marketing direto
Tudo sobre

Marketing Direto

Blog   ·  Criado em 04/11/2019   ·   Atualizado em 12/06/2020   · ​ 17 minutos

marketing direto

Sabe aquele folheto com as promoções do mercado? Aquela caneta que você ganhou de brinde? Ou até mesmo ligações de telemarketing que nem sempre agradam?

Pois é, essas são abordagens do Marketing Direto!

Enquanto os outros tipos de marketing são mais sutis e procuram educar os consumidores antes efetuar a venda, o marketing direto é totalmente explícito e busca de forma evidente promover produtos e serviços para um público segmentado.

A sua principal característica é que as informações são compartilhadas com os clientes sem nenhuma interferência de terceiros, permitindo um diálogo mais pessoal entre a empresa e o consumidor.

Mesmo considerado por muitos uma estratégia tradicional, o marketing direto evoluiu, passou a atender mais canais de comunicação e continua gerando resultados positivos.

Quer entender um pouco mais sobre esse conceito e como ele funciona na prática?

Então vamos lá!

O que é marketing direto?

o que é marketing direto?

Marketing direto é um conjunto de ações que visa promover produtos ou serviços, usando canais de comunicação pessoais com públicos específicos.

E-mails, anúncios online, folhetos, mala direta, jornais, publicidade ao ar livre, mensagens de texto enviadas pelo celular, anúncios em revistas, cupons, brindes, telemarketing, websites e até mesmo distribuição de catálogos, são alguns exemplos de marketing direto.

O seu diferencial é que dispensa todo o processo do funil de vendas utilizado pelos outros tipos de marketing, (o que leva mais tempo até chegar aos resultados), oferecendo uma abordagem mais ágil e direta.  Seu único propósito é estimular uma ação, que pode ser a compra de um produto, a contratação de um serviço ou algo mais simples como o preenchimento de um formulário.

O Marketing direto ontem e hoje

O marketing acompanha a evolução tecnológica e o comportamento humano, sendo assim está sempre se adaptando a novas realidades. Com o marketing direto não foi diferente, ele evoluiu com o passar dos anos, mas até pouco tempo estava totalmente limitado a mala direta, telemarketing, televendas, brindes e panfletos.

Hoje, diante da revolução digital ele transcendeu aos meios tradicionais (que continuam sendo usados), mas há também novas formas de praticar o Marketing Direto, como e-mail marketing, anúncios online, mensagens via WhatsApp, cupons de descontos e outras ações digitais personalizadas.

A diferença é que, na era digital, ficou muito mais fácil se relacionar com os clientes, pois existe a possibilidade de armazenar seus dados, monitorar seu histórico de compras, mais canais para contato, entre outros. Todas essas novidades ajudaram a aperfeiçoar o marketing direto e trouxeram mais funcionalidade para as suas abordagens.

Qual a diferença entre marketing direto e marketing indireto?

Enquanto o marketing direto envolve a comunicação direta entre clientes e possíveis clientes de maneira individual, quase que exclusiva, o marketing indireto envolve técnicas de marketing que conversam com um público mais "aleatório".

Um não substitui o outro, são apenas alternativas diferentes de estratégias que se diferenciam pela abordagem, mas que até podem agir de maneira complementar.

Com o marketing direto as empresas conquistam um retorno mais rápido, os ganhos podem ser mensurados com mais facilidade e a campanha é construída para um público específico.

Já as técnicas de marketing indireto exigem muito mais tempo para gerar resultados. O objetivo do marketing indireto é construir uma imagem de uma empresa na mente de um público. Por isso é muito mais demorado para gerar resultados que o próprio marketing direto.

Qual é a melhor opção? Não existe uma resposta exata para esse tipo de pergunta. Você pode optar pelas duas opções ou focar em apenas uma.

Tudo vai depender daquilo que você precisa e o tempo que tem para alcançar.

Como o marketing direto estimula os consumidores a comprarem?

Esse estímulo se desperta através das famosas CTAs (ou Call to Action), que são chamadas para ação que influenciam os possíveis clientes a se conectarem com o anúncio. Normalmente essas chamadas são formadas por verbos no imperativo, que agem como gatilhos mentais gerando uma reação.

Uma das CTAs que mais se destacam são as que oferecem um caráter de urgência, pois quando uma promoção tem tempo limitado, o consumidor se sente na necessidade de sair da indecisão e tomar uma atitude para não perder a oportunidade.

Alguns exemplos de CTAs usadas no marketing direto são:

  • Aproveite! Promoção com tempo limitado!
  • Últimas vagas!
  • Visite nosso site!
  • Ligue agora mesmo para saber mais informações
  • Inscreva-se em nosso canal do YouTube
  • Compre agora!
  • Assine já!
  • Experimente grátis por 7 dias!
  • Participe!
  • Escolha o seu!
  • Fale com a gente!
  • Agende uma visita!

E não se esqueça de usar histórias chamativas para o seu marketing direto.

Como analisar os resultados do marketing direto?

A mensuração do sucesso de uma campanha de marketing direto é medida através do alcance das metas predeterminadas no planejamento. É importante analisar todos os aspectos, desde o número de pessoas que fizeram um contato inicial, até as que realmente efetuaram a compra.

Pontuar itens como esses ajudam a mensurar os resultados com mais facilidade

  • Quantos clientes foram abordados?
  • Quantos responderam à mala direta?
  • Quantos compraram?
  • Num nível mais avançado, respostas como:
  • Por que comprou?
  • Por que não comprou?

Todas as respostas podem ser obtidas com uma campanha de telemarketing, ou em uma pesquisa de satisfação.

Quando uma campanha é direcionada para um público em potencial, a performance é muito mais eficaz e assertiva. Definir o seu público, como vai falar com ele e escolher o melhor canal de comunicação são os passos decisivos para o sucesso da sua campanha.   

Se errar qualquer um desses três itens, você pode não atingir um bom alcance e conversões.

O que torna o marketing direto tão importante?

Existem vários motivos que mostram o quão importante o marketing direto pode ser para o seu negócio. Vamos conferir alguns deles!

Alcance seus clientes de maneira mais rápida

Uma campanha de marketing direto permite que você alcance o seu cliente muito mais rápido. Por exemplo, você pode optar por criar uma campanha de e-mail marketing ao longo do ano para relembrar seu cliente que você tem aquilo que ele precisa sempre. 

O potencial do e-mail marketing é que você pode criar uma campanha e 10 minutos depois ele já chegar na caixa de entrada do seu cliente. 

É uma estratégia eficiente

O marketing direto permite que você crie uma estratégia focado 100% em seu cliente e público. Pessoas que realmente se interessam pelo seu produto ou serviço. 

Focar nas pessoas que se interessam pelo seu negócio permite que o planejamento seja mais eficiente, inclusive na mensagem que você vai passar.

O marketing direto pode ser personalizado

Quando você conhece profundamente seu público, pode criar uma campanha de marketing direto totalmente personalizado. 

Por exemplo, você tem uma lista de endereço de todos os seus clientes. 

Você pode criar uma campanha de mala direta totalmente personalizado e que pode trazer grandes resultados para o seu negócio. 

Use todas as informações que você tem para personalizar sua mensagem e atrair a atenção de cada cliente.

As vantagens do marketing direto

Sabe quais benefícios o marketing direto pode trazer para o seu negócio?

Aumenta suas vendas

Os clientes buscam por empresas que entendem suas necessidades, seus problemas e possuem uma solução para todos eles, mas existem aqueles que querem construir um relacionamento pessoal duradoura.

O marketing direto permite que esses dois tipos de clientes sejam alcançados.

Além de apresentar aos clientes tudo o que uma empresa pode fazer, o marketing direto é uma grande estrela na hora de construir um relacionamento entre negócios e clientes.

Quando um negócio entende o que precisa fazer para melhorar suas vendas e seu relacionamento com seus clientes, vender deixa dei ser um monstro de sete cabeças.

Possibilita ações diretas focadas na lealdade do cliente

Essa estratégia permite que você, ou sua equipe de marketing, personalize mensagens e ofertas para seus clientes e isso fortalece a conexão entre as duas partes.

Você vai perceber que é muito comum combinar técnicas de marketing direto com programas para fidelizar clientes para construir um vínculo.

O clássico cupons de descontos são um dos exemplos de marketing direto, envio de cartões (ou e-mails) de aniversário, convites exclusivos para grandes eventos e muito mais.

Ajuda a impulsionar novos negócios

O marketing direto permite que o cliente mantenha uma comunicação direta com sua base de clientes. Isso possibilita o lançamento de novos negócios e novas vendas.

Como aplicar os exemplos de Marketing Direto

Antes de mais nada faça um teste, selecione um pequeno grupo diante de todo o seu público-alvo e aplique primeiro com eles. Dessa forma, poderá localizar possíveis erros estratégicos e corrigi-los sem perder grandes investimentos na ação, o que garante também muito mais assertividade da campanha.

Estímulo

Um produto é oferecido dentro de uma condição bastante favorável. Isso estimula o cliente que já tinha interesse em comprá-lo.

Urgência

É estabelecido um prazo de validade curto, para influenciar o cliente a tomar uma decisão de compra mais rápido que o normal.

Comparava-se as condições normais com as condições especiais.

Além das duas premissas básicas da abordagem, o marketing direto tem algumas características indissociáveis, elas são:

Segmentação

Presume-se que uma campanha de marketing direto seja precedida de um trabalho de pesquisa, que identifique as pessoas corretas a serem abordadas. 

Muitas empresas gastavam muito dinheiro com campanhas de marketing direto e fracassavam, porque trabalhavam em cima de um público genérico, sendo muito mais difícil gerar resultados satisfatórios.

Além disso, abordagens via telemarketing tendem a gerar aborrecimento e insatisfação com a marca em pessoas que não possuem perfil para o produto específico.

Comunicação persuasiva

A linguagem do marketing direto é própria e difere da publicidade.

Enquanto essa última se preocupa em fazer com que as pessoas conheçam o produto, no marketing direto é presumível que elas já o conheçam e tenham por ele algum interesse.

Logo, a comunicação deve ser feita no intuito de mostrar a grande oportunidade que está sendo oferecida.

Vantagem real

Em hipótese alguma, o marketing direto deve ser usado para oferecer vantagens que não são reais. Um bom exemplo do que não deve ser feito é estabelecer prazos para o encerramento de uma determinada condição e mantê-la por mais tempo ou indefinidamente.

Isso significa enganar o consumidor.

Honestidade sempre, lembre-se disso!

Estratégias de marketing direto

Você pode começar a adotar algumas estratégias de marketing direto para o seu negócio. Como:

- Emissão de cartões de fidelidade

- Marketing de guerrilha

- Emissão de cupons

- Recompensa para os clientes

- Experiências de compra ou serviços

Gostou do nosso conteúdo sobre Marketing Direto? Se você precisar de ajuda para criar estratégias de marketing direto para o seu negócio fale agora mesmo com a nossa equipe.

E AÍ, GOSTOU? COMPARTILHE e nos acompanhe nas redes sociais e confira muitos outros conteúdos exclusivos: estamos no Facebook, no LinkedIn, no Instagram ou no YouTube!

e aí, GOSTOU? COMPARTILHE!

vamos CONVERSAR?

Você tem uma ideia que precisa tirar do papel?