curso de vendas
Open source CRM

Open Source CRM Platform como usar esse software no seu negócio

Blog   ·  Criado em 19/03/2020   ·   Atualizado em 08/03/2021   · ​ 13 minutos

Open source CRM

O sucesso de uma empresa depende de muitos fatores, inclusive, do relacionamento com os clientes e potenciais clientes. Para fazer isso de maneira eficaz, a melhor solução é contar com a ajuda de um sistema CRM, como o Open Source CRM Platform.

O Open Source CRM é um tipo de CRM de código aberto, isto é, o código-fonte pode ser modificado. Assim como os demais CRMs, ele é capaz de criar listas de contatos, ter funil de vendas para acompanhar a jornada de compra do consumidor, utilizar mailing list e disparar e-mail marketing, entre outras funcionalidades. Quer se aprofundar no tema CRM? Então conheça outros tipos de CRM, assim você ficará expert em qual CRM será melhor para o seu negócio.

Para saber mais sobre o que é Open Source CRM, como ele funciona e quais são as vantagens e desvantagens, continue leitura! Separamos aqui tudo que você precisa saber para entender se ele é ou não o software para o seu negócio.

Mas o que é Open Source?

O que é Open Source?

É um conceito de software conhecido como código aberto, ou seja todas as linhas de codificação são disponibilizadas para serem olhadas, estudadas, distribuídas de forma gratuita, e você ainda poderá contratar programadores para fazer alterações e customizações para o seu negócio.

A vantagem de utilizar um software Open Source é que você pega um sistema robusto, com uma comunidade de programadores ativas para as melhorias e correções de bugs.

A desvantagem é que você ou terá que conhecer muito bem de tecnologia, ou investir um bom recurso para especialistas efetuar a implementação e customizações para o seu negócio. Agora se o software Open Source se encaixa bem para o seu modelo de negócio, então esse é uma excelente opção.

O que é Open Source CRM?

O que é Open Source CRM?

Agora que entendemos o que é Open Source, vamos aplicar o conceito em um software CRM. Um open source CRM é um software de fonte aberta para o Open Source CRM Platform. Em síntese, isso significa que ele pode ter seu código alterado por qualquer programador, não apenas pelo fornecedor.

Qualquer pessoa interessada pode baixar o código, modificá-lo como desejar e, se quiser, compartilhar sua versão para que outros utilizem. Dessa forma, as organizações são capazes de personalizar a ferramenta para que ela execute funções específicas.

Quanto mais perto o CRM Platform ficar das necessidades de sua empresa, menos você irá gastar com customizações, e ai voltará seus esforços para a instalação, implementação e treinamentos.

Qual é a diferença entre Open Source CRM e software CRM proprietário?

Para que fique claro, vamos comparar a plataforma de CRM a um imóvel. Utilizar um Open Source CRM assemelha-se a adquirir um terreno e construir a sua própria casa. Você terá um terreno para usar e personalizar como quiser.

Por outro lado, fazer a assinatura de um sistema proprietário é como alugar uma casa. Você pegará o produto já finalizado e pronto para uso, o que evita muita dor de cabeça da construção e principalmente da manutenção. O pagamento pode ser mensal ou você pode comprar uma licença. Como na analogia, cada maneira de automatizar os processos apresenta benefícios e desvantagens. Conheça melhor os prós e contras do open source CRM a seguir.

3 motivos para usar um open source CRM

3 motivos para usar um open source CRM

Existem vários pontos positivos para quem tem os recursos e o interesse para explorar um open source CRM. Listamos algumas delas abaixo.

1. É gratuito ou tem baixo custo

Boa parte das ferramentas de CRM com código aberto estão disponíveis gratuitamente ou a valores acessíveis. Caso sua empresa possua funcionários com tempo e talento para a programação, a economia com taxas de licenciamento é grande.

2. Pode ser completamente customizado

Um open source CRM foi feito para ser desmontado, alterado e reconstruído. Sua equipe pode acrescentar ao software todas as funcionalidades personalizadas de que seu negócio necessita.

3. Não demanda fidelidade

Alguns CRMs costumam exigir um tempo mínimo de compromisso. Apostando em um sistema com código aberto, você evita ter que pagar por uma plataforma que você acabou não gostando, só por conta da fidelidade.

Quais são as desvantagens do open source CRM?

Inegavelmente, todo tipo de CRM terá também algumas limitações. Além disso, com uma plataforma de código aberto, existem alguns custos escondidos, vejamos quais são eles:

1. Falta de suporte técnico

Uma das maiores desvantagens do open source CRM é que os fornecedores não costumam oferecer suporte técnico. Caso você precise de ajuda, pode recorrer a fóruns de desenvolvedores, mas as respostas nem sempre são rápidas nem precisas.

Portanto, certamente, você precisará de um funcionário especializado para te auxiliar na criação e manutenção do software. É preciso estar ciente de que a tarefa de adaptação do código é complicada e leva bastante tempo e investimento.

Na maioria das vezes, o tempo gasto é mais caro do que a contratação de um software CRM proprietário.

2. Incompatibilidade com a infraestrutura da empresa

Você vai precisar ter uma estrutura de servidores para instalar o Open Source CRM e isso, muita das vezes, também demanda um investimento financeiro. Por exemplo, alguns sistemas Open Source CRM só funcionam em determinado sistema operacional (Windows ou Linux).

Outro ponto importante é que para implantar um Open Source CRM a sua empresa terá muito trabalho e ainda corre o risco de ter que substituir o software em pouco tempo. Afinal, as tecnologias mudam o tempo inteiro e a empresa não pode ficar para trás.

3. Gastos com treinamento da equipe

Você vai precisar de uma equipe de desenvolvimento tanto para criar as funções de que você precisa, quanto para explicar o uso delas para os funcionários. Afinal, os Open Source CRM costumam ter interface e facilidade de uso inferiores a um software proprietário.

Como resultado, a equipe de marketing ou vendas, acaba tendo dificuldade para usar o sistema. Além disso, normalmente, esse tipo de software oferece funcionalidades muito complexas, desnecessárias para uma empresa pequena.

Afinal, vale a pena contratar um Open Source CRM?

Na hora de tomar essa decisão é preciso colocar as vantagens e desvantagens na balança. A sua empresa precisará avaliar se os gastos para personalizar e manter um Open Source CRM valem a pena. Portanto, essa é uma decisão particular de cada empreendimento.

Para a grande maioria, é melhor contratar um software CRM já pronto. Nesses casos, o CRM padrão é desenvolvido por uma empresa especialista. Os softwares são completos, de alto custo-benefício e pensados para atender um grande número de empreendimentos.

Como escolher o CRM certo para o seu negócio?

Agora que já entendemos o que é Open Source CRM e qual a diferença dele para um CRM proprietário, fica a dúvida: como escolher o melhor para a minha empresa?

Primeiramente, é preciso lembrar que existem vários tipos de CRMs para diferentes tamanhos de empresa. Você não precisa contratar o mais caro, você deve contratar o que melhor atende às suas demandas. Por isso, comece definindo quais serão os recursos necessários.

O próximo passo é fazer uma boa pesquisa de mercado e avaliar o custo-benefício de cada sistema. É válido olhar o tempo de mercado da empresa fornecedora do software e quais outras vantagens ela poderá oferecer para o seu negócio.

Por exemplo, o CRM Software High Sales oferece uma solução de marketing e vendas customizada, mas sem as desvantagens de um open source CRM e sem precisar desembolsar muito. Assista ao vídeo e conheça mais:

 

Se tiver mais alguma dúvida sobre o Open Source CRM, pode perguntar nos comentários ou entrar em contato por WhatsApp com um especialista em sistemas CRM e tiras suas dúvidas hoje mesmo.

Gostou do nosso artigo sobre Open source CRM? Você pode nos acompanhar nas redes sociais e confira muitos outros conteúdos exclusivos: estamos no Instagram e também no YouTube.

e aí, GOSTOU? COMPARTILHE!

vamos CONVERSAR?

Você tem uma ideia que precisa tirar do papel?