plataforma de e-commerce
Aprenda tudo sobre

plataforma de e-commerce

Blog   ·  Criado em 13/10/2020   ·   Atualizado em 13/10/2020   · ​ 22 minutos

plataforma de e-commerce

Entre janeiro e agosto de 2020, o faturamento do e-commerce no Brasil já bateu a casa dos R$ 42,91 bilhões. Apesar da pandemia e de todos os adventos que vieram com ela, o comércio eletrônico no Brasil foi impulsionado para agradar ainda mais seus consumidores.

E como consequência, os números simplesmente não param de subir.

Se o seu objetivo é começar um negócio online, entender como uma plataforma de e-commerce funciona vai te ajudar a vender online e conquistar uma renda para a sua família ou vai te ajudar a levar sua loja offline para o mundo digital.

O ecommerce passou a ser de novo a normal para os brasileiros, mas isso não significa que ele já chegou ao seu auge. Na verdade, estamos apenas no começo.

Por causa do isolamento social, as vendas online cresceram 180%, especialmente nas áreas de farmácia, perfumaria e supermercado. Mesmo que o mundo volte às ruas e saia dos seus isolamentos, os números não vão cair drasticamente, pois as pessoas estão cada vez mais acostumadas a consumir online.

O crescimento de consumo seguiu a seguinte ordem:

  • Beleza e Perfumaria: cresceu R$ 107,4% e já alcançou um faturamento de R$ 2,11 bilhões entre janeiro e agosto;
  • Eletroportáteis: cresceu 85,7% e já alcançou um faturamento de R$ 1,02 bilhões;
  • Eletrônicos: cresceu 68,4% e já alcançou um faturamento de R$ 3,93 bilhões
  • Esporte e Lazer: cresceu 66,8% e já alcançou um faturamento de R$ 1,57 bilhões;
  • Telefonia: cresceu 52,2% e já alcançou um faturamento de R$ 7 bilhões;
  • Eletrodomésticos: cresceu 51% e já alcançou um faturamento de R$ 4,21 bilhões;
  • Informática: cresceu 46,7% e já alcançou um faturamento de R$ 4,20 bilhões;
  • Moda e Acessórios: cresceu 34,9% e já alcançou um faturamento de R$ 4,1 bilhões;
  • Ar e Ventilação: cresceu 17,2% e já alcançou um faturamento de R$ 1,22 bilhão.

Existe muito mercado para quem quer começar o seu próprio negócio de forma online, sem grandes investimentos. Confira mais dicas para montar uma loja virtual.

Se você é um desses empreendedores, continue a leitura e confira tudo o que você precisa saber sobre plataformas de ecommerce, e é claro aprenda e escolher as melhores plataformas de ecommerce, boas vendas online!

O que é uma plataforma de ecommerce?

Um conceito compartilhado por muitas pessoas é que as plataformas de ecommerce são apenas o software de gestão da loja virtual, também conhecidas como plataforma de vendas online.

Essa é uma definição incompleta e pode levar muitas pessoas a um erro comum.

Plataforma de e-commerce é todo o ecossistema de uma loja virtual, ou seja, envolve o software de administração do negócio, a forma como o cliente enxerga sua loja virtual, o gerenciador do site, marketing, vendas, relacionamento com o cliente, e até mesmo as operações.

Bem mais amplo, certo?

Quais softwares têm nas melhores plataformas de ecommerce

Confira uma lista de softwares que vão deixar uma plataforma para ecommerce muito mais dinâmica para o seu negócio:

- CRM. Uma ferramenta de CRM vai te ajudar a administrar todos os leads e clientes da sua loja. Com ele é possível administrar itens como fluxo de nutrição de e-mails e conteúdos de forma automatizada, ou seja, você tem ajuda da inteligência artificial para fazer aquelas tarefas que são repetitivas e ser muito mais produtivo em suas tarefas.

- Chat. O chat é mais um canal de comunicação que vai deixar a interação com seus clientes, e possíveis clientes, muito mais interativa. Ele deve estar presente em todas as páginas e as perguntas feitas por ali devem ser respondidas o mais rápido possível, já que muitas pessoas podem depender da resposta para finalizar sua compra.

- Disparo de e-mail marketing. As listas de e-mails são importantes pois, é a partir deles, que você pode disparar campanhas, promoções, se aproximar das pessoas que se cadastraram em sua loja virtual e mantê-las atualizadas com as novidades.

Confira o que mais podemos te ajudar se você quer criar uma loja virtual.

5 dicas que você precisa aprender sobre as plataformas de ecommerce

Melhores plataformas de ecommerce

1. Um ecommerce deve ser tratado com a mesma seriedade que uma loja física

A dinâmica de uma plataforma de ecommerce é totalmente diferente de uma loja física, porém, ela deve ser levada tão a sério quanto, por isso muitas pessoas querem saber quais as melhores plataformas de ecommerce, mas isso não ajudará se você não tiver foco na sua loja virtual.

As duas modalidades seguem os mesmos princípios de vendas, e foco nos negócios.

Confira algumas bases que servem para os dois tipos de varejo:

- Conquistar clientes. Do mesmo jeito que uma loja deve conquistar seus clientes logo na faixada, um site tem poucos segundos para convencer um visitante a permanecer na loja online e continuar suas compras.

- Pesquisa de mercado. Seja online ou offline, uma loja precisa conhecer seu mercado, por isso deve fazer uma pesquisa como nenhuma outra. Antes do negócio ser montado é necessário conhecer o cliente, o mercado, os concorrentes, as tendências do setor e tantas outras informações que são importantes para a construção da comunicação, definição do público e até mesmo das mercadorias que serão vendidas.

- Marketing. Independente se o negócio é físico ou digital, todo empresário e empreendedor precisa usar as ferramentas de marketing disponíveis para promover a loja e seus produtos. Existem muitos canais de divulgação como redes sociais, publicidade paga, inbound marketing e tantos outros tipos de marketing que podem fazer toda a diferença no final.

Conheça os pilares das estratégias de marketing digital.

- Incentivos de compra. Não existe diferença entre um consumidor que compra pela internet ou vai até a loja física, todos gostam de receber um incentivo para concretizar suas compras. Podem ser descontos, promoções, ofertas ou qualquer outra ideia que vier em mente, desde que ofereça algo a mais, um ganho extra se a compra for finalizada.

2. Use uma plataforma de ecommerce para um público

Lembre-se sempre dessa dica: é impossível vender para todo mundo.

As pessoas são diferentes por natureza, isso significa que não existe uma comunicação universal que venda um produto para todos de uma vez.

Para vender, um negócio precisa ter seu público-alvo definido para conseguir oferecer aquilo que eles realmente querem.

Como um negócio digital, você precisa definir sua buyer persona, ou seja, o seu cliente ideal.

Uma buyer persona é muito mais complexa que um simples público-alvo. Ela é composta por características bem definidas como:

- Idade, gênero e profissão. Vender para um grupo de adolescentes que não trabalham e gostam de k-pop é diferente de vender para um grupo de executivos que todas as manhãs leem o New York Times. É claro que hoje, com a globalização, um alto executivo que lê o New York Times todas as manhãs pode gostar de ouvir K-pop. Sempre vão existir as exceções, mas é necessário segmentar o público para vender com qualidade.

- Onde mora. Quando o seu público se concentra em uma determinada região, você pode criar campanhas direcionadas a eles e tornar a venda algo muito mais exclusiva e personalizada.

- Escolaridade. Semelhante a primeira característica, você precisa criar uma loja virtual que se adeque ao nível acadêmico do seu consumidor.

- Estilo de vida. Criar uma loja para pessoas que seguem uma filosofia minimalistas é totalmente diferente de criar uma pessoa que gosta de ostentação. Esse tipo de informação fará toda a diferença na hora que a plataforma de ecommerce for manipulada.

Ao definir sua persona, a sua plataforma de ecommerce vai se tornar uma grande ferramenta de vendas, já que você vai usá-la de um jeito que clientes e possíveis clientes se envolvam com sua loja.

3. Uma loja virtual não tem vendedores, por isso você precisa usar todos os recursos da plataforma de e-commerce para criar um bom conteúdo

No comércio digital, também conhecido como vendas online, você não tem um vendedor que acompanha o cliente durante toda o processo de compra para explicar cada detalhe do produto ou serviço.

Mas você pode usar todos os recursos que uma plataforma de e-commerce disponibiliza para criar conteúdos incríveis, que vão mostrar todas as informações necessárias para que seus leads façam a compra.

Conseguiu ter uma dimensão da importância de escolher uma boa plataforma de e-commerce?

4. Além da plataforma de ecommerce, é importante criar perfis nas redes sociais

As integrações de uma plataforma de ecommerce seja com as redes sociais, ou outras aplicações são fundamentais.

As redes sociais se tornaram um grande canal de divulgação para lojas virtuais.

São mais de dois bilhões de usuários ativos todos os dias espalhados entre as principais redes como Facebook, YouTube, Instagram, TikTok, Twitter e tantas outras conhecidas e reconhecidas pelas pessoas.

Essas ferramentas podem contribuir, e muito, para a divulgação de uma loja digital e são capazes de aumentar os lucros em longo prazo.

Por isso adicionar botões de compartilhamentos nas redes sociais logo ao lado do produto pode ser algo incrível.

5. Invista em uma plataforma de e-commerce de qualidade

Uma plataforma de e-commerce de péssima qualidade pode comprometer todo o negócio digital.

Todas as plataformas para ecommerce, quando visto “por cima” parecem iguais, mas existem aqueles que se encaixam perfeitamente com quem está no começo do negócio e oferece as melhores opções para o novo empreendedor.

Tudo o que você precisa para começar é de uma ferramenta totalmente versátil, que seja capaz de concentrar as melhores funções como segurança, usabilidade, ferramentas de marketing digital e escalabilidade, assim como a plataforma de e-commerce da High Sales.

Um ecommerce para dar seus primeiros passos

A plataforma para ecommerce da High Sales foi feita para todo empreendedor que está no começo da sua caminhada nas vendas online.

Ela é perfeita para aquelas lojas de varejo físicas que querem estender sua participação de mercado e viram na internet uma grande possibilidade para isso.

Outro grande público da plataforma são pequenos empreendedores, que querem começar de um jeito simples suas vendas online e não querem investir em ferramentas complexas e difíceis.

Ao longo dos anos, os profissionais da High Sales perceberam que não é a plataforma que fará o negócio decolar, mas a gestão de negócio do empreendedor.

A plataforma de ecommerce é um complemento, mas ter um bom fornecedor, uma boa gestão de negócio fará toda a diferença no final.

Mesmo sendo uma plataforma de entrada, o empresário conta com algumas funções importantes como:

  • Integração de pagamento
  • Cadastro de produtos e subprodutos
  • Cadastro de categoria e subcategoria
  • Otimização dos conteúdos de produtos (SEO)
  • Blog
  • Campanhas Google Ads (rede de pesquisa e remarketing) e muito mais

Essa é a melhor opção para quem quer investir pouco, ter acesso a uma boa plataforma e quer ter suas primeiras experiências com venda online.

Como uma plataforma de ecommerce pode beneficiar seu negócio

Junto com a proteção de dados, organização de produtos e escalabilidade, as plataformas de ecommerce oferecem vários benefícios operacionais para os empresários. Como por exemplo:

1. Competitividade

Uma boa plataforma de e-commerce permite que o negócio mantenha-se competitivo e conquiste novos públicos.

Para isso, as funções de interação e integração com as redes sociais e SEO são necessárias.

2. Redução de custos

O ecommerce tende a ter custos mais baixos que as lojas tradicionais, as lojas físicas.

Mesmo que seja necessário investir em uma plataforma de ecommerce de qualidade, não existe nenhum outro investimento de alto risco e, na maioria dos casos, é muito mais em conta do que abrir uma outra loja.

É mais barato administrar uma loja virtual por conta da:

Publicidade online

Os anúncios digitais são mais baratos do que os canais tradicionais. Cada anúncio pode ser ajustado a orçamentos pequenos.

Economia com vendedores, administradores e aluguel

A plataforma centraliza todas as funções administrativas do negócio. Isso significa que você pode ser ao mesmo tempo:

  • o vendedor, ao cadastrar todas as informações relevantes do produto e os próprios produtos
  • ser administrador do negócio, ao conferir pedidos, pagamentos, envios

Tudo isso pode ser feito em casa, sem a necessidade de alugar espaços para trabalhar.

Qual é a melhor plataforma para ecommerce?

Qual é a melhor plataforma para ecommerce?

Essa é uma das perguntas mais feitas do mundo. Mas você precisa reformulá-la: Qual é a melhor plataforma de ecommerce para o meu negócio agora?

Quem está começando a trabalhar com vendas online precisa começar com uma plataforma de entrada. Não adianta querer investir em uma plataforma de e-commece complexa, que oferece diversos recursos que você não sabe para que servem e nem vai precisar deles, pelo menos no início.

Essas funções extras só deixam a plataforma de e-commece mais cara e você não precisa gastar de forma desnecessária no início.

plataforma de e-commerce da High Sales, como já explicamos antes, é uma das melhores opções que você vai encontrar no mercado para começar o seu negócio.

Conforme seu negócio começar a crescer e você sentir que precisa de ferramentas mais robustas, aí sim chegou a hora de investir em plataformas de ecommerce personalizadas, que são mais caras e com mais recursos, se precisar de ajuda com isso fale com um Higher.

Uma plataforma para ecommerce vende?

Não. Quem vende é sua estratégia de negócio, seus produtos, suas campanhas de marketing digital, seus esforços. Por isso uma plataforma para ecommerce de entrada pode ser tudo o que você precisa no começo, mais barata, mais rápida de implementar e ainda com suporte.

Digamos que você tenha R$ 30 mil, ou até menos, para investir em seu negócio online. Se investir em uma plataforma para ecommerce que custa R$ 25 mil, sobram apenas R$ 5 mil para investir em estoque, capital de giro e marketing, ficar complicado certo?

Sua plataforma de e-commerce vai vender como se você não tiver dinheiro? Você precisa de uma boa oferta e vendê-la para o público certo. Isso precisa de investimento.

Mitos sobre lojas virtuais

- Você vai trabalhar menos. Mentira, ainda mais se você está começando seu ecommerce do zero e precisa manter um trabalho paralelo para ter renda enquanto não consegue viver só com as vendas da loja virtual. E mesmo que você trabalhe apenas com seu e-commerce, o trabalho não diminui, pois isso significa que ele está crescendo.

- Não precisa investir em atendimento. Mentira, os clientes precisam de um atendimento tão bom quanto os produtos vendidos. Ofereça múltiplos canais de atendimento para seu público entrar em contato e sentir mais confiança na hora que for fechar compra. Tenha um e-mail, telefone, WhatsApp, chat e até mesmo redes sociais para isso. Esses canais podem ser usados para tirar dúvidas, resolver reclamações, dar suporte e, é claro, vender.

Espero que esse conteúdo sobre as melhores plataformas de ecommerce, tenha dado a você tudo o que precisa saber sobre a plataforma para ecommerce. Se você quer começar a investir nesse tipo de negócio, fale com os nossos Highers! Queremos te ajudar a ser um empresário de sucesso!

e aí, GOSTOU? COMPARTILHE!

vamos CONVERSAR?

Você tem uma ideia que precisa tirar do papel?