melhores franquias de sucesso

Melhores Franquias de Sucesso: descubra todos os segredos

Blog   ·   11/09/2019   ·   ​45 minutos

melhores franquias de sucesso

Nada como abrir um negócio próprio: gerir um empreendimento significa ter maior autonomia sobre o próprio trabalho, mais controle sobre a própria rotina, e quem sabe a tão sonhada independência financeira.

Mas você sabia que esse sonho tem tudo para se tornar realidade? Se você nunca pensou em abrir uma franquia, nós viemos para mostrar os segredos das melhores franquias de sucesso, ganhar mais dinheiro e ainda ter mais tempo para ficar com a família pode ser uma realidade.

As primeiras análises para investir nas melhores franquias de sucesso. Por onde começar?

1. Pense no tipo de negócio você gostaria de abrir

Pode parecer desnecessário pensar no seu gosto como empreendedor, mas saiba que isso vai fazer toda a diferença lá na frente.

Por traz das melhores franquias de sucesso, estão pessoas que amam o que fazem, então pensar no tipo de negócio que gostaria de abrir é fundamental.

Isso é importante porque você precisará investir, gerenciar e administrar um negócio, fazendo com que ele seja bem-sucedido.

E será ainda melhor se você tiver amor por esse empreendimento, não é mesmo? Portanto, em vez de sair procurando as melhores franquias de sucesso apenas por questões financeiras ou por serem negócios que estão na moda, invista seu tempo em algo que você realmente goste e com o qual se sinta confortável em trabalhar.

2. Como abrir uma franquia observando o mercado local

Se pretende abrir um negócio na região em que vive, procure observar o mercado local.

Verifique se há demanda e espaço para o tipo de serviço ou produto que está pensando em oferecer.

Como pode imaginar, não se trata de algo feito rapidamente, mas é essencial observar todos os detalhes para garantir que você conquiste uma boa fatia do mercado quando abrir as portas.

Por exemplo:

  • Existem muitos negócios parecidos na região?
  • Acha que essa pode ser uma forma inovadora de oferecer serviços em sua localidade?

Enquanto houver dúvidas, pesquise.

3. Faça o cadastramento

Em geral, o cadastro é o primeiro passo que se costuma dar quando o assunto é abrir uma franquia.

Mas achamos que, antes disso, vale a pena pensar melhor em suas prioridades e seus interesses como empreendedor, pesquisar o mercado e, só então, efetivá-lo.

Mas o que é esse tal cadastro? Vamos a ele! Normalmente, a franqueadora disponibiliza uma formulário, até mesmo pela internet, para que você responda, no intuito de identificar o seu perfil e os seus interesses, avaliando se você está aderente ao modelo de negócio.

Procure responder com bastante atenção às perguntas e toda a honestidade.

Esse cadastro ajudará a franqueadora a analisar se você se encaixa no perfil dos demais franqueados e se, assim como eles, está apto a tocar o tipo de negócio que procura.

4. Converse com os franqueados

Quem abre uma empresa precisa estar sempre fortalecendo o networking.

E, no caso de uma franquia, conhecer outros franqueados pode ser uma boa estratégia para estar sempre recolhendo informações sobre o negócio e pensando em ações de marketing e divulgação que favoreçam a todos.

Antes de abri-la, porém, a preocupação é outra.

A ideia é conversar com franqueados para saber se as relações com a franqueadora são tranquilas, se há diálogo e se o negócio é, de fato, rentável no dia a dia.

As melhores franquias de sucesso poderão responder:

  • Qual investimento inicial foi feito?
  • É preciso seguir com rigor a lista de fornecedores?
  • Há períodos do ano em que há mais ou menos procura pelos serviços oferecidos?
  • Como é o contato com a franqueadora?
  • Há treinamento oferecido pela franqueadora antes de iniciar a operação?
  • A franqueadora investe em melhorias constantemente?
  • Quais tecnologias utilizadas pela franqueadora?
  • Quanto fatura o melhor e o pior franqueado?

Procure conversar com pelo menos três franqueados.

Marque uma visita à operação, como um interessado no negócio, mas também vá como cliente, para conferir se o atendimento confere com a política da empresa.

Enfim, veja como a franquia funciona na prática e tente identificar possíveis problemas entre franqueados e franqueadora.

Sobre esses impasses, seja bastante crítico.

Veja se todos os franqueados com quem conversar fazem as mesmas reclamações ou se a dificuldade observada é algo localizado, que tenha mais a ver com o próprio franqueado do que com a franqueadora.

5. Analise, com atenção, o contrato e a COF

As melhores franquias de sucesso levam tudo isso muito a sério, observe tudo com muito cuidado.

Leia com bastante atenção o contrato, observando todas as cláusulas que especificam as responsabilidades do franqueado e as da franqueadora.

Fique atento aos valores que devem ser pagos e à periodicidade dos pagamentos.

Se for preciso, contrate um advogado e/ou um contador de sua confiança para ajudá-lo com a análise das contas e para entender melhor os seus direitos.

Ah! Você também deve receber a Circular de Oferta de Franquia (COF), que obrigatoriamente deve ser entregue 10 dias antes da assinatura do contrato.

Este documento mostrará todas as informações sobre o negócio, como a situação legal e financeira da marca — há algum tipo de pendência? —, o contato de franqueados que deixaram a operação e até os investimentos que a franqueadora está pensando em fazer.

6. Escolha o ponto com cuidado

Em geral, as franqueadoras dão toda a assistência ao franqueado para fazer a escolha do ponto.

E não é favor algum, afinal a localização do empreendimento precisa considerar diversos fatores, como:

  • a presença de potenciais consumidores na região;
  • o fluxo de pessoas e a legislação da cidade, que permitirá ou não o oferecimento dos serviços no local escolhido.

Caso a franqueadora não o ajude na escolha, fique tranquilo.

Ela se encarregará de aprovar o local que você indicar como possível ponto.

Veja se existe a possibilidade de trabalhar no modelo home office - em casa.

Uma vez que o lugar foi escolhido, os contratos foram assinados e os treinamento realizados, é hora de começar o trabalho! Seguindo os passos sugeridos aqui, você estará bem mais amparado ao investir nas melhores franquias de sucesso.

As melhores franquias de sucesso não são por acaso

Não se iluda com fórmulas mágicas, com conversas fáceis. Por traz de todas as melhores franquias de sucesso existem características comuns dos empreendedores de sucesso, vamos as principais:

1. Disciplina diária

Essa competência se refere à disposição e constância em fazer as coisas, mesmo que indesejadas a princípio.

Quando alguém possui disciplina, tem maiores chances de alcançar seus objetivos, se destacar das pessoas à sua volta e conquistar o sucesso.

Para tanto, é preciso saber gerenciar adequadamente seu tempo.

Todos os dias existem muitas tarefas que devem ser feitas, algumas importantes e outras nem tanto.

É preciso focar no que é importante, delegando ou eliminando as demais.

Uma ferramenta que pode ajudar nesse sentido é a matriz do tempo, que ficou conhecida pelo livro “Os 7 hábitos das pessoas altamente eficazes”. Grosso modo, consiste na divisão das tarefas diárias em: importantes e não importantes, depois urgentes e não urgentes.

2. Capacidade de planejamento

Um empreendedor de sucesso consegue olhar além do seu tempo, visualizar o futuro e se planejar para aproveitá-lo.

Para isso, ele define metas inteligentes, cria um bom plano de ação e coloca a “mão na massa”, assumindo riscos de forma calculada.

Essa capacidade faz com que ele fique um passo à frente das outras pessoas, sempre sabendo como seus objetivos serão alcançados.

O planejamento também permite observar os problemas por outros ângulos, facilitando a criação de estratégias e o pensamento “fora da caixa”.

Para desenvolver essa característica, é preciso pensar em como os resultados desejados podem ser alcançados, com soluções simples e eficazes.

Também é preciso deixar de ver os problemas como coisas ruins; na realidade, são excelentes oportunidades.

3. Habilidade interpessoal

Ninguém empreende sozinho.

Para que um negócio funcione, são necessários clientes, fornecedores, mentores, parceiros estratégicos, colaboradores e muito mais.

Por isso, outra importante característica é a habilidade de construir e manter relações interpessoais.

Muitas pessoas nascem com essa habilidade bem instaurada, mostrando-se naturalmente ativas, comunicativas e influenciadoras.

Outras desenvolvem-na ao longo da vida. Para isso, é preciso aprender a se comunicar — falar e ouvir — adequadamente.

Segundo o professor Albert Mehrabin, da Universidade da California, apenas 7% da eficácia da comunicação refere-se ao conteúdo dito.

Todo o restante, 93%, refere-se à linguagem não-verbal, como o tom da voz e as expressões físicas usadas durante uma conversa.

4. Propósito claro

Os empreendedores conseguem mover as pessoas à sua volta para agirem, mas, como? Um dos principais motivos é a existência de um propósito de atuação claro e inspirador.

Esse propósito vai além do dinheiro, envolve a construção de algo grandioso.

Para Simon Sinek, autor do livro “Por quê”, o propósito de um indivíduo diz respeito ao “por quê” ele faz o que faz.

Hoje, muitas pessoas sabem o que fazem (produto/serviço), sabem como fazem (método), mas poucos sabem por que realmente fazem (propósito).

Ainda existem outras ferramentas que auxiliam a definir um propósito claro, uma delas é a análise S.W.O.T. pessoal.

Consiste na definição dos seus pontos fortes e fracos, bem como ameaças e oportunidades que pode aproveitar.

Assim, terá um nível muito maior de autoconhecimento e senso de atuação.

5. Resiliência

Essa característica se refere à capacidade de continuar tentando, apesar das adversidades.

Sem dúvida, é uma das mais marcantes.

Imagine quantas histórias não existem de empresários que tentaram por diversas vezes antes de alcançar o sucesso?

Mesmo ao optar pelo modelo de franquia, que é muito mais seguro, é necessário que o empreendedor tenha resiliência.

Existem muitas dificuldades que devem ser vencidas, como a falta de disciplina diária e a concorrência cada vez mais voraz.

Uma forma de ser mais resiliente é reconhecer o erro como um aprendizado, algo capaz de subsidiar melhores decisões no futuro.

Após cada erro, o empreendedor está mais maduro, capaz de fazer escolhas mais assertivas e, portanto, mais próximo do seu sucesso.

6. Capacidade de liderança

Muitos empreendedores também são grandes líderes, que indicam o caminho a ser seguido e influenciam outros indivíduos na busca pelos resultados.

Como líderes, são protagonistas e gostam de estar à frente das situações para resolver os problemas que surgem.

O poder posicional não faz um líder, apenas um chefe. A capacidade de liderança precisa ser desenvolvida, assim como um atleta treina todos os dias para se aperfeiçoar.

No final, grandes resultados poderão ser alcançados.

A questão é: como desenvolver o potencial de liderança?

É preciso ser autoridade no que faz, colocar a “mão na massa” e assumir a responsabilidade por seus liderados.

Um verdadeiro líder atua de forma exemplar, inspirando outras pessoas por meio das suas ações.

7. Insatisfação contínua

Empreendedores de sucesso nunca estão satisfeitos com os resultados, querem sempre algo maior e melhor — e é justamente por isso que optam por começar algo próprio.

Essa mesma característica os tira da zona de conforto, estimulando uma alta performance.

Por isso, é possível ver a insatisfação como uma excelente característica, mas ela não pode ser confundida com a ingratidão.

Ser ingrato é deixar de reconhecer a importância das pessoas à sua volta, agindo com injustiça e eliminando alianças que poderiam ser valiosas.

Pessoas insatisfeitas também estão sempre em busca do autodesenvolvimento, realizando cursos e palestras para se tornarem melhores do que eram antes.

8. Humildade

Você tomar consciência que por maior que esteja sua franquia ou negócio próprio, pense que você ainda é pequeno, ou que está iniciando.

Como assim?

Imagine que você como sócio proprietário, presidente, diretor, ou seja qual for sua denominação dada, precisará trabalhar mais do que seus concorrentes.

Isso ajudará você conhecer detalhes da operação, além de economizar ou pelo menos deixar de perder dinheiro com ostentações que não são necessárias, e certamente ganhará mais espaço no mercado em que atua.

A arrogância e a soberba ostentam e sustentam muito bem a queda.

9. Parcerias certas

Quer chegar mais rápido então vá sozinho, mas, se deseja chegar mais longe faça ótimas parcerias, e tenha pessoas certas ao seu lado.

Já dizia o sábio - Me diga com quem tu andas que direi quem tu és.

Ande sempre bem acompanhado, com pessoas certas para cada posição, e não queira ser o super-herói de sua franquia, essa é nossa segunda dica.

Valorização do ser humano

Assim como seus colaboradores, fornecedores e até clientes dependem de você, você também depende deles.

Uma franquia ou negócio próprio com muita rotatividade de colaboradores ou clientes é complicado.

Estar perto das pessoas, se preocupar, se importar, e principalmente não querer ganhar fazendo as pessoas ao seu lado perder.

A franqueadora, seus colaboradores, fornecedores e parceiros precisam ser valorizados como seres humanos.

E lembre-se o financeiro não motiva, mas desmotiva.

Já vimos muitos empresários perderem colaboradores fundamentais para o negócio por não valorizarem como seres humanos, e eles precisam ser valorizados financeiramente também.

Assim como já vi muitos colaboradores, fornecedores e parceiros fiéis a negócios, por serem valorizados e respeitados.

Existem atitudes vencedoras em empreendedores e líderes que são simples, mas eficientes.

Um exemplo simples é você dar oportunidades de crescimento aos colaboradores internos e ajudá-los a alcançar seus objetivos, antes de buscar alguém no mercado, simples, mas uma valorização eficiente.

Com isso você valoriza o ser humano, o profissional, e, evita custos e riscos desnecessários em buscar alguém no mercado externo.

Uma atitude vencedora para investir nas melhores franquias de sucesso.

10. Seja inovador

No manual OSLO de inovação define que a inovação é trazer melhorarias para um processo, produto, serviço e até para um ambiente físico de trabalho, muitos empreendedores confundem inovação com algo inédito que não existe ainda.

Esteja em contato com a Franqueadora sugerindo as melhorias, isso precisa ser algo constante em sua franquia, esteja atento o tempo todo e em tudo.

Nem tudo poderá ser implementado, nesse caso não fique descontente, continue enviando as sugestões de melhorias.

Além disso, avalie melhorias em sua operação, como por exemplo o horário que você vai ao banco, que atende fornecedores e assim por diante.

Se a sua franquia é home based, você pode fazer melhorias no ambiente físico, nos horários e assim por diante.

Pense fora da caixa, saia por uns instantes das rotinas operacionais, analise por ângulos diferentes e pode ter certeza que poderá melhora algo em seus processos e fazer sua franquia decolar ainda mais.

11. Seja especialista

Lembra da dica de inovação que falamos acima? Então, sua oferta precisa ser única, e ter valores reais para seus consumidores, torne sua franquia algo singular.

A primeira ação é ir um pouco além do seu público-alvo e conhecer bem sua buyer persona, assim você terá uma comunicação bem assertiva e saberá como é seu cliente de forma mais profunda.

Depois para você se tornar um expert e fazer sua franquia decolar, você precisa entender muito sobre os produtos e serviços vai trabalhar na sua franquia.

Calma, se você não dominar o assunto, pode seguir por dois caminhos: 1) Estudar bastante – isso é bem recomendado independente do próximo item; 2) Use a dica que demos acima sobre parcerias certas – você pode buscar um sócio para sua franquia.

Todas as vezes que sua franquia tem as experiências e dedicação, existe mais chances de obter uma franquia de sucesso.

Portanto pise no acelerador e seja o primeiro colaborador de sua franquia, e aprenda a fazer de tudo.

Ter conhecimento e controle é primordial para todas as melhores franquias de sucesso.

Assim, é possível dar início a um processo de aprimoramento contínuo. Essas são as principais características.

Empreendedores de sucesso possuem muitas delas, empregando-as para ter as melhores franquias de sucesso.

O mais importante é que todas podem ser desenvolvidas, desde que tenha interesse e comprometimento.

Qual a melhor opção de investimento: franquia ou negócio próprio?

Confira agora e tire suas próprias conclusões entre os desafios e os resultados das duas possibilidades. Descubra qual é a melhor para você!

Vantagens da franquia

Quem abre uma franquia inicia a empresa a partir de um negócio pré-existente, contando com um planejamento de quem já está inserido no mercado com uma atividade testada pelo consumidor.

Naturalmente, esses fatores tornam o investimento mais seguro.

Além disso, com a assistência prestada pelo franqueador, o franqueado pode saltar uma série de etapas que precisariam ser cumpridas se ele optasse pelo negócio próprio, como as de programação visual e de divulgação do negócio, por exemplo.

Ao mesmo tempo, o franqueador oferece treinamento para a equipe que atuará na franquia e facilidades para a formação do estoque ou para a aquisição de equipamentos, conforme o caso.

Nesse ponto, cabe atenção para as vantagens das franquias de negócios baseados na internet.

Esse tipo de negócio permite ao franqueado trabalhar em casa, sem investir em estoque ou em equipamentos caros.

Mesmo assim, é possível obter uma ótima remuneração mensal.

Em resumo, é possível dizer que as franquias criam maior segurança para o investimento feito no negócio, são mais fáceis de montar e aceleram a obtenção de resultados.

Desvantagens da franquia

Na franquia, o franqueado é dono da empresa, mas não é dono do negócio.

Na verdade, o empreendedor está atrelado a um negócio maior, que adota diretrizes que nem sempre coincidem com as vontades que ele tem.

De maneira direta, o franqueador interfere em quase todos os aspectos da empresa.

Além dos produtos que serão vendidos ou dos serviços que serão prestados, entre outros aspectos, ele pode determinar qual será a decoração do estabelecimento e até a forma como os funcionários devem se vestir.

Ainda é preciso considerar que quem faz parte de uma rede de franquias não retém todo o faturamento, uma vez que, além dos royalties, precisará pagar a taxa de franquia a cada renovação do contrato e eventuais taxas de publicidade e marketing.

Outra desvantagem da franquia é não permitir que o empresário planeje a expansão do negócio de maneira independente.

É preciso considerar que cabe à rede definir a política de expansão e essa, muitas vezes, não vai ao encontro daquilo que o empresário pretende.

Vantagens do negócio próprio

Quem abre uma empresa inteiramente nova se coloca diante da perspectiva de desenvolver um novo ambiente no mercado que até então não existia.

Se o negócio parte da identificação de necessidades do consumidor que ainda não eram atendidas, as vantagens são ainda maiores.

Afinal, daí pode surgir um ramo de atividade inédito, no qual a nova empresa atuará como pioneira.

Outra vantagem é a independência. Com ela é possível crescer de acordo com as próprias possibilidades e com os próprios resultados. Todo o investimento feito na divulgação da marca e da empresa resulta em visibilidade para o próprio negócio, e não para uma rede.

Além disso, é claro, o faturamento é revertido integralmente para a própria empresa.

Desvantagens do negócio próprio

A independência do empresário também significa que ele correrá todos os riscos por conta própria. Quase sempre, mesmo após uma pesquisa profunda de mercado, as chances do empreendimento não ir para frente permanecem.

As dificuldades surgem de várias formas.

É preciso inventar produtos e processos, desenvolver conhecimentos, treinar pessoas, cativar e manter clientes, entre tantos outros desafios que o negócio próprio apresenta.

Além disso o empreendedor não contará com a segurança de toda uma equipe de planejamento, engenharia e processos que conta um franqueado.

Não é por acaso que, de acordo com dados do IBGE divulgados pela revista Época, a cada cinco empresas abertas três fecharam as portas.

Agora que você alguns segredos das melhores franquias de sucesso, compartilhe este post nas suas redes sociais e ajude outras pessoas a tomar as melhores decisões na hora de investir!

Estamos no Facebook, no LinkedIn, no Instagram ou no YouTube!

A missão das Franquias de Sucesso High Sales é difundir o empreendedorismo ajudando pessoas e negócios a performarem as vendas com marketing digital.

Transforme suas ideias em performance digital!

e aí, GOSTOU? COMPARTILHE!

vamos CONVERSAR?

Você tem uma ideia que precisa tirar do papel?