais com os consumidores dentro da esfera de seus ambientes de confiança.”

As pessoas buscam por informações e é por meio delas que hoje muitas empresas conseguem aumentar suas vendas. Criar blog pode ser um inicio.

Marketing de afiliado

Muitas pessoas pensam que marketing de afiliado e marketing de performance são a mesma coisa. Na verdade, o marketing de afiliado é talvez uma das formas mais eficazes dentro do marketing de performance.

Para o marketing de afiliado acontecer, três elementos são importantes:

  1. O varejista ou comerciante que tem algo a ofertar
  2. O Publisher (editor ou afiliado) que divulga a oferta
  3. Os gerentes de afiliados ou OPMs que faz a ponte entre varejistas e publishers.

Existem teorias que envolvem quatro elementos e não três. Eles são:

  1. O varejista
  2. O Publisher
  3. Redes afiliadas e plataformas de rastreamento
  4. Os gerentes de afiliados

Os publishers são responsáveis pela divulgação do produto ou serviço em oferta e recebem uma comissão por cada venda efetuada.

Algumas informações que devem ser levadas em consideração, como:

  • O marketing de afiliados está crescendo e é responsável por aproximadamente 15% da receita do marketing digital
  • Os publishers geralmente adotam uma abordagem nativa para o marketing de afiliados, incorporando links de produtos entre conteúdos orgânicos (aqueles conteúdos que não são pagos e focam na otimização do conteúdo – SEO)

Aprenda como funciona o marketing de afiliados.

Publicidade nas redes sociais

As empresas podem vender usando as redes sociais como Instagram, Facebook, Twitter, Pinterest, LinkedIn e TikTok. Basta saber em qual rede social seu público é mais engajado e marcar presença ali.

Quando você usa as redes sociais como um dos principais canais de divulgação, tende a combinar o marketing de influência com estratégias de publicidade paga, ou uma das duas separadamente.

As métricas de desempenho para a publicidade nas redes sociais é o monitoramento por meio de engajamento como curtidas, compartilhamentos, comentários, cliques, vendas e checkouts.

Vale lembrar que você precisa focar naquela rede sociais em que o seu público é mais engajado. O LinkedIn, por exemplo, é uma rede social que atende profissionais e empresas, muito diferente do TikTok que é focado em jovens que querem se divertir e compartilhar vídeos engraçados com seus amigos.

Procure encontrar uma consultoria de marketing digital para te ajudar com essa publicidade.

Marketing de busca (SEM – Serch Engine Marketing)

Essa é uma estratégia conhecida como pay-per-click (PPC) ou como publicidade de pesquisa paga. Sua função é veicular anúncios durante as pesquisas feitas. Quer acertar nessa estratégia? Então busque por uma consultoria Google Ads.

O SEM é uma estratégia muito conhecida por causa do Google Ads, uma das ferramentas líderes neste segmento. Ele funciona quando um anunciante paga para que seus anúncios apareçam durante as pesquisas feitas por determinadas palavras-chave e paga pelos cliques feitos em seus anúncios.

A palavra-chave é a alma do SEM e por isso deve ser escolhida com todo cuidado para que a campanha de anúncio pago seja um sucesso.

Google quanto é que custa o SEM?

Os benefícios em usar o marketing de performance

Entenda os benefícios em usar o marketing de performance

O marketing de performance é focado em gerar resultados positivos para o negócio, ou seja, gerar novas vendas. Só isso é um grande benefício para qualquer negócio investir nessa estratégia.

Porém, existem outros grandes motivos para aplicar as estratégias do marketing de performance, como:

Fácil mensuração e rastreamento de dados

O marketing de performance se concentra em melhorar o desempenho de um negócio que possui objetivos específicos como cliques, impressões, leads e vendas.

O marketing digital, diferente do marketing tradicional offline, é formado por canais capazes de rastrear, monitorar dados e usá-los para tomar decisões inteligentes sem gastar dinheiro ou atingir um público que não está interessado em sua oferta.

Alcance de novos públicos difíceis de serem alcançados

Com um plano de marketing de performance bem planejado e com a segmentação de um público-alvo, é possível que empresas de todos os tamanhos e segmentos atinjam até mesmo aquele público difícil de ser alcançado.

Assim como no mundo dos negócios, no marketing digital conhecimento de mercado é poder. Quando mais segmentada for a sua campanha de marketing, maiores as chances de converter, atrair o público que vai comprar a sua proposta e gerar tráfego qualificado para seu site, loja virtual ou landing page.

Você paga apenas pelo resultado

Nenhuma empresa quer gastar dinheiro com um marketing que não traga resultados.

Com o marketing tradicional você injeta muito dinheiro para veicular anúncios em canais de grande massa. No final de cada campanha, além de não saber qual foi o desempenho da campanha, atinge a massa e não um público segmentado.

Dentro do marketing digital isso é totalmente diferente. Quando, por exemplo, você opta pelos anúncios nas redes de pesquisa do Google Ads. Você pode escolher pagar por impressões dos anúncios (visualização) ou por pagar por metas feitas como cliques no anúncio, conversão, preenchimento de formulários ou até mesmo vendas.

Você tem cada vez mais controle sobre o orçamento e sabe como e com quem ele está sendo gasto. A melhor parte é que, se a sua campanha não estiver gerando os resultados esperados, você pode alterá-la no meio do caminho e continuar. Essa é uma ação que faria muitas empresas perderem muito dinheiro no marketing tradicional.

Entenda melhor sobre gestão de trafego.

Possibilidade de investir em vários canais simultaneamente

O marketing digital te permite investir em vários lugares ao mesmo tempo, o que significa que é possível fazer diversos testes e saber o que funciona e o que deve ser abandonado.

Quando algo não dá certo, você não precisa continuar gastando o seu orçamento com algo ineficaz, mas pode transferir todo o orçamento para algo que realmente funciona para o seu público.

Por isso não é possível dizer qual ferramenta é melhor e eficiente para o seu negócio. Vai depender muito do seu público e sua oferta.

Informações sobre marketing de desempenho que você precisa ficar de olho

Marketing de Desempenho

Confira algumas informações que são importantes sobre marketing de performance:

Impressão

A impressão é a entrega do anúncio ao usuário, mais especificamente, este dado mostra quantas vezes o seu anúncio foi exibido.

Vale ressaltar que a quantidade de impressões não é equivalente ao número de pessoas que visualizaram o seu anúncio (visualização única). Um mesmo usuário pode ter diversas impressões do seu anúncio durante o dia ou pesquisa.

Cliques

Quando um usuário clica em seu anúncio, significa que um objetivo foi alcançado, ou pelo menos meio caminho foi andado já que você conseguiu atrair a sua atenção. Desta forma, a quantidade de cliques revela que o seu anúncio está atendendo a alguma necessidade do público.

Engajamento

O engajamento acontece quando um usuário interage com o seu anúncio em qualquer canal de divulgação. É por meio das métricas de engajamento que você pode observar a qualidade do seu anúncio.

Um engajamento pode ser contabilizado com cliques, likes, comentários e compartilhamentos do seu anúncio. Quanto maior foi o seu engajamento em uma campanha de anúncios, maior é a interação do seu público.

Lead

O termo lead é muito conhecido pela equipe de vendas e marketing, ele é o usuário que interagiu com o seu anúncio, um desconhecido que se transforma em um possível cliente.

Quanto mais segmentado for o seu anúncio, mais qualificado será o seu lead. Um erro cometido com frequência por profissionais de marketing digital com pouca experiência, e até mesmo por pessoas que não querem contratar um profissional ou agência de marketing digital, é deixar a segmentação do seu público muito amplo.

Vender um produto ou serviço para um público que gosta de azul, mas mostra seu anúncio para um público que gosta de roxo é totalmente errado. Você pode até conquistar novos leads, mas com o tempo vai perceber que trabalhou para vender algo para pessoas que não serão convertidas. Ou seja, você perdeu tempo e dinheiro.

Como usar o marketing de performance

Marketing de Performance

Implementar o marketing de performance não é difícil, mas exige conhecimento de mercado, público e aquilo que está sendo vendido.

Antes de qualquer tipo de marketing for implementado, você precisa de um planejamento e definir metas e objetivos que devem ser alcançados com as suas campanhas de marketing.

É impossível mensurar a performance de qualquer campanha sem um objetivo em mente. Como saber que você chegou em algum lugar sem antes saber para onde se está indo?

O grande diferencial do marketing digital é a mensuração e análise de dados. Com eles, suas decisões são mais objetivas, claras e certeiras. Sem espaço para achismos ou deduções.

Para a sua campanha de marketing de performance gerar bons resultados a nossa recomendação é a contratação de um profissional experiente que saiba o que fazer o orçamento e como impactar as pessoas certas.

Confira algumas dicas que você pode adotar para construir uma boa estratégia de marketing de performance.

Fique atento aos detalhes

O planejamento é indispensável na hora de aplicar o Marketing de Performance, certo? Mas, como fazer isso?

A primeira dica é exatamente prestar atenção aos detalhes! Mais do que conhecer seu público, conheça também seus concorrentes e responda perguntas como:

  • o que as empresas do seu segmento têm feito para se destacar no mercado?
  • quais são os seus objetivos?
  • quais as estratégias?
  • como eles têm investido neste tipo de marketing?

Quanto mais você souber a respeito disso, melhor poderá aplicar suas próprias técnicas a fim de ter resultados!

Saiba quais os canais mais determinantes para o seu negócio e determine nesta fase qual o budget, ou seja, o capital disponível para uso nesta campanha.

Atente-se a fatores que são indispensáveis para ter bons números no fim da sua campanha.

Defina as métricas certas

Como mencionado, Marketing de Performance é uma estratégia focada especificamente em resultados.

Por isso mesmo, não tenha medo de saber exatamente quais estão sendo os seus números!

Pelo contrário, invista na utilização de métricas tais como as apresentadas a seguir:

  • CPA é o Custo por Aquisição, ou seja, o investimento que é feito para que um cliente chegue até o seu negócio virtual;
  • CPC é o Custo por Clique, logo o valor que foi destinado e pago pelo clique de um internauta no seu anúncio;
  • CPL é o Custo por Lead uma métrica bem específica que avalia quanto foi gasto para que um novo lead fosse criado para o seu empreendimento;
  • CPM que é o Custo por Mil Visualizações, talvez o menos conhecido entre todos os já citados, porém que aponta com clareza qual o investimento feito especialmente no Facebook e no Google para cada mil visualizações.

A avaliação de cada um desses custos possibilita que seja feita uma análise mais completa do ROI do empreendimento.

E, como você já sabe, ter o número do Retorno sobre Investimento na ponta da língua é indispensável para melhorar continuamente a sua estratégia no Marketing de Performance.

Faça as equipes de marketing e vendas trabalharem juntas

A terceira dica para ter um Marketing de Performance é trabalhar com as equipes de vendas e marketing ao mesmo tempo. Quanto mais envolvidas as duas áreas, melhores os resultados. E se existe algo para ajudar nisso é ter um bom sistema CRM.

Você sempre vai encontrar negócios em que essas duas áreas estão em conflito. Enquanto o marketing vende água, a equipe de vendas vende fogo e no meio fica o cliente/possível cliente sem saber qual dos dois ele escolhe.

Isso não pode acontecer.

Treine os dois times para que estejam prontos para atender com qualidade a demanda que surgirá em consequência da aplicação da sua estratégia. E vendam a mesma coisa.

O aumento no tráfego no seu site deverá ser um dos grandes destaques. Garanta que todos saibam administrar esse novo giro a fim de que um maior número de negócios seja fechado.

Atente ainda para o fato de que seu site deve estar pronto a receber esse maior número de visitas. Garanta que o sistema esteja rápido e eficaz para que um maior número de usuários siga pelo funil se convertendo em leads e potenciais clientes.

Funil de Vendas para o Marketing de Performance

Tudo é importante dentro do marketing digital, afinal são muitos os concorrentes que querem aproveitar os seus benefícios.

O marketing de performance é uma estratégia focada em gerar bons resultados para um negócio. É uma maneira de ser direta nas vendas, trabalhar sempre com objetivos e metas possíveis de serem alcançados. Caso o seu objetivo seja vender a marca, ou seja, branding, essa não é a estratégia que você deve usar.

Gostou do nosso conteúdo sobre Marketing de Performance? Caso você queira saber como implementar essa estratégia de vendas em seu negócio, sobre criação de sites ou qualquer outra estratégia de marketing digital, fique à vontade para tirar suas dúvidas conosco.

e aí, GOSTOU? COMPARTILHE!

vamos CONVERSAR?

Você tem uma ideia que precisa tirar do papel?