curso de vendas
como montar uma loja virtual

Como montar uma Loja Virtual

Blog   ·  Criado em 24/03/2020   ·   Atualizado em 07/10/2021   · ​ 62 minutos

como montar uma loja virtual

Saber como montar uma loja virtual é vital para criar seu próprio negócio e começar a fazer dinheiro na internet. Afinal, a web se tornou um dos melhores lugares para investir e assim conquistar a independência financeira.

A internet se tornou uma extensão da vida off-line. Ainda mais depois de todos os fatos que abalaram o mundo nos últimos meses. O mercado online veio como uma alternativa, tanto para o público geral, quanto para quem deseja empreender.

Comprar online é fácil, é simples e prático. As pessoas não precisam sair de casa, basta acessar a loja virtual pelo computador, tablet ou smartphone, comprar o produto e esperar a encomenda chegar na porta de casa. 

Portanto, aprender como abrir uma loja virtual se tornou promissor para expor seus próprios trabalhos, vender todos os tipos de produtos e serviços e, por fim, obter uma renda extra. Não é à toa que uma pesquisa da Mastercard indica o aumento de 75% no setor só em 2020 no Brasil. 

Por outro lado, existem muitas informações sobre como começar uma loja virtual, a ponto de confundir aqueles que desejam construir o seu espaço digital.

Desse modo, reunimos conteúdos relevantes para que você conquiste o seu objetivo. Confira o que você pode esperar nesse artigo sobre como montar uma loja virtual. Precisando de ajuda para a criação de loja virtual?

Você irá aprende tudo sobre como montar uma loja virtual, veja os tópicos:

  • Vale a pena montar uma loja virtual?
  • Checklist completo de como montar uma loja virtual.
  • Curiosidade sobre lojas virtuais que você deve saber;
  • Como abrir uma loja virtual de roupas;
  • Como montar uma loja virtual de roupas.

Como montar uma loja virtual de roupas

Vamos lá?! 

Vale a pena montar uma loja virtual?

Não é novidade que criar uma loja virtual tem muitas vantagens.

Com os últimos acontecimentos mundiais, os e-commerces ganharam mais força.

O mercado brasileiro de comércio eletrônico já faturou em 2020 mais de 27,3 bilhões em relação ao ano de 2019.

Esses números mostram que as compras na internet continuam ganhando força, principalmente quando as pessoas estão evitando sair de  casa.

Dentre as vantagens de investir em uma loja virtual temos:

  • sem aluguel, sem contas extras e sem funcionários
  • construir uma loja virtual é muito mais barato que construir uma loja física
  • você pode atender seus clientes quando puder, ao passo que não precisa ser algo imediato.

Então, se você sonha em empreender e quer um modelo de negócio prático, a loja virtual pode ser a escolha certa para você!

montar loja virtual

Checklist completo de como abrir uma loja virtual

Ter conhecimento quanto ao caminho que precisa seguir, traz uma maior segurança na sua jornada de montar uma loja virtual de sucesso. 

Desse modo, preparamos um passo a passo para você alcançar o seu objetivo: montar a sua loja virtual. Confira! 

  1. Comece do começo: crie uma loja virtual

Como abrir uma loja virtual

Antes de mais nada, para ganhar dinheiro através de uma loja virtual é necessário que você tenha uma loja virtual. Parece óbvio, mas o que significa isso na prática? Para ter um site, é preciso que você tenha estes três pilares: 

  • Domínio;
  • Hospedagem;
  • Certificado de Segurança;
  • Desenvolvimento da loja virtual (falaremos no tópico 2).

Domínio

É o endereço eletrônico da sua loja online, por exemplo: nomedasualoja.com.br.

Onde claro, você substituirá “nomedasualoja” pela sua marca ou nome da sua empresa. É importante que você escolha por um domínio fácil de escrever e de memorizar, além disso, é preciso que ele esteja disponível.

O domínio é a identidade da sua loja virtual, com isso, cada site tem um domínio único. Do mesmo modo, se atente ao que vem logo depois do “.”.

Temos diversas opções, desde o  tradicional “.com.br”, “.com” ou “.net” até os mais diferentes, como “.shop”, “.club” ou “.in”.

Escolha aquele que combine com a sonoridade da sua marca, acredite, se a leitura do seu domínio tiver uma certa musicalidade, há mais chances dos clientes decorarem com maior facilidade.

Quer comprar dominio de site?

Hospedagem

É como o próprio nome já diz, é o pagamento anual ou mensal que você precisa fazer para ter o seu espaço na internet.

Por exemplo, podemos comparar com o aluguel do seu ponto comercial, mas claro, várias vezes mais barato.

Os valores de hospedagem condizem com o “espaço que você vai ocupar”, para sites que ocupam mais memória ou precisem ser mais potentes para aguentar um grande fluxo de clientes, os valores são mais caros, para uma menor potência, mais barato. 

Aprenda como identificar a melhor hospedagem de site.

Certificado de Segurança

O Certificado de Segurança, também chamado de Certificado SSL, é uma forma de assegurar os dados e a privacidade do seu cliente.

Desse modo, é obrigatório em lojas virtuais, semelhantemente, podemos comparar ao alvará de funcionamento dos estabelecimentos físicos.

O investimento neste certificado não é tão alto, mas precisa ser renovado ano a ano.

Veja onde comprar certificado SSL.

Como desenvolver uma loja virtual?

Estes três pilares você encontra para comprar em provedores deste serviço, como Godaddy e Locaweb. 

Além dos pontos apresentados, você precisará programar todos os detalhes que envolvem uma loja virtual, uma opção para isso é o uso de plugins como o Woocommerce caso opte por uma Hospedagem Wordpress. 

Estes plugins funcionam como uma programação já feita por uma outra pessoa ou uma comunidade e oferecem facilidades para quem não tem conhecimentos quanto a programação. 

Em contrapartida, precisam ser atualizados de tempos em tempos. Como resultado, alguns erros durante a atualização podem acontecer a ponto de tirar o seu site do ar, e para resolver o problema, é preciso entender pelo menos um pouco sobre programar sites. 

Entenda mais a seguir.

  1. Faça você mesmo ou contrate um especialista

montar loja virtual

Já foi o tempo em que montar uma loja virtual exigia uma grande verba de investimento. Como resultado disso, uma das perguntas mais feitas hoje em dia é quanto custa montar uma loja virtual.

Existem três tipos de lojas virtuais no mercado, o que significa três tipos diferentes de custo:

1. Faça você mesmo ou peça para um “sobrinho”= Barato

Como mencionado acima. Essa é a opção para quem tem o objetivo de gastar o mínimo possível com esse projeto, mas não é a melhor opção para quem não tem ideia do que fazer.

Em síntese, podemos usar um exemplo que os diretores da High Sales costumam usar é: você prefere viajar em um avião que foi construído por um engenheiro altamente capacitado ou pelo sobrinho do dono da empresa de aviação que “gosta” do assunto e quer tentar fazer?

 2. Contrate um especialista que faça do zero e personalize tudo = Caro

Um profissional pode cobrar de 3 mil a 12 mil reais para criar um site do zero, com tudo o que você quer e precisa.

É importante dizer que além de cobrar os valores que condizem com todos os detalhes que exploramos no tópico anterior, o profissional cobrará pela mão de obra e horas gastas para fazer este trabalho. 

3. Contrate uma agência especializada com valores justos =  Bom custo benefício

Uma loja virtual personalizada não precisa custar caro, principalmente para quem está começando a investir nesse tipo de negócio. 

Com uma agência especializada, além de contar com uma solução sob medida que atende todas as suas necessidades, você ainda conta com layout personalizado e suporte sempre que necessário, bem como oferecer uma experiência de navegação mais prazerosa aos usuários e clientes e sem problemas técnicos.

Quer saber como isso é possível? Fale com uma Agência de Marketing Digital.

  1. Preocupe-se em deixar o layout envolvente

É preciso montar uma loja virtual com um layout incrível, atraente e envolvente. 

Se o design da sua loja virtual for ruim, não importa se o seu produto é o melhor do mundo, se tem o melhor atendimento ao cliente ou se a sua entrega é rápida e garantida, todos os seus esforços serão em vão.

De acordo com uma pesquisa publicada pela Kissmetrics, 93% dos compradores consideram a aparência visual um dos principais fatores durante uma compra.

Para que uma loja virtual seja lucrativa, você deve investir para criar algo atraente. Cada elemento usado no layout deve ter um propósito nas vendas, não só porque você achou bonito. Lembre-se de que a loja deve atrair ao cliente e não ao seu gosto pessoal. Saiba tudo sobre layout de site.

  1. Crie uma loja responsiva

Uma loja virtual responsiva é aquela que se adequa a qualquer tela, seja no computador, tablet ou celular, ela ficará bem visível e funcional. 

As compras pelo smartphone representaram 30% das compras online no ano passado. E esse é um número que só está crescendo dia após dia, ainda mais pelos celulares serem mais baratos que um computador ou notebook.

Desse modo, é essencial que a sua loja esteja preparada para ter acessos via dispositivos móveis. Quer duas dicas sobre como montar uma loja online responsiva?  Então anote:

Use elementos na vertical para facilitar a rolagem e visualização.

Teste a sua loja e procure por erros que a adaptação pode gerar. Acredite, sempre existem erros.

Aprenda mais sobre site responsivo.

  1. Invista em ferramentas na sua loja virtual

Esse é um conjunto de ferramentas que você precisa utilizar para conseguir uma boa performance na sua loja virtual:

  • E-mail marketing
  • Sistema CRM
  • Fluxos de Nutrição
  • Chat

Muitas pessoas querem saber qual é a melhor ferramenta para a sua loja virtual, mas a pergunta deveria ser: qual a melhor ferramenta para o meu negócio?

Por exemplo, leve em consideração se você é iniciante no e-commerce, ou avançado e quais são os recursos que você precisa. Se você está iniciando utilizar uma ferramenta considerada um padrão no mercado, já irá te ajudar.

Em outras palavras, não invente de querer montar uma loja virtual do zero e nem pense em montar uma loja virtual grátis. Equilíbrio é a melhor opção.

Dicas de ouro para quem está querendo saber como começar uma loja virtual:

  • O maior problema de não vender nada online, não está ligado a plataforma, o problema está na oferta, no seu público, ou no marketing. Para resolver isso, leia atentamente as dicas para montar uma loja virtual deste artigo e dos vídeos que estão nele. Pense assim, a plataforma não faz você vender. Depois que o seu negócio online estiver rodando bem, uma plataforma mais robusta poderá ajudar a melhorar os processos operacionais do dia a dia, mas a plataforma por si só não vende nada.
  • Quer montar uma loja virtual para trabalhar menos? Não entre nessa ilusão. Montar uma loja virtual requer dedicação, estudo, e dia a dia operacional, claro se você quiser ter sucesso. Para abrir uma loja virtual e ter sucesso é fundamental que você tenha todos os meios de comunicação possível, telefone, WhatsApp, EMail Profissional, Redes Sociais, isso você utilizará para atendimento a dúvidas, reclamações e suporte.
  • Se você está se perguntando como montar uma loja virtual, se preocupe em dar o melhor atendimento humanizado, use a grande vantagem de você ter montado uma loja virtual e ainda ser pequeno para dar um atendimento melhor do que os grandes players. 

Como montar uma loja virtual

  1. Ofereça suporte online exclusivo

Seus clientes precisam de um suporte interativo, antes, durante e até mesmo depois das suas compras. Garantir a assistência para resolução de problemas é a base de qualquer tipo de negócio. Mesmo que eles sejam pequenos e online.

O principal medo, em especial dos compradores online de primeira viagem, é que o produto venha errado, que a troca não seja feita ou que ele não receba ajuda. 

Por isso, enquanto você monta a sua estratégia para abrir uma loja virtual, estude as melhores maneiras para dar assistência e trazer um maior conforto para os seus clientes. 

Os tipos de suporte mais comuns são: 

Chat

Eles podem funcionar 24 horas por dia e 7 dias da semana. Essa é uma ferramenta que pode, inclusive, aumentar as suas vendas. Mesmo que você não tenha condições de oferecer suporte 24x7, ainda é possível oferecer suporte via chat no horário comercial. Além disso, você pode até mesmo disponibilizar um chatbot (robôs capazes de interagir por meio de mensagens de texto) programado com as principais dúvidas do seu cliente.

Perguntas frequentes

Reúna as maiores dúvidas que podem surgir durante uma compra em sua loja, todas as situações que podem dar errado e até mesmo questões quanto a dados pessoais, pagamentos e envios. Crie conteúdos explicativos que tirem essas dúvidas sem ser preciso que as pessoas entrem em contato.

E-mail ou telefone

Esses são os suportes mais comuns no mercado, mas saiba que, apesar de serem comuns, eles precisam funcionar de verdade. Nada é mais frustrante que não ser atendido pelo telefone ou mandar vários e-mails para o suporte e não obter uma resposta rápida.

  1.  Ofereça as formas de pagamento mais populares

Hoje em dia, não oferecer formas de pagamento populares na sua loja virtual é um grande erro. 

Segundo o "Webshoppers" (que reúne dados sobre o comércio digital brasileiro) os cartões de crédito são os principais meios de pagamento nas compras online feitas no Brasil.

Por outro lado, o "Digital in 2020: Brasil" aponta que apenas 27% dos brasileiros possuem um cartão de crédito, por isso preferem outras formas de pagamento como boleto.

Dessa forma, as lojas virtuais precisam oferecer diferentes formas de pagamento, seja cartão de crédito, boleto ou débito. Caso contrário, podem perder potenciais clientes.

É importante lembrar que as formas de pagamento devem facilitar a compra. Desse modo, é preciso que ofereça bandeiras de cartões e taxas baixas para o seu cliente e para você e com isso aumentar os seus lucros.

Conte com um sistema de pagamento gateway que liga dados do cliente, bandeiras de cartões e bancos de forma rápida e segura. Algumas dessas opções são: 

  • PagSeguro
  • Mercado Pago
  • PayPal

Cada exemplo conta com diferentes vantagens e taxas, analise cada uma delas antes de decidir qual é a melhor opção para você e para o seu cliente. 

  1.  Aposte em blogs personalizados

Criar um blog é uma das bases de todas as estratégias que envolvem como fazer uma loja virtual. As publicações no blog ajudam os clientes que precisam daquele “empurrãozinho” para comprar.

Do mesmo modo, o blog funciona como uma forma de mostrar seu conhecimento de mercado. Estude como os clientes interagem com os conteúdos e sempre compartilhe materiais que tirem dúvidas e resolvam um problema dos clientes.

Todas as publicações devem focar em uma palavra-chave, de acordo com a técnicas de SEO, e as informações devem ser úteis para os consumidores que estão em dúvida.

Desse modo, você consegue tráfego orgânico a partir de visitantes que buscam solucionar os seus problemas. Como resultado, pode oferecer uma solução que está disponível na sua loja virtual. 

  1.  Defina o seu setor de atuação

Se ainda não definiu o seu setor de atuação, confira essas 2 dicas antes de começar qualquer planejamento da sua loja virtual:

Utilize a ferramenta SimilarWeb (se não souber como fazer isso pode nos chamar) e avalie pelo menos uns 10 concorrentes verificando se pelo menos um deles tem 50.000 visitas por mês, se não chegar neste valor, você pode estar entrando em um mercado muito pequeno.

Se você está procurando agora como começar uma loja virtual do zero, defina se vai montar, fabricar ou importar produtos. O indicado é que você pense em montar a sua marca, pois cada dia mais as fábricas estão montando suas lojas virtuais próprias, e concorrer com eles ficaria praticamente impossível.

Como abrir uma loja online

Entre em tendências.mercadolivre.com.br.

  1. Não tente concorrer com os top players

Crie um nicho para fugir da concorrência com os grandes players, essa é uma ótima opção para quem quer montar uma loja virtual. 

Por exemplo, imagine um grande oceano, onde temos grandes tubarões, que a todo momento, enfrentam uns aos outros a fim de conquistar para si a maior quantidade de alimentos. A competição é tanta, que o oceano se tingiu de vermelho. 

Imagine então um tubarão que está distante dessa verdadeira guerra, que encontrou um oceano limpo, com bastante alimento, um verdadeiro oceano azul. 

Portanto, dê foco a produtos que vendem, mas encontre o seu oceano azul ao encontrar o seu diferencial e se afastar da competição com "grandes tubarões". 

  1. Montar uma loja virtual nichada

Como resultado do exemplo acima, você conquista uma loja virtual de nicho. 

Veja o exemplo da Pichau que vende computadores de alto padrão focada em games, com isso ela encontrou o seu diferencial e o seu nicho a ponto de não competir diretamente com grandes players.

Pergunte-se: Qual é o seu nicho? Quem são as pessoas que vão comprar de você?

  1. Não tente vender tudo

Outro grande erro é querer montar uma loja virtual e vender qualquer item. Os grandes players fazem isso porque tem um capital enorme. Mesmo se você segmentar pense em montar uma loja virtual com poucos produtos e ir crescendo aos poucos.

Depois de tudo que foi apresentado sobre como montar uma loja virtual, podemos afirmar que existem duas opções viáveis.

  • A primeira diz respeito a estudar design e programação para montar uma loja virtual por você mesmo.
  • A segunda reside em contar com os serviços de uma empresa especializada em criação de sites, mas acima de tudo, viável em termos de custo e de tempo.

Se você precisar de ajuda para implementar uma estrutura de Loja Virtual, ou simplesmente se desejar fazer o seu negócio crescer, fique à vontade para falar conosco.

  1. Conheça o seu público

É necessário conhecer com profundidade o seu público, não apenas idade e gênero, mas também:

  • onde está;
  • qual a renda familiar;
  • o que ele pesquisa na internet;
  • quem são seus ídolos digitais;
  • quais redes sociais ele mais frequenta;
  • quais são seus anseios, medos, desejos e por aí vai.

Se você quer saber como montar uma loja virtual, conheça com profundidade as pessoas que têm mais chance de comprar, e quem tem menos chances também.

Assim, se você está se perguntando como abrir uma loja virtual para o público certo, você pode utilizar 3 elementos:

  • Converse com quem já é seu cliente no off-line, ou converse com pessoas ao seu redor que você acredita ser parecido com seu público.
  • Você pode utilizar as ferramentas do Facebook Insight e Google para ter uma ideia do tamanho do público e pegar ideias.
  • Faça pesquisas após a compra (pode utilizar o Google Forms que é gratuito), e ajuste o seu público e identifique o público que faz aquisições com frequência.

Em conclusão, vamos as Dicas Bônus para quem está querendo saber como começar uma loja virtual:

  • Não se apaixone pelo produto que não vende, se apaixone em vender. Isso quer dizer que você pode começar vendendo um produto, mas com o tempo poderá mudar para outro produto que vende mais.
  • Não queira vender tudo que os clientes pedem, isso pode acabar com seu capital de giro. O que você pode fazer é ir até o relatório de buscas de sua loja virtual e ver quais são os produtos mais procurados. Dessa forma, avalie a possibilidade de incluir ele caso ainda não venda. Em resumo, venda o que os clientes querem comprar (estão buscando).
  1. Tenha uma oferta irresistível

Tenha uma boa oferta, ou seja, tenha um produto de giro (por exemplo o pão de padaria). De nada adianta um bom marketing para um produto ruim. Leve os itens abaixo em consideração.

  • O produto ou oferta precisa ter um ticket médio de 100 a 200 reais, e pode utilizar um kit para chegar nesse valor.
  • O item precisa ter até 5Kg e 0,3 metros cúbicos, assim o frete não fica tão caro, e você ainda ganha em facilidades de encontrar embalagens e levar os produtos até os correios.
  • Precisa ter concorrentes, assim alguém já validou que o produto vende mesmo. Do mesmo modo, precisa ter um preço competitivo. Tome o cuidado de não colocar um preço muito baixo em relação ao seu maior concorrente, claro se o seu produto tiver a mesma qualidade e características. Opte pelo equilíbrio: nem muito acima, nem muito abaixo.
  • Seu produto precisa ter reposição rápida. Muitas lojas virtuais não dão certo porque ficam o tempo todo cadastrando produtos.
  • Seu produto precisa ter recompra. O grande desafio é a primeira venda, depois fica mais fácil vender novamente.
  • Seu markup precisa ser no mínimo de 2 a 2.5, ou seja, você compra seu produto por R$100 e vende por R$200 (é um markup de 2), ou compra por R$100 e vende por R$250 (o markup é de 2.5). Esse item é obrigatório, senão faltará margem para fazer o marketing digital e a conta não irá fechar.

Dever de casa para quem quer montar uma loja virtual

  • Faça um ótimo cadastro, completo e bonito;
  • tire todas as dúvidas;
  • disponha links de produtos complementares
  • monte uma oferta que na percepção do cliente ele está levando mais do que pagou, claro, de forma honesta, por exemplo na montagem de kits, "compre 2 e leve 3", em descontos progressivos, "compre tal item e ganhe este brinde" ou frete grátis.

Vamos dar um exemplo de kit para a sua loja virtual

Neste exemplo temos um produto que custa R$25,00.

Eu desejo obter o markup de 2.7. Em outras palavras, o cliente precisa pagar o valor de R$75 a mais.

Em conclusão, o objetivo é vender o produto no valor de R$99,00.

Para promover vendas que sejam identificadas como vantagem para o seu cliente e mesmo assim garantir uma boa margem de lucro, você pode oferecer um kit com 3 produtos pelo preço de R$200.

Para o seu cliente, ele estará levando 3 produtos que custam quase R$300,00 por um desconto próximo a R$100. Mas você ainda irá obter uma margem de lucros.

Claro, vai chegar uma hora que o kit pode enfraquecer, esse é o momento de mudar a comunicação com um desconto progressivo, ou seja, se você comprar a partir de 3 produtos ganhe 33% de desconto. Entendeu a jogada?

No marketing, tudo que é visto como novidade chama a atenção do cliente. Ao mudar a forma como você entregou a mensagem, você oferece a mesma vantagem com cara de nova. O limite para diferentes ofertas é a sua criatividade. 

  1. Invista em estratégias de marketing para montar loja virtual

Antes de tudo, montar uma loja virtual sem investimento em marketing se assemelha a ter uma loja física no shopping que ninguém frequenta. Para quem tem pouca verba para investir, não pense em fazer marketing  para todos os seus produtos.

Para minimizar os erros em investimento, faça o marketing do seu principal produto, assim como já falamos do markup e ticket médio acima. Quando fizer o anúncio, envie o tráfego diretamente para a página do produto.

montar loja virtual

O que não pode faltar em uma página de produto?

  • Fotos de qualidade, a pessoa que está na internet não compra um produto, ela compra uma foto, ou seja, uma promessa de entrega. Capriche nas fotos.
  • Tenha uma ótima descrição, quem não quer comprar não vai ler a descrição, porém quem deseja comprar vai. Mostre os diferenciais, benefícios, maneira de usar, material utilizado na fabricação, tamanhos, cores, guia de medidas, e por aí vai. Para você ter uma ideia, uma loja virtual de roupas tem a taxa de troca que gira entre 12 a 15%, então quanto mais detalhes na descrição, você só tende a ganhar.
  • Mostre as avaliações e depoimentos de pessoas que compraram.
  • Não pode faltar produtos relacionados, pois ajuda a vender mais e de quebra vai ajudar no SEO.

Quais os principais canais de tráfego ao montar loja virtual?

Podemos dizer que todas as estratégias de tráfego podem dar certo, desde que você tenha a base que falamos acima, e faça o tráfego no tempo necessário para os ajustes e montar sua máquina de vendas.

Gostaria de lhe perguntar o seguinte: você precisa conquistar novos clientes, ou reter os clientes que já tiveram um contato com sua Loja Virtual? 

Decida o seu objetivo e siga as dicas abaixo listadas.

Se em primeiro lugar você procura novos clientes, as principais fontes de tráfego são:

  • Google Ads (rede de pesquisa)
  • Google Shopping
  • Facebook e Instagram Ads
  • SEO
  • Influenciadores
  • Buscapé
  • Google rede de display

Por outro lado, se você precisa reter seus clientes, as principais fontes de tráfego são:

  • Remarketing no Google
  • Remarketing no Facebook e Instagram
  • E-Mail Marketing
  • Shopback
  • Retargeting

Por que as estratégias de marketing digital são importantes para o sucesso de uma loja virtual?

Uma loja virtual deve ser tratada com a mesma seriedade que uma loja física.

Do mesmo jeito que você precisa investir em marketing e publicidade para levar clientes para dentro da sua loja física, deve fazer o mesmo esforço para levar as pessoas para dentro da sua loja virtual de roupas.

A grande vantagem é que anunciar na internet é muito mais barato e os resultados mais expressivos, já que o público pode ser melhor segmentado.

Confira o que um especialista tem a dizer sobre o que as estratégias de marketing digital podem fazer para um negócio, isso despertará seu interesse em aprender como abrir uma loja virtual de roupas: 

Otimize sua loja virtual para SEO

Search Engine Optimization (SEO) é uma excelente estratégia para atrair clientes para a sua loja virtual.

Quando se investe em SEO, você está investindo na otimização da sua loja virtual para atrair clientes de modo orgânico, ou seja, está pensando em longo prazo.

Mas como tudo isso funciona na prática?

Quando se incorpora palavras-chave em seus títulos, descrições de produtos e em conteúdos no blog, você aumenta o valor da sua loja virtual para os sites de busca e com isso pode melhorar a sua classificação durante uma pesquisa. Imagine só a sua loja virtual ser a primeira a aparecer quando o cliente busca no Google pelo seu produto ou serviço.

Como divulgar uma loja virtual no Facebook?

Com um novo negócio online, é provável que você não tenha um grande orçamento para investir em publicidade. Isso é muito comum. Do mesmo modo, não tem muitas horas para dar foco a anunciar o seu negócio, nem experiência no assunto.

O Facebook é uma das redes sociais mais populares em todo o mundo e oferece a possibilidade de divulgar a sua marca para clientes específicos e com valores baixos.

Você precisa se preocupar apenas em garantir que as campanhas funcionem sem grandes problemas. Basta algumas horas por semana, uma conta no Facebook e Instagram, saber quem é o seu público-alvo, definir um orçamento e pronto.

Uma coisa é certa, mais do que saber como começar uma loja virtual ou como montar uma loja virtual é importante divulgar o seu negócio.

Como divulgar uma loja virtual no Google Ads?

Através do Google Ads, você consegue alcançar o seu cliente na hora exata que ele está procurando o produto ou serviço que você oferece na sua loja virtual.

Diferente do SEO, nos anúncios do Google Ads as palavras-chave são “leiloadas”, aquelas que são bem classificadas, e não os lances mais altos, garantem as melhores posições durante as buscas.

Além disso, você precisa estabelecer o objetivo da sua campanha, que pode ser:

Gerar mais tráfego: usar o Google Ads para trazer mais visitantes para a sua loja virtual.

Leads: atrair e "capturar" potenciais clientes.

Vendas: e por fim, gerar conversão, em outras palavras, vender os seus produtos e serviços.

Aprenda Como anunciar no Google.

Os 4 pilares para montar uma loja virtual de sucesso

Em conclusão, agora que entendemos o básico quanto a montar uma loja virtual, vamos entender quais são os pilares que não podem faltar na sua. 

Afinal, antes de colocar a mão na massa é preciso que você tenha estes princípios bem gravados na sua mente. Eles serão importantes durante todo o processo.

1) Confiança: para garantir o sucesso da sua loja virtual é preciso oferecer segurança para o cliente em todo o processo de compra, especialmente, na hora do pagamento.

Para isso, integre a sua loja virtual com PagSeguro, Mercado Pago ou PayPal. Inclua o selo Reclame Aqui, fotos e vídeos de clientes com o produtos, selo de garantia. 

2) Detalhes dos Produtos:  outro pilar da sua loja virtual é detalhar os produtos, para isso, disponibilize fotos, vídeos, descrição completa, reviews. 

A pessoa não pode sair da sua loja virtual para buscar mais informações sobre o produto. Pesquise e ofereça mais informações a ponto de ser mais completo que a concorrência.

3) Competitividade: Preço, frete, prazo de entrega, do mesmo modo que a opção anterior, pesquise no mercado se você tem uma oferta melhor que a dos seus concorrentes.

4) Compra facilitada: Poucos cliques para finalizar a compra. Sem entraves ou necessidade de preenchimento de dados inúteis. 

Curiosidades sobre lojas virtuais que você deve saber

Se ainda não se convenceu da grande oportunidade que envolve montar a sua loja virtual, vamos compartilhar esses fatos interessantes e que podem contribuir com a mudança da sua opinião.

Confira a seguir alguns dados importantes do relatório "Digital in 2020: Brasil:

  • Existem 140 milhões de usuários de mídias sociais ativos. Desse modo, é preciso que a sua loja crie perfis nas redes sociais para interagir com o seu público a ponto de vender mais e gerar engajamento. As pessoas gostam das lojas virtuais que estão "próximas" a elas, que criam uma conexão e não estão apenas atrás de dinheiro.
  • 94% dos usuários possuem um smartphone. O que ressalta principalmente a importância de criar uma loja virtual responsiva, que pode ser facilmente acessada pelo celular.
  • Em contrapartida, 73% dos usuários possuem um laptop ou desktop.
  • 11% dos usuários possuem um smartwatch ou smartband. Em outras palavras, pense em criar mensagens curtas, que possam ser lidas rapidamente por meio dos relógios digitais.
  • Os usuários passam, em média, 9 horas e 17 minutos diariamente na internet. Nesse sentido, crie uma loja virtual atraente, moderna e clean para atrair a atenção das pessoas. Dessa forma, faça com que elas gastem parte do seu tempo comprando.
  • 98% dos usuários assistem vídeos online. A produção de conteúdo é elemento fundamental para quem tem uma loja virtual, especialmente os vídeos. Os consumidores precisam saber o que estão comprando e o vídeo pode mostrar tudo o que precisam saber.
  • 36% dos usuários escutam podcasts. Os podcasts lembram muito aqueles programas de rádio, onde as pessoas falam sobre assuntos específicos. Você pode falar sobre moda, tendências e outras ideias.
  • 39% dos usuários utilizam os QR Codes com seus celulares. Inclua um código QR Code em seus materiais e direcione para páginas específicas, mesmo que não seja a maioria quem usa.
  • 43% dos usuários transferem dinheiro para amigos e famílias pelos seus smartphones.
  • 38% dos usuários realizam uma compra online com um dispositivo mobile (smartphones ou tablets).

Como montar uma loja virtual de roupas?

Segundo os dados apresentados pela We Are Social, os segmentos de beleza e moda são os campeões de vendas na internet. 

O brasileiro sempre esteve ligado à beleza e moda, por isso as lojas virtuais desses mercados são tão promissoras. Os dois segmentos faturaram um total de 5,25 bilhões de dólares ano passado.

Se você quer saber como começar uma loja virtual para trabalhar em casa e sem grandes gastos, este é o caminho certo. Você não precisa de estoques cheios, nem alugar um espaço comercial. Pode começar pequeno, mas com qualidade.

Você acha a ideia de montar uma loja virtual de roupas difícil e assustadora? Não deveria.

Apesar de todos os desafios que surgem quando se começa um negócio próprio, abrir uma loja virtual de roupas é uma boa ideia, especialmente se você fabrica suas próprias peças e quer apresentá-las ao mundo.

Vamos te mostrar agora como montar uma loja virtual de roupas de sucesso.

Mas não se preocupe! Essas dicas são úteis para qualquer mercado, basta trocar o segmento para a sua área de atuação, combinado?!

  1. Em primeiro lugar, conheça a legislação.

Com o crescimento do comércio eletrônico, todas as lojas virtuais passaram a fazer parte da Lei de Defesa dos Direitos do Consumidor e pelo Decreto 9.762 de 2013.

Entre os muitos deveres descritos, exigem que as lojas virtuais:

  • tenham uma etapa de confirmação de compra;
  • ofereçam informações sobre segurança de dados e regras do atendimento;
  • mostre quem fornece os produtos dentro da loja;
  • forneça troca e devolução, pois como a compra é online, não tem como o comprador testar a roupa antes de efetuar a compra.

 2. Conheça o mercado

O principal público das lojas virtuais de roupas é o feminino. Detalhe: é o principal público, mas não exclusivo.

Homens e mulheres compram diariamente pela internet, mas, as mulheres são a maioria, donas de 52% dos pedidos feitos.

O interessante é que mesmo fazendo mais compras online, elas gastam menos que os homens. Enquanto as mulheres gastam, em média, R$371,70 por compra, os homens gastam em média R$473,60.

Agora, se separarmos as faixas etárias, os adultos entre 36 a 50 anos são responsáveis pelo maior número de pedidos online (33,6% dos pedidos); seguidos pelos jovens adultos de 26 a 35 anos (31,8% dos pedidos); os jovens de até 25 anos (19,5%). 

As pessoas acima de 51 anos são responsáveis por apenas 15,1% das compras.

3. Escolha um nicho.

Cada loja de roupa tem um público-alvo específico, por isso é necessário que você escolha um nicho antes de montar uma loja virtual. Você irá atender homens, mulheres, crianças?

Quanto mais você conhece o seu cliente e sabe o que ele gosta, maiores as chances de oferecer produtos que eles desejam comprar e com isso, criar uma loja que atraia a sua atenção.

Antes de começar a montar a sua loja ou a comprar os produtos, dedique um tempo para pesquisar o seu público e tenha certeza de que ele é a escolha certa. Depois que tudo ficar pronto torna-se mais difícil fazer alterações desse tipo.

Enquanto você faz suas pesquisas, responda às seguintes perguntas:

  • Você sempre quis trabalhar com a venda de roupas online?
  • Acredita que as pessoas gostariam de encontrar as roupas que você está vendendo?
  • Está disposto a se colocar à prova e investir tempo e dinheiro nisso?
  • Quer que a sua loja virtual seja apenas uma renda extra ou o seu ganha pão?

Essas perguntas vão te fazer pensar no produto para os clientes e até mesmo a medir sua motivação para encarar o negócio. Tenha em mente que você precisa ser autêntico e motivado para o negócio dar certo, mesmo que ele comece pequeno e discreto.

Está gostando do conteúdo sobre  como abrir uma loja virtual de roupas? Nos conte sua experiência nisso!

4. Trate a loja virtual como um negócio físico e tenha comprometimento.

A loja virtual deve ser administrada com a mesma seriedade que uma loja física.

Tratar uma loja virtual como um hobby é um erro muito comum entre as pessoas. Em outras palavras, não oferecem suporte, enviam produtos de péssima qualidade, não atualizam a loja, não divulgam, entre outras coisas. 

Agir dessa maneira é caminhar rumo ao fracasso.

Sempre vai aparecer algo que você pode melhor na sua loja virtual. Diante disso, pense bem antes de se aventurar no negócio, mesmo que o valor inicial investido seja baixo. Ninguém gosta de perder dinheiro.

Vender roupas envolve muito trabalho, riscos, mas em contrapartida podem gerar grandes recompensas.

Desse modo, existem muitas coisas a se fazer no dia a dia como:

  • Decidir quais produtos vender
  • Quais roupas criar (caso você seja um designer)
  • Promover seus produtos nas redes sociais
  • Enviar e-mails para os clientes VIP
  • Planejar uma estratégia de negócio
  • Contratar mão de obra (caso necessário)
  • Lidar com problemas técnicos da loja
  • Lidar com problemas de produtos e clientes
  • Tirar fotografias dos produtos

E pode ter certeza de que essa lista é muito maior. Saiba que é possível sim ser um empreendedor de sucesso na internet hoje em dia. Basta comprometimento, dedicação, curiosidade, e além disso ter paixão pelo mercado.

5. Não pare de estudar

Separe alguns momentos do seu dia para aperfeiçoar seu lado comercial e até mesmo criativo. Estude sobre moda, conheça as tendências, matérias-primas, formas de divulgação, do mesmo modo, interaja com seu público e consuma os mesmos conteúdos e informações que ele.

Não basta criar uma loja virtual de roupas, é preciso fazer uma imersão no mundo da moda e criar sua própria personalidade e autoridade. 

6. Pense no frete e nas vantagens do frete grátis.

Acredite, as pessoas desistem no momento de finalizar uma compra ao se deparar com um alto custo do frete. Existem casos em que o valor do frete é superior ao valor da compra. Isso é prejudicial para um negócio digital.

De acordo com o Ebit/Nielson, aproximadamente 60% das pessoas preferem pagar menos no frete, mesmo que isso signifique mais tempo para a mercadoria chegar.

Estude diferentes alternativas de envio de mercadorias, como por exemplo: "Nas compras acima de R $200, você ganha o frete grátis", do mesmo modo, encontre parceiros que cobram menos.  Portanto, use sua criatividade para não perder novos clientes.

7. Divulgue a sua loja virtual de roupas

Às vezes as pessoas acham que basta criar uma loja virtual de roupas para obter vendas e lucros, mas você precisa ir além disso e investir na divulgação do seu negócio. Com essas dicas você irá além do que apenas montar o seu site. 

Mas antes de começar, é preciso dizer que a divulgação começa antes mesmo de entrar em contato com o seu público. Ela começa desde o momento em que você prepara o seu site antes de espalhá-lo. Com isso em mente, vamos às dicas.

Usando a mesma linha acima, qual seria outra maneira de se comunicar? Pense aí um pouco e me fale nos comentários.

Se você respondeu: "compre 2 e leve 3".

Bingo! Acertou em cheio.

Com isso você pode utilizar o gatilho mental conhecido como escassez que funciona muito bem.

8. Investir em imagens de alta qualidade

As roupas são elementos puramente estéticos, que chamam a atenção e geram desejo. E tudo isso são vendidas na combinação de uma boa imagem e um conteúdo atraente.

Investir em fotografias de alta qualidade é o que vai determinar se um cliente vai comprar o seu produto ou não. Elas não apenas aumentam as chances de vendas, como podem contribuir com o SEO.

Ter imagens dos produtos em alta qualidade, de diferentes ângulos e com possibilidade de zoom é fundamental para incentivar a decisão de compra.

É válido ressaltar que você deve compartilhar a imagem das peças sozinhas, em modelos e ambientes para que a imaginação dos compradores corra solta.

Em contrapartida, tenha em mente que boa qualidade não é sinônimo de arquivos gigantes. Imagens pesadas são um dos principais motivos para um site demorar a abrir. De acordo com o site Profissional de E-commerce, 79% dos visitantes não compram em sites que são lentos.

Desse modo, se atente às medidas dispostas na página do produto, na descrição e em outras áreas que deseje incluir as imagens.

9. Ofereça um preço competitivo e valor

É importante dizer que preço é diferente de valor. Em síntese, o preço é definido pelo mercado, é a quantia que o cliente vai pagar para obter um produto ou serviço.

Do contrário, o valor corresponde a percepção das vantagens e experiências que o que foi adquirido oferece ao consumidor. De acordo com esse conhecimento, tanto o preço quanto o valor são fundamentais para começar uma loja virtual.

Lembre-se, nem sempre um preço baixo é a melhor opção. Você deve mostrar o valor das roupas que você está vendendo. Principalmente quando o público busca personalidade e exclusividade. 

10. E finalmente, divulgue nas mídias digitais

A divulgação é um elemento vital para qualquer negócio, seja online ou offline.

Mas quando o assunto são as lojas virtuais, a divulgação é algo fundamental para a sua sobrevivência por diversos motivos.

Em primeiro lugar, existem muitos concorrentes. Se ninguém souber do seu negócio, é muito difícil alguém entrar e comprar, diferente de uma loja física.

Em segundo, as métricas usadas para medir os resultados de campanhas são muito mais precisas e claras, sendo possível ajustá-las sempre que necessário enquanto elas estão no ar.

Ou seja, você consegue otimizar ainda mais os resultados e o investimento, que por sua vez é significativamente mais baixo do que em mídias tradicionais.

Este é o caso, por exemplo, do SEO, uma forma gratuita de fazer divulgação por meio das buscas orgânicas, que consiste na produção de conteúdo com palavras-chave utilizadas nos textos da loja virtual e do blog.

Preparado para montar a sua loja virtual?

Depois de todo esse conteúdo, acredito que você tenha aprendido pelo menos um pouco sobre os diversos detalhes que envolvem montar uma loja virtual. 

E aí, já se sente pronto para arregaçar as mangas e começar a sua jornada rumo ao mercado digital? 

Para mais conhecimento relevante, confira conteúdos e dicas sobre lojas virtuais, marketing digital e muito mais no Instagram e no YouTube!

e aí, GOSTOU? COMPARTILHE!

vamos CONVERSAR?

Você tem uma ideia que precisa tirar do papel?