franquias: tudo o que precisa saber

Franquias: tudo o que precisa saber

Blog   ·   15/01/2020   ·   ​28 minutos

franquias: tudo o que precisa saber

Brasil: o país empreendedor

Você sabia que o Brasil é um país com grande número de empreendedores?

Segundo uma publicação feita em Pequenas Empresas, Grandes Negócios, aproximadamente 39% da população economicamente ativa do país tem o seu próprio negócio.

O país empreendedor tem mais de 5 milhões de empresas ativas. Delas 8 mil startups (8 unicórnios – empresas que valem mais de U$ 1 bilhão) e 140 mil unidades de franquias dívidas em 2.800 marcas.

Cada vez mais o brasileiro tem desejado ser seu próprio chefe.

Empreender é uma característica nacional. Essa cultura começou quando homens e mulheres para conseguir uma renda extra para pagar suas contas, e oferecer uma boa vida para suas famílias, começaram um negócio próprio para gerar dinheiro.

Muitos negócios são pequenos e permanecem assim, mas muitos profissionais abandonam suas vidas como empregados para dedicar cada minuto do seu dia em algo próprio.

As franquias tornaram-se grandes aliadas desses profissionais que têm dinheiro para investir e muita força de vontade para aprender e ser bem-sucedido.

Você deve estar se perguntando: “mas o profissional não precisa de experiência no mercado para a franquia funcionar?”

A resposta é não.

É claro que quem tem experiência com marketing digital, por exemplo, vai se destacar na Franquia de Sucesso de Marketing Digital High Sales. Mas isso não é uma regra.

Tudo na vida se aprender e se você quer alguma coisa, você vai lá e faz.
Vamos falar sobre isso mais para frente. 

Nesse conteúdo separamos todas as informações que você precisa saber antes de comprar uma franquia.

O que são franquias?

Você que deseja com afinco administrar o seu próprio negócio com certeza já ouviu falar das franquias. 

Tudo o que você quer saber é se essa é a opção certa para você, o seu perfil de empreendedor. 

Estamos aqui para tirar todas as suas dúvidas. 

De acordo com a International Franchise Association (IFA), podemos definir uma franquia como uma relação contratual entre o Franqueador e o Franqueado,  onde o Franqueador deve se comprometer em manter o Franqueado atualizado na inteligência de negócio e treinamento; e o Franqueado deve administrar o negócio dentro das regras estabelecidas, além de investir seus próprios recursos para o negócio cresça.

A franquia é um modelo de negócio pronto e testado, onde os Franqueados têm acesso ao know-how e experiência da Franqueadora e “compram” o direito de usar esse modelo de negócio.

Essa é uma maneira dos empresários investirem seu tempo e energia em algo que funciona e de certa forma, “diminuir” o caminho para o sucesso.

É claro que uma franquia deve ser encarada como um negócio como outro qualquer, que precisa de estratégia, administração, financeiro e equipe.

A diferença é que os empresários não precisam fazer testes até encontrarem um modelo de negócio que dê resultados.

Além disso, o Franqueado recebe todo o apoio necessário para expandir seu negócio. 

Modelos de franquias

Existem dois modelos comuns de franquia no mercado atualmente. Eles envolvem a distribuição de produtos e o formato comercial.

- Nas franquias de distribuição de produtos, os Franqueados vendem produtos do Franqueado após conquistarem seus clientes.
Normalmente nessa categoria o Franqueado registra sua marca, logo e produto, mas geralmente não oferece um sistema completo de administração e tecnologia do negócio.

- Nas franquias que seguem um formato mais comercial, o Franqueado recebe acesso ao produto/serviço, à marca comercial e know-how de negócio.

Nesse modelo de franquia pode incluir também treinamento, tecnologia, planos de marketing, manuais de operações e muito mais.

A maioria das franquias disponíveis no mercado mundial seguem o formato comercial de Franquias.

As franquias são populares no mundo todo.

Mas você precisa saber que apesar de existir grandes franquias como McDonald’s, Subway e Starbucks, a maioria das franquias são pequenas e possuem menos de 100 unidades no total.

Isso não significa que elas não dão lucro, muito pelo contrário, são as melhores opções para investir.

As vantagens de uma franquia

Não é nenhuma surpresa o crescimento contínuo das franquias no Brasil, uma vez que existem muitas vantagens em optar por um modelo de negócio pronto.

A principal vantagem em comprar uma franquia é o fato de ter em mãos um negócio já consolidado e com produto/serviço já estruturado.

Alguém já fez todo o trabalho de desenvolvimento e criou um sistema de vendas. Os principais erros já foram corrigidos.

Outra grande vantagem das franquias é a marca. Seja em um nível local, nacional ou internacional, a marca de uma franquia reconhecida vale o investimento.

As pessoas já estão familiarizadas com a marca, possuem uma referência e acreditam que a qualidade é a mesma em qualquer unidade.

Outras vantagens que merecem ser destacadas ao abrir uma franquia são:

- Acesso a um programa de treinamento para Franqueados antes de abrir sua franquia. Existem Franqueadores que oferecem um treinamento contínuo, para que os Franqueados permaneçam atualizados e conheçam novas maneiras de conversar com o seu público.

- Quando problemas surgirem, os Franqueadores podem oferecer aos seus Franqueados soluções práticas, por já terem os enfrentado no passado.

- Os sistemas próprios da Franqueadora oferecem dinamismo e eficiência. O sistema atende todas as necessidades da equipe e da Franquia. Excluindo a necessidade de contratar ferramentas de terceiros.

- Assistência em publicidade e marketing. Cada Franqueadora tem a sua própria dinâmica de divulgação.

É muito importante fazer uma consulta de como essa divulgação funciona, mas geralmente as Franqueadoras cobram uma taxa que cobre campanhas nas redes sociais, materiais de PDV e banners, mas existem aquelas que deixam por conta do Franqueado sua divulgação, mas antes, os materiais precisam ser aprovados antes de serem promovidos.
Confira se franquias para cidades pequenas é um bom negócio?

10 etapas que você precisa concluir para abrir uma franquia

Abrir um negócio é um grande passo. Independente se for uma franquia ou negócio próprio; um escritório ou um e-commerce; venda de produtos ou prestação de serviços.

Temos muita experiência na administração de franquias, por isso queremos que você tenha grandes experiências quando abrir a sua. 

Dúvidas vão surgir no meio caminho? Sim. Erros vão acontecer? Sim, mas você pode encontrar soluções para cada uma deles.

Para te ajudar listamos 10 etapas que você vai passar até a abertura da sua filial. Elas são:

1.Faça uma autoavaliação

Essa é uma etapa inicial. Fazer uma autoavaliação vai te permitir se autoavaliar. Para isso basta responder algumas perguntas básicas como:

- Uma franquia é a melhor opção para o meu perfil de empreendedor?

- Vou me comprometer a seguir métodos definidos e muitas vezes seguir um padrão exigido para meu negócio funcionar?

- Estou disposto a trabalhar longas horas, trabalhar aos finais de semana e feriados até que o meu negócio se estabilize?

- Quanto estou disposto investir para que o meu negócio dê certo?

2.Pesquise

Antes de definir qual franquia comprar, pesquise o mercado. Conheça seu público, estude a concorrência, qual tipo de negócio você pode abrir. 

Procure estatísticas, colete informações reais para fazer um parâmetro das oportunidades que esse negócio pode gerar.

Você não conhece o segmento que quer investir? Pesquise cursos rápidos, dicas de vendas, como conquistar seu público.

Não esqueça de fazer uma pesquisa do local em que sua franquia será aberta. Circule a área, veja a concorrência, existe um negócio semelhante ao que você quer abrir?

Não esqueça de pesquisar a franquia que você está de olho. Solicite, junto com a proposta, mais informações, leia o plano de negócios, conheça o sistema.

Não tenha preguiça de fazer uma pesquisa detalhada. Estamos falando do seu futuro!

Abrir um negócio não é como trancar uma faculdade ou devolver uma compra online. Tem muita burocracia envolvida.

3.Encontre o modelo de negócio certo

Depois que você conseguir ter uma boa ideia do seu perfil como empreendedor e fizer uma pesquisa detalhada, o próximo passo é considerar os tipos de operações de franquias disponíveis no mercado. 

Nessa hora você pode escolher entre quatro categorias gerais de negócios: varejo básico, varejo avançado, serviço comercial (b2b) e atendimento ao cliente (b2c).

Varejo básico

Este é um modelo de negócio direto, onde você tem uma loja que vende produtos ou presta serviços locais para clientes.

Precisa de exemplos? Uma mercearia, uma loja de eletrônicos ou uma academia são considerados negócios de varejo básico.

Esse tipo de negócio depende muito do tráfego de pessoas e da alta visibilidade para atrair novos clientes.

Varejo avançado

O varejo avançado é semelhante ao varejo básico, são empresas de varejo que vendem bens ou serviços para clientes que buscam por profissionais especializados, com um nível maior de conhecimento.

Mecânicas, dentistas, advocacias são considerados negócios de varejo avançado.

Esse tipo de negócio precisa de uma grande divulgação para conquistar um fluxo de clientes que mantenha as operações funcionando.

Serviço comercial (b2b)

As franquias que seguem o modelo de serviço comercial vendem ou prestam serviços para outras empresas.

Por exemplo, uma agência de marketing digital como a High Sales é uma franquia de serviço comercial pois ajudamos empresas a alcançarem grandes performances digitais de vendas.

Atendimento ao Cliente (b2c)

Assim como as franquias que prestam serviço comercial, as empresas de atendimento ao cliente atendem ao público-final.

Se encaixam nesse modelo de negócio franquias de reparo doméstico, treinamento musical, pet shop e muito mais.

4. Faça um Test Drive na franquia

Isso pode parecer incomum, mas passar o dia em uma unidade da franquia que você está de olho pode ser uma boa ideia.

Você pode ter a oportunidade de conhecer um pouco do modelo de negócio na prática, vai ver a operação funcionando ao vivo.

Aproveite o momento para fazer algumas perguntas como:

- Quais os principais valores e a missão da sua franquia?

- Há quanto tempo seu negócio atua no mercado?

-  Quantas unidades sua franquia possui?

- Qual foi a trajetória para o crescimento do seu negócio?

- O que faz a sua franquia se destacar da concorrência?

- Quanto o tamanho do seu mercado de atuação?

- O que você procura em um potencial Franqueado?

- Qual tipo de suporte você oferece para seus Franqueados?

5. Converse com outros Franqueados

Tenha uma conversa franca com outros Franqueados. Faça perguntas sobre o negócio em si, sobre o relacionamento Franqueadora e Franqueado e sobre a sua satisfação como integrante da equipe.

Essa oportunidade é única uma vez que você vai ter uma perspectiva prática de como é operar aquela franquia. Muitos detalhes você aprende mais com os Franqueados do que com a própria Franqueadora.

6. Encontre o melhor lugar para o seu negócio

Caso você opte pela abertura de uma loja ou escritório, é necessário fazer uma pesquisa antecipada da região que você vai instalar a nova operação. 

A região que você quer ficar tem baixo tráfego? O local é visível? Tem fácil acesso? Tem estacionamento próprio? 

A Franqueadora pode delimitar alguns parâmetros que o novo Franqueado deve seguir, mas caso contrário, a região em que o negócio se localiza pode impedir o sucesso de um novo negócio, mesmo que seja uma Franquia reconhecida.

7. Assine o contrato

Existem franquias que possuem um contrato rigoroso e com pouca flexibilidade de negociação.

Se apesar disso o Franqueador permitir que algumas cláusulas sejam negociadas, é uma boa ideia procurar o aconselhamento de um advogado especializado em franquias.

Caso não exista a possibilidade de negociação, faça um estudo completo do contrato e pense muito bem antes de fechar negócio.

Lembre-se que uma franquia é um negócio já testado e com resultados comprovados. Se o seu contrato for excessivamente negociável, desconfie ou simplesmente fuja. 

Quer uma dica? Conheça todas as cláusulas do seu negócio, não deixe apenas para o seu advogado fazer a revisão. 

Se você tiver dúvidas, converse com a Franqueadora. A proposta é que ambas as partes saiam satisfeitas já que o relacionamento é para ser duradouro.

8.Obtenha todas autorizações e permissões necessárias para seu negócio funcionar

Quando você contrata uma franquia não significa que você vai receber junto todas as autorizações necessárias para o seu funcionamento.

É seu papel como novo gestor ficar por dentro de todos os alvarás que deve providenciar, contratos, documentos e autorizações.

Cada cidade, estado e país é regulamentado por suas próprias regras. Por isso elas podem variar de um local para outro.

O Franqueador provavelmente estará ciente de todos os regulamentos, permissões, licenças e seguros que devem ser levantados, mas você deve verificar essas informações para garantir a legitimidade do empreendimento.

9. Contrate pessoal qualificado e participe de todos treinamentos

Cada tipo de negócio exige um determinado perfil de profissionais para executar a operação de um determinado tipo de franquia.

Como já dito, uma das vantagens das franquias são os treinamentos oferecidos pela Franqueadora antes e durante a operação do negócio.

Isso permite que profissionais sem experiência sejam contratados e moldados às exigências do negócio.

Franquias de sucesso como a High Sales podem ser operadas por profissionais que não possuem experiência em marketing digital. 

Muitos Franqueados conseguem administrar o negócio e entender as necessidades do mercado sem nunca ter assistido uma aula de marketing. 

Para a execução dos projetos, os Franqueados contratam profissionais que trabalham na área, mas a administração da Franquia e o trato com os clientes ficam sob sua responsabilidade.

10.Abra a sua franquia

É claro que antes de abrir o seu negócio você precisa mostrar ao mundo que está ali e pronto para atender.

Depois é só cativar a cliente e fazer um bom negócio.

Onde encontrar oportunidades de franquias?

O setor de franquias vem alcançando um crescimento constante nos últimos anos. Existem muitas oportunidades de novos negócios, em todos os tipos de segmentos.

Para você encontrar essas oportunidades você pode:

Pesquisar online

Praticamente todas as franquias possuem seu próprio site com informações básicas dos seus serviços e contato.

Você pode ligar para elas, marcar uma reunião e tirar todas as suas dúvidas.

Participar de exposições e feiras

Existem muitas feiras e exposições por todo o Brasil sobre franquias. 

Lá você encontra todos os tipos de franquias e vai poder falar diretamente com gestores e responsáveis por novos negócios.

Diferença entre franquias e microfranquias

As franquias e microfranquias seguem os mesmos princípios, são negócios prontos, com uma marca já consolidada e testada.

A diferença entre os dois tipos é basicamente o seu tamanho e o investimento inicial para que a operação comece.

As microfranquias possuem um valor inicial baixo e muitos modelos podem ser administrados home office.

Já as franquias devem possuir seu próprio espaço comercial, dependendo da franquia, existem um padrão de imóvel que deve ser seguido para a qualidade e expectativa dos clientes.

 

Gostou do nosso guia Franquias: tudo o que você precisa saber? Com essas informações você vai enxergar as franquias de um jeito diferente!

A missão das Franquias de Sucesso High Sales é difundir o empreendedorismo ajudando pessoas e negócios a performarem as vendas com marketing digital.

Acompanhe nosso trabalho nas redes sociais e confira muitos outros conteúdos exclusivos: estamos no Facebook, no LinkedIn, no Instagram ou no YouTube!

Se você deseja empreender e precisar de ajuda para escolher a melhor franquia para investir, ou simplesmente deseja abrir o seu próprio negócio, para ter mais segurança, liberdade e crescer, fique à vontade para falar conosco.

Transforme suas ideias em performance digital!

e aí, GOSTOU? COMPARTILHE!

vamos CONVERSAR?

Você tem uma ideia que precisa tirar do papel?