Ferramentas de SEO

Ferramentas de SEO

Blog   ·  Criado em 01/11/2019   ·   Atualizado em 20/07/2020   · ​ 34 minutos

Ferramentas de SEO

Saber o que é SEO e a importância das palavras-chave para o seu conteúdo e suas páginas é a base para atrair mais tráfego orgânico para o seu website, não é? Depois que você aprende a otimização na teoria, precisa começar a colocar em prática tudo o que você aprendeu.

Nada melhor do que usar as ferramentas SEO para isso. Por isso separamos, neste artigo, algumas ferramentas de SEO para você começar sua incrível jornada em busca das melhores palavras-chave para atrair seu público e aumentar suas conversões. Também para melhorar a indexação das suas páginas.

Preparado? Então, vamos lá!

1. SEMrush

Ferramentas de seo - SEMrush

A primeira das ferramentas SEO para pesquisar palavras-chave que vamos te apresentar é  paga e mundialmente reconhecida, SEMrush. Pois é considerada uma ferramenta completa que atende todas as necessidades de um profissional de marketing digital.

O SEMrush permite que os profissionais de SEO otimizem palavras-chave e conteúdos. Para isso, conta com diversas funcionalidade como pesquisa de palavra-chave, comparação com a concorrência, auditoria de SEO, posição no ranking de pesquisas e insights para gerar mais tráfego orgânico. Realmente uma das ótimas opções em ferramentas SEO.

Ferramentas SEO: vamos iniciar a análise do SEMrush

Para você começar o seu planejamento nessa ferramenta deve fazer o seu login, caso tenha feito a assinatura. E, então, clicar em "Análise de palavras-chave", em seguida clicar em "Keyword Magic Tool".

Você pode, nesse espaço, criar listas de palavras-chave ou até mesmo editar aquelas já criadas para ter insights valiosos sobre a intenção de buscas dos usuários. Isso fica mais fácil depois que você já estudou o seu cliente e definiu sua persona.

Também já criou o seu planejamento de marketing digital, estabeleceu os tipos de conteúdos que vai produzir e fez um levantamento inicial de palavras-chave que podem atrair o seu público para o seu website.

Após criar sua lista, você pode começar a pesquisar pelos termos que você considera relevante e ver se eles realmente estão pesquisados pelos usuários. Ainda encontra muitas outras opções que podem ser usadas, como descobrir quais perguntas são feitas a partir de uma determinada palavra-chave.

Ah, mas antes de prosseguir você precisa ficar atento a alguns detalhes quando começar a fazer a sua pesquisa de palavras-chave. Veja só:

A primeira coisa é não esquecer de selecionar o país certo.

Isso significa que você pode trabalhar com clientes de diversas partes do mundo e montar a sua própria pesquisa.

A segunda coisa é que você precisa escolher entre:

  • correspondência ampla: quando a pesquisa pode apresentar variações da palavra-chave ou frase da palavra-chave em qualquer ordem;
  • correspondência de frase: quando a palavra-chave ou frase da palavra-chave exata não segue uma ordem que você;
  • correspondência exata: quando a pesquisa apresenta resultados seguindo a ordem exata da palavra-chave ou frase da palavra-chave exata;
  • related: quando a pesquisa apresenta termos similares ao pesquisado.

E a terceira coisa é que você precisa ficar atento ao volume de busca.

Por exemplo, se você pesquisa por "marketing", vai ver que o volume de 110 mil pesquisas por mês. Agora, se você pesquisar pela palavra-chave "agência de marketing digital", vai ver que o volume de busca vai cair para aproximadamente 1.900 buscas mensais.

Esses números podem variar dependendo do dia em que você fizer a pesquisa. Por isso, deve estar atento a esse detalhe. Você vai encontrar durante a pesquisa mais informações que podem ser consultadas na escolha das palavras-chave, as principais:

  • Trend (tendências): métrica que apresenta o grau de interesse por aquele determinado termo nos últimos 12 meses;
  • KD% (Keyword Difficulty - Dificuldade da palavra-chave): a métrica determina de 1 a 100, qual a dificuldade da palavra ficar bem posicionada entre os 20 primeiros lugares nas buscas orgânicas;
  • CPC (Cost Per Click - Custo por Clique): o preço médio, em dólares, do valor que você pode pagar por cada clique nos anúncios pagos caso queira montar uma campanha no Google Ads;
  • Competitive Density: nível de concorrência entre os anunciantes que dão um lance pela palavra-chave. Na escala de 0 a 1,00, sendo que 1,00 é a classificação mais difícil de conquistar.

Com essas métricas, além de você conseguir definir as melhores palavras-chave para sua estratégia de marketing digital, ainda pode definir em qual etapa do funil de vendas elas se encaixam já que os consumidores têm necessidades diferentes para cada estágio do processo de compra.

Ou seja, os conteúdos que vão atrair a atenção das pessoas que não sabem que possuem um problema que você pode resolver são diferentes dos conteúdos escritos para as pessoas que estão na última fase do funil e precisam fazer uma ação, como comprar, preencher um formulário ou qualquer outra ação.

2. Planejador de palavras-chave do Google

ferramentas de SEO: Planejador de palavras-chave do Google

A segunda das ferramentas de SEO que queremos te apresentar é o Planejador de Palavras-chave do Google. Diferente da primeira ferramenta essa é uma opção gratuita.

Ou seja, é perfeita para quem está começando a trabalhar com a otimização de conteúdo e não tem uma verba para investir nesse material.

Você pode começar a usar essa ferramenta no início sem problemas, mas te aconselhamos a no futuro investir em ferramentas de SEO pagas para ter acesso a funcionalidades e dados mais completos.

O Planejador de Palavras-chave do Google é muito intuitivo e bem simples de usar apesar de muitos sentirem dificuldades nesta tarefa. Basta você fazer login em sua conta do Google Ads e clicar em "Ferramentas e Configurações" e preencher as informações solicitadas pela ferramenta.

Feito isso, uma nova página aparecerá e nela você terá duas opções:

  • descobrir novas palavras-chave para pesquisar termos diferentes.
  • ver volume de pesquisas e previsões para fazer o upload de palavras-chave existentes.

Ao clicar em “Encontrar novas palavras-chave” você consegue adicionar até 20 palavras-chave por pesquisa. Então, aparece as seguintes informações na tela:

  • a palavra-chave que você digitou;
  • opções de palavras complementares para ampliar a sua pesquisa;
  • ideias de palavras-chave;
  • adicionar filtros na pesquisa;
  • média de pesquisas mensais das palavras-chave;
  • a concorrência das palavras-chave (especialmente para criar anúncios pagos), que estão classificadas em baixa, média ou alta;
  • lances para aparecer na parte inferior das buscas;
  • lances para aparecer na parte superior das buscas.

Ferramentas SEO: como analisar os dados do Planejador de palavras-chave do Google

E como analisar os dados apresentados? Após realizar a pesquisa, avalie o resultado para as palavras pesquisadas e sugeridas e selecione aquelas que irá utilizar para seu anúncio ou produção de conteúdo.

Por exemplo, se você receber muitas palavras-chave de baixo volume, exclua as que não atendem a um determinado limite de volume de pesquisa. Outro dado interessante é os dados referente à concorrência. Se muitos anunciantes estiverem utilizando determinada palavra-chave significa que o CPC será muito concorrido e, consequentemente, mais caro.

Então vale a pena usar as palavras-chave que tenham concorrência média ou baixa. E quanto aos lances, eles representam uma estimativa do quanto custa uma campanha usado uma palavra-chave específica e vai indicar se é viável ou não o investimento.

Lembra que existem dois modos de usar o Planejador de Palavras-chave do Google. O primeiro, que é “Encontrar novas palavras-chave” você acabou de conhecer. Agora nós vamos ver como funciona o segundo modo: “Ver volume de pesquisas e previsões”.

Esse modo mostra quantos cliques, impressões, CTR, CPC, posição média você provavelmente terá para as palavras-chave com base no seu investimento. Também apresenta média de pesquisas mensais, concorrência,  e lance na parte superior da página.

Além de poder inserir palavras-chave negativas, alterar as configurações de localização e idioma, caso já tenha configurado essas informações. Lembrando que essas informações podem alterar drasticamente as previsões.

Podemos ver que a partir dos resultados apresentados pelas ferramentas de SEO do Google  para pesquisar palavras-chave, você consegue definir quais palavras se adequam melhor ao conteúdo que você está produzindo ou campanhas publicitárias.

Quer saber mais sobre as ferramentas de SEO SEMrush e Planejador de palavras-chave do Google? Neste vídeo essas duas ferramentas SEO muito úteis para a sua pesquisa e que atendem às necessidades do seu negócio.

Como já vimos, uma é paga e a outra gratuita.  Por isso você não precisa se preocupar caso não tenha verba para investir na assinatura de ferramentas de SEO que vão facilitar a pesquisa, mas que podem ser dispensadas na hora do planejamento.

3. Ubersuggest

Ferramentas SEO: Ubersuggest

O Ubersuggest é mais uma das ferramentas de SEO para te ajudar a analisar as palavras-chave e termos de pesquisa que mais têm chances de trazer bons resultados para a sua estratégia de marketing digital. Ubersuggest é uma das SEO ferramentas que tem a modalidade gratuita e paga.

Ela possui diversas funcionalidades super úteis para o seu negócio. Veja algumas delas:

  • volume de buscas;
  • ideias e sugestões de palavras-chave relacionadas ao termo buscado;
  • dificuldade de SEO;
  • custo por clique;
  • nível de dificuldade de retorno em links patrocinados.

E como funciona o Ubersuggest? A ferramenta é bem simples e intuitiva. Assim que você acessá-la vai perceber isso. Então, vamos lá! Acesse o site Ubersuggest e escolha o idioma de sua preferência. Depois disso, digite a palavra-chave que deseja analisar.

Após clicar em “buscar” você verá volume de busca, dificuldade de SEO, dificuldade de ranqueamento, custo por clique,o volume de pesquisa nos últimos 12 meses em dispositivos móveis e em desktop.

Além do número de usuários de clicaram nos resultados SEO, faixa etária das pessoas que realizaram essa pesquisa, ideias de palavras-chave e ideais de conteúdo. Se você clicar em “ver todas as ideias” terá resultados mais aprofundados.

Para te ajudar a se posicionar melhor nas SERPs do Google, o Ubersuggest te permite analisar quais sites concorrem com você naquela palavra-chave, mostra a qualidade do conteúdo desses sites concorrentes, quantas visitas aquelas palavras-chave gerou em um mês e a força de domínio de cada um.

Sem contar que ela também te oferece a força de um site no Google, numa escala que vai de 0 a 100, quantos links um determinado site recebe de outros sites, a quantidade de domínios únicos que linkaram para cada site. Ou seja, o Ubersuggest é uma das SEO ferramentas completas.

Ela detalha tudo o que você precisa saber para criar conteúdos e campanhas que permitam que você possa se destacar da concorrência. Bem, agora que já vimos o quão importante é essa ferramenta de SEO e suas funcionalidades vamos aprender como usar as suas informações.

Após fazer a sua pesquisa de palavra-chave ou frases de palavra-chave, verifique as sugestões, os termos relacionados e o comportamento dos concorrentes. Por exemplo, visite os sites dos três primeiros concorrentes que aparecem na ferramenta para observar o título, os títulos e os conteúdos abordados.

Também observe se há imagens ou vídeos e o tamanho do conteúdo. Pois essas informações podem te ajudar a entender o que os usuários querem saber quando buscam por aquela palavra-chave bem como em qual estágio do funil de vendas eles se encontram.

Então explore ao máximo as funcionalidades do Ubersuggest, monte seu planejamento de marketing digital de forma mais estratégica e crie seu calendário editorial. Assim, gere mais tráfego orgânico ou pago para que o seu negócio possa decolar.

4. Google Trends

Ferramentas SEO: Google Trends

Outra ferramenta do Google para te ajudar a escolher as palavras-chave certa para a sua estratégia digital, sem dúvida, é o Google Trends. Essa ferramenta gratuita mostra a evolução do número de buscas por uma determinada palavra-chave ou tópico ao longo do tempo.

Ele foi criado para os profissionais de marketing ou empreendedores analisarem como as pessoas pesquisam no Google e no YouTube em uma determinada região. Assim, descobrir tendências dentro do seu nicho de mercado.

Como isso funciona? O Google armazena todos os dados de pesquisa em sua base desde o ano de 2004, tanto no mecanismo de pesquisa que leva o seu nome quanto no YouTube. Quando você faz uma pesquisa Google Trends, ele acessa esses dados e mostra um gráfico.

Nesse gráfico ele revela o interesse de pesquisa do usuário em um determinado período de tempo. Como isso pode te ajudar? Algumas palavras-chave têm têm períodos recorrentes de maior procura. E isso pode ser percebido no gráfico.

Assim, você saberá quando deve produzir e publicar conteúdo com aquela palavra-chave. Em outras palavras, você vai compartilhar conteúdos quando mais pessoas estão procurando por ele. Isso aumenta as chances delas acessarem seu site ou blog.

Rolando a página para baixo, você encontra os países em que o termo é mais pesquisado. Também é possível comparar dois ou mais termos de busca diferentes. Por exemplo, você pode descobrir se em Minas Gerais os usuários buscam mais por farmácia ou drogaria.

Isso é ótimo principalmente para os negócio locais e, até mesmo, para aqueles que querem descobrir novas regiões para expandir sua área de atuação. Não é só isso. O Google Trends também mostra as notícias e estatísticas recentes e as pesquisas que estão em alta.

Com isso, é possível criar conteúdos a partir delas. Outra maneira dele te ajudar a encontrar a sua próxima ideia de conteúdo é com as consultas relacionadas. Ao digitar um termo no campo de busca da plataforma você pode conferir as buscas relacionadas que estão tendo um crescimento no mecanismo de pesquisa do Google ou do YouTube.

Ou seja, você será capaz de prever as tendências de pesquisa, produzir conteúdos e sair na frente da concorrência. São informações muito valiosas para o seu planejamento de marketing digital, não é? 

Como aproveitar essa ferramenta para performance SEO?

Bem, agora você deve estar se perguntando: como aproveitar tudo isso?

É muito simples e fácil. Basta acessar a página do Google Trends e fazer o seu login com a conta Google ou conta Gmail. Assim que você fizer o login, a ferramenta mostrará uma visão geral das pesquisas realizadas no ano em vigor.

Já os resultados da pesquisas referem-se aos últimos 12 meses, mas você pode personalizar o período. Por exemplo, pode buscar resultados nas últimas 24 horas ou nos últimos 30 dias. Também pode configurar as categorias de suas pesquisas.

Bem como definir a fonte dos dados, como pesquisa na web, pesquisa de imagem, pesquisa de notícias, Google Shopping e pesquisa do YouTube. Se preferir ainda pode salvar as informações em seu smartphone ou computador e compartilhá-las com a equipe.

5. Ahrefs

Ferramenta Ahrefs

Não basta apenas caprichar no SEO dos seus anúncios ou nos conteúdos do seu site ou blog. Você também tem que pensar no performance SEO dentro e fora das suas páginas para mostrar para o Google a sua relevância.

Uma melhores ferramentas de SEO para isso é Ahrefs. É uma ferramenta paga — com teste grátis —  que, inicialmente, foi criada para fazer uma análise avançada de domínios, como destaque para os backlinks. Mas com o passar do tempo a Ahrefs foi aprimorada.

E, hoje, ela contém diversas funções que ajudam a incrementar as suas estratégias de SEO. Veja só:

  • pesquisa de tráfego orgânico;
  • verificador backlinks;
  • pesquisa tráfico pago;
  • auditoria de sites;
  • autoridade de domínio e de página;
  • pesquisas de palavras-chave;
  • cálculo do potencial de tráfego para palavras-chave;
  • tráfego orgânico gerado por uma palavra-chave;
  • mapeamento de conteúdos relevantes;
  • rastreador de classificação;
  • análise de concorrência;
  • análise de SERP;
  • identificação de links externos quebrados;
  • muito mais.

E como usar essas funcionalidades em sua estratégia? Como o nosso foco é o SEO nas páginas do seu site ou blog, nada melhor do que conhecermos os detalhes das funcionalidades ligadas a esse objetivo, certo?

A primeira funcionalidade do Ahrefs que merece destaque é a análise de Autoridade e de links de um domínio. Ela é medida em uma escala de 0 a 100, revelando a força de uma página ou domínio analisado nos buscadores de pesquisa. Isso te ajuda a saber como o seu site é visto pelo Google.

Outra funcionalidade importante é a Keyword Difficulty que aponta a dificuldade para posicionar um domínio na primeira página da SERP do Google para uma palavra-chave específica. Assim, você pode descobrir os motivos pelos quais não consegue ranquear uma palavra-chave, como a alta competitiva.

Não podemos falar em Ahrefs sem falar na funcionalidade de auditoria. Com esse recurso você pode identificar todos os problemas que estão impedindo a indexação das suas páginas nos buscadores. Assim, priorizar o que de fato é importante para ranquear sua página.

Outro recurso essencial para a sua estratégia digital é a análise de tráfego orgânico de uma domínio. Com ele, você pode descobrir quais as palavras-chave dentro do seu site trazem mais tráfego dos mecanismos de pesquisas. Não poderíamos deixar de comentar sobre os backlinks, não é?

Afinal, foi o primeiro recurso disponibilizado no Ahrefs. Essa funcionalidade avalia a qualidade e quantidade de links externos que apontam para o seu domínio. Assim, você pode identificar o nível de popularidade ou importância do seu site.

Isso mostra, de certa forma, para o Google que sua página é mais importante que as outras. Mas lembre-se: não importa a quantidade e sim a qualidade dos sites que apontam para as suas páginas. Por isso, ao identificá-las verifique se o seu conteúdo tem a ver com o seu nicho de atuação.

Bem como se tem autoridade no assunto. Caso contrário, isso pode impactar negativamente nas suas estratégias de SEO. A Ahrefs certamente é uma das ferramentas de SEO indispensável para qualquer profissional de marketing. Aproveite para fazer um teste grátis.

6. High SEO robot

Por último, e a nossa queridinha, vamos te apresentar outra ferramenta de SEO nas páginas: a High SEO robot. Ela é uma ferramenta paga e desenvolvida por um time de especialistas da High Sales.

Essa agência de marketing digital oferece uma solução completa para ajudar as empresas a alcançarem as melhores posições no Google. Por isso, desenvolveu um plugin para otimização de SEO. Ela é uma das poucas ferramentas SEO integrada ao construtor de sites, blogs e lojas virtuais, que permite aos especialistas de marketing acompanhar de perto todo o trabalho de SEO.

Assim, ajudar o negócio a performar bem na internet e sair na frente da concorrência. Como a High SEO robot funciona? O código da ferramenta analisa o desempenho do conteúdo de uma página, mostrando com precisão o que está não está funcionando muito bem.

Bem como o que precisa ser melhorado e o que está tendo um bom desempenho, sempre levando em consideração os critérios de ranqueamento e indexação do Google. Para facilitar a compreensão, essas informações aparecem em cores diferentes: vermelho (precisa de muita atenção), amarelo (está razoável) e verde (está tudo certo).

A partir das informações fornecidas pelo High SEO robot, você é capaz de elaborar e implementar estratégias mais direcionadas. E o que você pode descobrir com essa ferramenta?

  • se o tamanho do texto é o suficiente para explicar o conteúdo para a persona;
  • se a url (slug) tem um bom tamanho ou não;
  • se o tamanho da descrição é o suficiente;
  • se o título está dentro dos limites de visualização dos mecanismos de pesquisa;
  • se a densidade das palavras-chave está abaixo do recomendado;
  • se o tamanho das frases está bom;
  • se o al texts das imagens possuem as palavras-chave;
  • e mais outras 200 análises para te ajudar nas estratégias.

Assim, por exemplo, se o título de um artigo ultrapassar o limite recomendado, ele ficará cortado no Google. Imagina se a palavras-chave não aparecer no título justamente por esse motivo? O conteúdo pode acabar sendo ignorado pelo leitor. Não é isso o que você quer, não é?

Vamos analisar outro dado: o número de palavras de um texto. Se High SEO robot apontar que o número de palavras está abaixo do recomendado você deve se preocupar com isso. Pois textos muito pequenos dificilmente são capazes de explicar algo.

Assim, sua persona poderá ficar com dúvidas e acabar abandonando seu site antes do desejado. Como vimos, o High SEO robot também aponta falhas no alt texts das imagens. Ele deve estar preenchido com a palavra-chave. Pois se uma imagem quebrar, é ele quem vai aparecer e é um fator de ranqueamento.

Você pode utilizar a ferramenta de SEO da High Sales de duas formas: fazendo você mesmo a análise do site ou contratando os especialistas da High Sales. Na primeira opção, com apenas alguns cliques você verifica o seu site com a ferramenta da High SEO robot.

Então, recebe uma análise completa e você mesmo faz as alterações. Já na segunda opção, você conta com a ajuda dos especialistas da High Sales que, além de indicarem o que precisa ser melhorado no site, realizam todas as mudanças necessárias.

Defini as palavras-chave com as ferramentas de SEO, e agora?

Depois que você definiu todas as palavras-chave relevantes para o seu conteúdo, uma das práticas que usamos aqui em nossa agência é copiar cada uma delas e pesquisar no Google.

Fazemos isso para analisar o que a concorrência está escrevendo e produzir a partir dessas informações. Então, estude os principais conteúdos e tenha em mente que você precisa estruturar e escrever algo melhor do que o deles.

Esse é o propósito do SEO, te ajudar a ser melhor que a sua concorrência, mas é importante ressaltar que parte do caminho para o sucesso é produzir melhor que eles, atrair seu público de um jeito que a concorrência não saber fazer ou não tem feito.

Que tal relembrar a importância das palavras-chaves para a sua estratégia digital? Assista ao vídeo abaixo:

Gostou do nosso conteúdo sobre Ferramentas de SEO? Então não perca tempo e compartilhe em todas as suas redes sociais para que seus amigos também saibam dessas informações.

Queremos que vocês alcancem o sucesso digital para os seus negócios! Por isso sempre compartilhamos dicas práticas, que podem ser aplicadas por você e outros empresários que buscam melhorar a performance!

Se você quiser conversar sobre outras estratégias de marketing digital, fique à vontade para falar conosco.

Para conferir mais conteúdos exclusivos acompanhe a High Sales nas redes sociais. Estamos no FacebookLinkedInInstagramYouTube!

e aí, GOSTOU? COMPARTILHE!

vamos CONVERSAR?

Você tem uma ideia que precisa tirar do papel?