Entenda como funciona uma franquia e quais as suas vantagens

Como funciona uma franquia e quais as suas vantagens

Blog   ·  Criado em 02/09/2019   ·   Atualizado em 11/02/2020   · ​ 31 minutos

Entenda como funciona uma franquia e quais as suas vantagens

Se você, assim como outros milhares de brasileiros, deseja abrir o seu próprio negócio e acredita que o modelo de franquias pode ser uma boa alternativa, precisa saber como funciona uma franquia na prática.

Quando o assunto é franquia, muitas dúvidas acabam assombrando os empresários que buscam mais segurança para o seu investimento.

Quando se compra uma franquia, você ainda é seu próprio chefe? Os outros franqueados são concorrentes ou parceiros? Você precisa de habilidades especiais para operar uma franquia? Uma franquia é uma boa ideia?

Você tem o perfil de um franqueado? Como funciona uma franquia? O que é franchising?

Essas são algumas das muitas perguntas que podem tirar a sua noite de sono.

Antes de começar a leitura deste conteúdo, recomendamos que você assista nossa série de vídeos sobre franquias.

tudo sobre as melhores franquias

 

Neste conteúdo vamos te falar a verdade nua e crua de como funciona uma franquia. Preparados?

O que é franchising

Franchising é o termo que, em tradução livre, significa franquias.

Podemos definir uma franquia como um método de distribuição de serviço que envolve uma Franqueadora, o agente que estabelece um sistema de negócio.

E um Franqueado, o agente que paga royalties e uma taxa de franquia (taxa inicial) pelo direito de fazer negócios usando o sistema da Franqueadora.

Podemos dizer que uma franquia é quando você paga a alguém para usar sua estratégia de negócio, sua estratégia de marketing, sua estratégia de operação e o seu nome.

Na prática, podemos comparar uma franquia como a entrada em um clube exclusivo e privado:

comparativo sobre franquias: clube vs franquia

Você passa a fazer parte de uma rede exclusiva de negócios. 

Os agentes de uma franquia

Existem dois agentes que participam de um sistema de franquias:

- A Franqueadora (dona da marca). O agente proprietário da marca e do modelo de negócio. A Franqueadora licencia o uso da marca comercial e do modelo de negócio para o Franqueado usar em troca de uma taxa de franquia e o pagamento contínuo de royalties.

- O Franqueado (dono da franquia). É o agente que possui e opera um negócio que usa o sistema de marca comercial e modelo de negócio licenciado pela Franqueadora.

Esse agente:

- explora o direito de uso da marca da Franqueadora;

- atua em uma área exclusiva, ou não, determinada em conjunto com a Franqueadora;

- faz uso de todos os sistemas de negócio criado pela Franqueadora para alcançar as metas e para ser bem-sucedido.

os agentes de uma franquia

Franquia comercial e Franquia de distribuição

Existem dois tipos de franquias no mercado:

- Franquia comercial. Quando o Franqueado faz uso do nome comercial, produtos e serviços e de todo um sistema criado para que o negócio opere sozinho. O Franqueado, geralmente, recebe todo o suporte da Franqueadora para o desenvolvimento da sua comunicação, manuais, treinamentos, padrões da marca, controle de qualidade, estratégia de marketing e suporte consultivo aos negócios.

- Franquia de distribuição de produtos. As franquias de distribuição de produtos possuem um número maior de vendas. Exemplos de franquias de distribuição de produtos são os postos de gasolina e automotivas.

Como funciona uma franquia?

Digamos que você decidiu contratar uma franquia de marketing digital High Sales.

O primeiro passo é pagar uma taxa de franquia (taxa inicial) a partir de R$ 40 mil para ter o direito de uso da marca e acesso a todo o know-how da empresa.

Depois que toda a negociação é feita, o território definido e o modelo de operação (loja ou home office) escolhido, você passa por um treinamento metódico para ficar por dentro do negócio.

Isso significa que você vai aprender tudo sobre:

- os padrões de qualidade da High Sales;

- como funcionam todos os serviços e como executá-los;

- qual é o valor da marca vendido para os clientes; 

- como funciona o sistema de gestão de negócio;

- quais os métodos da operação;

- como funcionam as vendas e atendimentos;

- as táticas de pós-vendas;

- a padronização da marca.

O Franqueado tem acesso a todos os processos que deram certo para a Franqueadora alcançar o sucesso que é hoje.

A partir disso, o Franqueado deve seguir todas as diretrizes, sinalizações, padronização de comunicação e todas as demais informações exigidas pela Franqueadora.

O motivo? O cliente precisa ter a mesma experiência em qualquer unidade da rede de franquias.

Para ter acesso às informações de negócio e a tudo o que a Franqueadora tem a oferecer, o Franqueado vai pagar uma taxa mensal, o royalty.

É dever do Franqueado seguir todas as diretrizes, sinalizações, padronização de comunicação das Franquias.

E é um dos deveres da Franqueadora oferecer o apoio constante aos seus parceiros de negócio.

É importante saber que:

- o quanto você ganha vai depender de muitos fatores como: custos operacionais, abordagem, vendas, produção, capacidade de gerenciar e controle de  negócio;

- você se torna um parceiro de negócio uma vez que está pagando a alguém para usar sua estratégia de negócio, sua estratégia de marketing, sua estratégia de operação e o seu nome.

Por que uma marca franquia?

como funciona uma franquia as vantagens

Se um negócio dá certo, por que o transformar em franquia ao invés de abrir novas filiais?

Essa é uma pergunta que muitos empresários se fazem.

Vamos te explicar o motivo. 

Vamos pegar o território brasileiro.

Ele é gigantesco!

Temos 5570 municípios (mais o Distrito Federal) divididos em 26 estados.

Imagine você, como negócio, abrir uma filial em cada uma dessas cidades. Já imaginou o trabalho que isso daria? É inviável.

A Franquia é uma forma de encontrar parceiros de negócio que compartilham as mesmas ideias e propósitos de negócio.

Ao invés da matriz administrar várias unidades em um país e mundo, uma matriz vai encontrar parceiros que serão donos das suas unidades, mas que seguem o mesmo padrão

Uma franquia é uma estratégia de expansão

Ao invés de abrir diversas unidades que podem sair do controle, um negócio se transforma em uma franquia.

Isso permite que empreendedores tenha a oportunidade de investir o seu dinheiro em empreendimentos que já foram testados e assim, diminuir as chances do processo dar errado.

Uma franquia diminui custos, amplia a cobertura e aumenta o controle

Para uma empresa ter filiais o custo é muito alto. 

Mas com uma franquia um negócio pode ampliar a cobertura de atuação, conquistar mais clientes e mesmo assim manter o controle sobre a produção e o negócio.

Uma franquia reúne empresários com interesse mútuo

Você já ouviu aquela frase: “o sucesso de um é o sucesso de todos”?

Ela se encaixa perfeitamente no caso das franquias.

Uma franquia não é concorrente de outra da mesma rede. Elas são parceiras de negócio.

A Franqueadora determina uma área de atuação para cada franquia. Ela não pode ultrapassar seu limite para não comprometer o trabalho e desenvolvimento de outra unidade.

Uma franquia ganha força quando ganha novos franqueados

Muitas pessoas pensam, equivocadamente, que quanto mais franquias existem de uma determinada marca, mais fraca ela é.

Se fosse assim, o McDonald’s não teria mais de 37 mil lojas espalhadas em mais de 119 países pelo mundo. Ou o Subway não teria mais de 43 mil lojas em mais 112 países.

Na verdade, quanto mais lojas uma franquia tem, mais forte ela se torna. Mais pessoas interagem com a marca e mais bem-sucedida elas são.

Glossário básico sobre Franquias

- COF – Circular de oferta de franquia: é documento criado pela Franqueadora que apresenta todas as informações do negócio, como informações legais, obrigações, deveres e responsabilidades de ambas as partes.

- Contrato de franquia: documento que define todas as regras que guiam as relações jurídicas entre Franqueadora e Franqueado.

- DRE – Demonstrativo de resultado do exercício: relatório contábil de todas as operações financeiras de uma empresa.

- Estudo econômico de viabilidade financeira: demonstrativo de cenários viáveis que podem acontecer a uma franquia. Esse documento é analisado por um candidato a Franqueado.

- Ficha de pré-qualificação: esse documento reúne todas as informações necessário para a Franqueadora analisar se um candidato a Franqueado tem ou não o perfil para investir no negócio.

- Formatação de Franquias: é a análise de franqueabilidade, ou seja, a padronização de todos os processos para que um negócio passe a ser uma franquia e possa replicar o modelo de negócio de uma Franqueadora.

- Fornecedores homologados: trata-se de um procedimento em que uma empresa submete a outra, certas condições para garantir o fornecimento de serviços e/ou materiais.

- Franqueado: é o agente que possui e opera um negócio que usa o sistema de marca comercial e modelo de negócio licenciado pela Franqueadora.

- Franqueador ou Franqueadora: o agente proprietário da marca e do modelo de negócio. A Franqueadora licencia o uso da marca comercial e do modelo de negócio para o Franqueado em troca de uma taxa de franquia e o pagamento contínuo de royalties.

- Franquia: é o ato ou efeito de franquear; sistema de negócio onde o Franqueador cede ao Franqueado o direito de uso da sua marca, plano de negócio sob o pagamento de royalties todos os meses. 

- Franquia Home Based: franquias cuja operação é feita em casa.

- Fundo de propaganda: também conhecido como taxa de publicidade ou marketing, é o valor que a Franqueadora arrecada todos os meses para investir em ações institucionais que promovem a marca, seus produtos e serviços.

- Licenciamento: é quando é concedido o direito de uso de uma marca, imagem ou propriedade intelectual e artística registrada, que pertença ou seja controlada por terceiros. O licenciamento está dentro da franquia.

- Manual de operação: documento que determina para o Franqueado todos os processos de gestão e técnicas para a franquia funcionar. O seu formato estará descriminado na COF.

- Marca: segundo o INPI, “marca é um sinal distintivo cujas funções principais são identificar a origem e distinguir produtos ou serviços de outros idênticos, semelhantes ou afins de origem diversa”.

- Máster-franquia: é um franqueado que recebe benefícios extras por pagar mais. O máster-franqueado recebe maiores lucros, mas fica responsável pela gestão do negócio em determinada região e tem mais responsabilidades.

- Microfranquia: é uma franquia cujo investimento somando capital de instalação, capital de giro e taxa da franquia, não passa de R$ 90 mil.

- Royalties: é o valor que o Fraqueado paga a Franqueadora para usar sua marca e o seu plano de negócio.

- Taxa de franquia (investimento inicial): é o valor pago pelo candidato a Franqueador para ter direito ao uso da marca.

- Território ou área: é a região que a franquia vai operar. O território pode ser exclusivo (nenhuma outra franquia pode atuar na região definida) ou preferencial (caso a unidade não atenda às exigências, a Franqueadora oferece ao Franqueado a oportunidade de abrir uma nova unidade na mesma região, caso não queira investir, a Franqueadora vai encontrar outro Franqueado para fazer isso).

Está ficando mais claro como funciona uma franquia? Se precisar de algum esclarecimento pode entrar em contato diretamente com um especialista em franquia.

As vantagens em trabalhar com uma franquia

O modelo de franquias digitais oferece grandes vantagens para candidatos a franqueados conquistarem a sonhada independência financeira.

Conheça os principais benefícios desse negócio e confira mais detalhes de como funciona uma franquia.

Modelos prontos

O mercado de franchising cresceu em todo o mundo e no Brasil não foi diferente.

A competição para conquistar novos consumidores está cada vez mais difícil, e por isso, o apoio de um negócio bem-sucedido faz toda a diferença no final.

É isso que torna o modelo de franquias uma das melhores opção para investidores inexperientes ganharem a chance de competir em um cenário competitivo.

Os Franqueados têm acesso a processos de gestão, vendas e produção prontos e otimizados. Meio caminho andado para o sucesso.

Modelo já testado

Conquistar o mercado é uma tarefa que exige tempo, dinheiro e feeling

Começar a empreender do zero tem os seus méritos e a sensação é incrível, mas as chances do negócio ir por água abaixo e se transformar em um verdadeiro pesadelo é muito grande.

Para desenvolver um bom plano de negócio e conquistar um público fiel é necessário criar uma boa estratégia de marketing, oferecer um bom serviço e/ou produto, ter um atendimento de outro mundo e um pós-vendas especial.

Quando se trabalha com uma franquia essas soluções já vêm testadas, aprovadas pelo mercado e aprimoradas pela Franqueadora.

Ou seja: tudo o que o Franqueado precisa fazer é colocar em prática tudo aquilo que aprender durante os treinamentos e ter a ousadia de um vendedor incansável.

Isso torna bem mais simples a tarefa de administrar o negócio e o público, solucionar seus problemas e conquistá-lo mercado.

Aprendizado ininterrupto: treinamentos e suporte

O conhecimento oferecido pela Franqueadora é uma das ferramentas que vai ajudar o Franqueado a alcançar o sucesso.

Com seus métodos de eficiência comprovada, as Franqueadoras podem manter seus parceiros preparados para conquistar e expandir.

Com seminários, cursos e com o próprio know-how da franquia, os gestores aperfeiçoam seu desempenho.

Essas reciclagens periódicas são características das franquias de sucesso, mas com o avanço do digital, elas ganharam mais dinamismo e estão à disposição no momento que o Franqueado mais precisa.

Economia de escala

Em uma franquia como a High Sales, por exemplo, os franqueados podem trabalhar com a economia de escala. 

Você deve se perguntar como é que isso funciona e nós te respondemos.

Dentro do marketing digital existem muitas áreas de atuação e por causa da sua amplitude, fica difícil uma única agência oferecer todas elas.

A vantagem da High Sales é que que existem várias unidades e todas oferecerem a base do marketing digital, mas cada uma possui a sua própria especialidade.

Ou seja, os franqueados colaboram entre si para manter o custo dos projetos reduzidos, sem perder a qualidade e excelência do serviço.

Flexibilidade

Muitos empresários buscam a liberdade. E muitas franquias que atuam com a opção home based podem oferecer isso esse objetivo.

É possível que toda a operação de uma unidade de franquia atue de forma flexível, sem sair de casa e sem se preocupar com o trânsito e o caos das grandes cidades.

Muitas das suas obrigações serão resolvidas por telefone, e-mail, vídeo conferência e outros recursos de comunicação remota.

Bem interessante, não é mesmo?

Um dos muitos exemplos práticos dessa flexibilidade foi o caso do Sócio Franqueado Ronaldo Fávero e a Sócia Franqueada Vanessa Minozzo, um dos franqueados das Franquias de Marketing Digital High Sales, que depois de deixar uma carreira promissora como gerente de banco, decidiu apostar na franquia de marketing digital como uma oportunidade de trabalhar em um mercado promissor e com uma ferramenta intuitiva.

Nesse caminho, as franquias de marketing digital, como vimos, podem ser um negócio interessante para explorar esse modelo de forma rentável e promissora.

Além disso, as franquias oferecem: 

- a independência da propriedade de pequenas empresas, mas com o suporte e benefícios de uma rede de grande empresa;

- todo o treinamento necessário para que o modelo de negócio seja aplicado, o que significa que não precisa ter experiência na administração de um negócio;

- uma taxa de sucesso muito mais alta do que as empresas iniciantes.

Os desafios de como funciona uma franquia

Além dos benefícios, existem alguns desafios que muitos investidores encontram na hora de optar por uma franquia.

É muito importante que o empresário faça uma análise completa do COF para saber se aquela é uma opção que se encaixa com a sua forma de fazer negócios.

Os principais desafios que muitos encontram nas franquias são:

- Direitos e obrigações definidos. Existem empreendedores que conseguem trabalhar seguindo regras e outros não. Existe certo e errado? Não. 

Apenas perfis diferentes. Se você não gosta de padronização. As franquias podem não ser uma boa ideia.

- Pagamento de taxas mensais. Existem candidatos a franquias que não concordam com o pagamento de royalties mensais as Franqueadoras. Para evitar atritos no futuro, a opção de franquia para investir deve ser descartada. Nesse caso é melhor um negócio do zero, mas acreditamos que os custos serão bem maiores.

- Processos e padrões exigidos. As franquias trabalham seguindo regras, processos e padrões de produção.

Essa acaba sendo um dos maiores desafios para muitos empresários. 

Principalmente quando eles possuem muita criatividade e querem fazer algo personalizado para sua franquia. 

As Franqueadoras estão sempre abertas a sugestões e ideias. Mas antes de uma franquia colocá-las em prática, precisam ser aprovadas pela franqueadora. 

- As restrições na venda de uma franquia. Diferente de qualquer outro negócio, uma franquia não pode ser vendida para qualquer pessoa. O comprador precisa ser aprovado pela franqueadora.

Do mesmo jeito que um franqueado passou por todo um processo de seleção para ser aprovado, o novo comprador deve seguir o mesmo caminho antes de comprar uma franquia

Essas são algumas informações de como funciona uma franquia na prática, suas vantagens e desafios. 

 

Se você precisar de ajuda para empreender e quer fazer as escolhas certas para o seu investimento, conquistar a independência financeira e ganhar a liberdade que você tanto sonhou, pode mandar uma mensagem para a nossa equipe que ficaremos felizes em te ajudar!

Nós fizemos uma seleção com diversos assuntos abordados em nosso canal do YouTube, se inscreva lá e acompanhe tudo sobre franquias.

A missão da Franquia de Marketing Digital High Sales é difundir o empreendedorismo ajudando pessoas e negócios a performarem as vendas com marketing digital.

e aí, GOSTOU? COMPARTILHE!

vamos CONVERSAR?

Você tem uma ideia que precisa tirar do papel?