curso de vendas
Marketing Imobiliario

Marketing Imobiliario

dicas para gerar mais vendas?

Blog   ·  Criado em 10/06/2020   ·   Atualizado em 10/06/2020   · ​ 9 minutos

Marketing Imobiliario

Uma vez que o mercado imobiliário é muito competitivo e sempre muito dinâmico, ter um plano de copywriting para elaborar o Marketing Imobiliario Digital dos imóveis acaba sendo um diferencial competitivo que agrega valor à sua marca, gerando mais cliques, mais visibilidade, mais confiança e, portanto, mais vendas.

Hoje iremos abordar algumas dicas sobre o Marketing Imobiliario, mas antes veja essa videoaula:

Evite palavras-chave muito batidas

A descrição, juntamente com as imagens, é a primeira impressão de um imóvel que o seu lead pode ter. Esse, portanto, é um momento decisivo na captação da sua venda – e pode fazer muita diferença ao longo do processo, mesmo inconscientemente, pois as primeiras impressões valem muito.

E para fazer uma descrição que de fato chame a atenção e agregue valor, evite usar adjetivos já muito desgastados e que encontramos em todo lugar, como: maravilhoso; luxuoso; linda casa.

Esses adjetivos genéricos podem acabar dando a impressão de falsidade, sendo que às vezes uma descrição mais “técnica” e poderia acabar sendo até mais efetiva. Você pode procurar no dicionário de sinônimos, ou no dicionário criativo, termos semelhantes aos que você já usava, e trocar. Por exemplo: linda casa → casa fascinante.

Os detalhes farão toda a diferença no seu Marketing Imobiliario.

E, indo mais além, você pode elaborar uma imagem mais concreta sobre o imóvel, que dê valor às fotos. Por exemplo: ao invés de “vista maravilhosa para o mar”, prefira: “acorde todas as manhãs com o ar da maresia e o sol do mar, dentro da sua casa.”

Além de chamar a atenção, uma descrição como essa também vai tornar muito mais memorável o seu imóvel.

Entendeu o poder das palavras-chave para o Marketing Imobiliario?

O que o imóvel proporciona ao seu público?

Vantagens do Marketing Imobiliario

Pense nos principais tipos de clientes de imóveis que você pode encontrar: casais com filhos; casais jovens sem filhos; estudantes; pessoas solteiras, etc.

Em seguida, veja, para cada imóvel, qual é o público potencial. Isso vai te ajudar muito na hora de fazer a descrição, pois assim você pode priorizar quais características vai ressaltar de cada imóvel.

Se é uma casa com 3 cômodos, provavelmente será para um casal com filhos – você pode ressaltar:

  • as escolas que estão perto;
  • parques públicos;
  • shopping centers;
  • dar uma descrição especial para o jardim da casa;
  • ou então para o espaço dos quartos.

Se for um apartamento com um quarto, pode ressaltar:

  • o comércio das redondezas;
  • as empresas por perto;
  • o acesso aos metrôs e ônibus;
  • academias e universidade.

Conhecer esses detalhes e o seu público fará muita diferença no Marketing Imobiliario.

Big Idea para o seu Marketing Imobiliario

Tenha em mente sempre uma única característica que o imóvel possui e que seja a sua principal.

  • O que ele possui de mais interessante?
  • Qual é a sua característica mais especial?

Isso independe se for uma mansão ou uma kit-net. Mas, ao pensar no fato principal do imóvel, foque sempre nisso quando estiver vendendo, e deixe essa ideia bem clara.

Algumas “grandes ideias” para um imóvel são:

  • a história do imóvel;
  • a abundância de espaço;
  • a praticidade;
  • a ótima localização;
  • o custo-benefício;
  • a arquitetura.

Conheça mais sobre big idea para o Marketing Imobiliario.

Use a tecnologia a seu favor

Hoje em dia se você quer fazer um Marketing Imobiliario moderno, fazer uso de softwares e aplicativos poderá fazer toda a diferença no seu projeto.

Por exemplo você pode contar com um CRM imobiliario para organizar todo o seu processo comercial, uma automação nos aplicativos de mensagens e até um fluxo de nutrição para leads.

Usar números para o Marketing Imobiliario preciso!

Em meio a tantas variantes, saber criar valor a partir de dados numéricos, pode ser algo que realmente chame a atenção.

Você pode fazer algumas pesquisas e colocar na descrição o quanto o imóvel pode render no futuro comprador se for, por exemplo, alugado: Potencial de retorno para investidores: R$ 2.000 a R$ 3.500 por mês.

Ou então, você pode usar números para falar das distâncias: 8 minutos a pé do metrô; 5 minutos ao centro comercial; etc.

Isso pode realmente ser um fator muito importante de valor! Mesmo que o comprador não seja um investido, ele/ela pode levar isso em conta, como um extra para o futuro.

Usar números para o Marketing Imobiliario agradará principalmente os clientes mais analíticos.

Crie conteúdos de valor no seu Marketing Imobiliario

Ter um blog ativo é uma ótima ideia para que a sua imobiliária gere confiança e autoridade. Com artigos de blog, você pode divulgar a sua marca em redes sociais, listas de e-mail e outros sites. Isso é base para um bom Marketing Imobiliario Digital.

Mas pense sempre qual é o tipo de conteúdo que você pode trazer que pode ser de fato útil para o público. Algo que de fato chame a atenção e desperte a curiosidade. Para isso, é muito importante não escrever como um “robô”, dando Ctrl-C Ctrl-V no Wikipédia… Ao contrário, você pode até ser bastante pessoal, e falar das suas experiências cotidianas e diárias, relacionados a esse ramo. É uma ótima oportunidade para você ser mais “pessoal”, uma vez que a maioria das imobiliárias são muito genéricas. Mostrar que existem pessoas por de trás desse serviço, que há um gerente ou CEO humano, vai trazer confiança e conexão com seus Leads.

Testar o Marketing Imobiliario

Se existe uma grande vantagem no Marketing Imobiliario Digital são as possibilidades de monitoramento e testes.

Passamos algumas dicas sobre Marketing Imobiliario mas recomendamos testar cada uma delas para que você consiga vender mais.

Se você precisar de ajuda para implementar o Marketing Imobiliario pode falar com um Higer perto de você.

e aí, GOSTOU? COMPARTILHE!

vamos CONVERSAR?

Você tem uma ideia que precisa tirar do papel?